Weidman lembra vitórias sobre Anderson e cobra mais respeito: ‘Sou o melhor do mundo’

Weidman voltou a cobrar respeito dos fãs (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Weidman voltou a cobrar respeito dos fãs (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Chris Weidman não está nada contente com as críticas que vem recebendo. Após encerrar a má fase ao finalizar Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Long Island, no último sábado (22), o ex-campeão dos médios voltou a cobrar respeitos por seus feitos dentro do octógono, citando até mesmo as duas vitórias obtidas diante de Anderson Silva, quando o brasileiro ainda era considerado o melhor peso médio do mundo.

Veja Também

Cormier enfrenta Jones no UFC 214 (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Cormier diz que vitórias contra Jones e Anderson Silva o tornará o maior da história do MMA

Weidman não vencia desde 2015 (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Chris Weidman espanta má fase e vence Kelvin Gastelum no UFC Long Island

“As pessoas se esquecem, mas eu tinha um cartel 9-0, eu lutei contra o Anderson Silva Eu estava lutando contra os melhores caras que esse esporte já viu, um após o outro, praticamente sem qualquer experiência. Encontrei as adversidades quando já estava no topo do mundo. A maioria das pessoas encontra a adversidade quando estão ainda no começo da carreira. Comigo, a má fase veio quando todos assistiam e todos comentavam e todos duvidavam de mim. Foi uma situação bem difícil.  Cada luta que perdia era como se eu estivesse sozinho”, declarou o lutador logo após sua vitória mais recente.

A vitória contra Gastelum coloca Weidman de volta na corrida por uma chance de disputar o cinturão da categoria. Sem perder tempo, o ‘All American’ aproveitou para provocar Michael Bisping, atual campeão da divisão. De acordo com ele, o inglês está ‘correndo’ dos verdadeiros desafios na divisão até 84kg.

“Eu quero o que as pessoas querem. Sei que sou o melhor do mundo, e o Bisping está correndo. Ele fez um bom trabalho e ganhou o cinturão quando eu dei essa oportunidade a ele. Antes, ele nunca teve uma chance de lutar  pelo título. E, desde que ele foi campeão, não enfrentou nenhum lutador que estivesse bem ranqueado. Está correndo, com algumas lesões, não sei o que está acontecendo. Eu sou o verdadeiro campeão, o melhor do mundo e as pessoas sabem disso. Agora, se crescerem algumas bolas no Bisping, essa  luta vai acontecer. Sei que o Whittaker fez um bom trabalho, conquistou o cinturão interino, mas acho que ele está machucado e vai passar por uma cirurgia no joelho. Estou disponível e pronto pra lutar, concluiu Weidman.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *