Alvarez garante que McGregor tem ‘chances reais’ contra Mayweather

Alvarez elogia McGregor (Foto: Reprodução/Facebook/Eddie Alvarez)

Alvarez elogia McGregor (Foto: Reprodução/Facebook/Eddie Alvarez)

O peso leve Eddie Alvarez foi o último lutador a enfrentar Conor McGregor, ainda no MMA. No histórico UFC 205 de novembro do ano passado, ele perdeu seu cinturão para o irlandês na luta principal e garante que seu algoz pode repetir essa performance contra Floyd Mayweather. Os dois se enfrentam em superluta no dia 26 de agosto e Alvarez garante que “The Notorious” tem poder para nocautear o norte-americano.

Veja Também

Aldo vai participar de campeonato de jiu-jítsu (Foto: Reprodução/Facebook/JoséAldo)
Sem luta marcada no UFC, Aldo vai disputar campeonato de jiu-jítsu

Adriano vai lutar dia 9 de setembro, no Canadá (Foto: Reprodução/Instagram/AdrianoMartins)
Vindo de derrota, Adriano Martins enfrenta Kajan Johnson no UFC 215

Weidman é azarão contra Gastelum (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Weidman e seis brasileiros são azarões no UFC Long Island

Em entrevista ao podcast “5ive Rounds”, o ex-campeão diz que as chances maiores de McGregor se resumem aos quatro primeiros assaltos e chamou de “idiotas” as pessoas que não veem como o irlandês pode vencer Mayweather.

“Conor tem algo em torno de quatro rounds para garantir essa vitória. Nestes quatro primeiros rounds, se você não acha que McGregor pode nocautear Mayweather, então você é um idiota. Mas se Conor não nocauteá-lo nos primeiros quatro assaltos, então acho que vira uma luta de só um lutador. A técnica de Mayweather é suficiente para que pareça que só ele está lutando. Mas Conor tem chances reais de nocauteá-lo antes”, declarou o “Underground King”.

Após a derrota acachapante para McGregor, Alvarez retornou ao octógono no UFC 211, em maio deste ano, quando seu duelo contra Dustin Poirier acabou sem resultado. O ex-campeão vinha perdendo a luta, mas se recuperava quando acabou dando joelhadas ilegais no rosto do adversário, deixando Poirier sem condições de continuar a lutar.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *