Bate-Estaca aceita desafio de Gadelha: ‘Será um belo confronto’

Jéssica respondeu o desafio feito por Gadelha (Foto: Reprodução/Facebook JéssicaAndrade)

Jéssica respondeu o desafio feito por Gadelha (Foto: Reprodução/Facebook JéssicaAndrade)

desafio está aceito. Um dia após Claudinha Gadelha sugerir um duelo Jéssica Andrade, a lutadora paranaense não perdeu tempo e respondeu a compatriota. Através de uma postagem nas redes sociais, Bate-Estaca se mostrou disposta a enfrentar Gadelha em seu próximo desafio.

Veja Também

Gadelha x Andrade? (Foto: Reprodução Instagram claudiagadelhaufc)
Gadelha pede luta com Bate-Estaca: ‘Vamos fazer acontecer?’

Yamasaki respondeu o desafio feito por Chiesa (Foto: Reprodução/Twitter MarioYamasaki)
Mario Yamasaki responde desafio feito por Michael Chiesa: ‘É infantil’

“Então, as pessoas interpretam errado o que a gente fala. O que foi perguntado para mim era qual seria minha próxima adversária para lutar no UFC e, como nunca sabemos quem será nossa adversária, pois é o UFC que decide e fecha as lutas, eu disse que em uma próxima luta, o UFC podia fechar uma luta com alguma das garotas que estão ranqueadas, como Tecia Torres, Rose Namajunas ou a Cláudia Gadelha. Mas, já que nunca encontram adversárias, nem para a Cláudia Gadelha nem para mim, acho que juntas daríamos um show. Não é mesmo, Cláudia Gadelha?? É difícil ter que lutar com uma compatriota, mas, se essa luta acontecer, eu tenho certeza que será um belo confronto. Sim, eu aceito!”, escreveu Jéssica, que marcou Dana White, presidente do UFC, e Sean Shelby, matchmaker da organização, na publicação.

Número 4 na categoria peso palha feminino, Bate-Estaca não luta desde maio passado, quando disputou o cinturão contra a campeã Joanna Jedrzejczyk, mas foi superada por pontos. Antes, Jéssica vinha de de três vitórias consecutivas, resultados que lhe credenciaram ao posto de desafiante. Com apenas 25 anos, ela soma 16 vitórias e seis derrotas como profissional.

Claudinha, por sua vez, vem de duas vitórias consecutivas, ambas em lutas realizadas no Brasil. Número 1 no ranking, ela derrotou Cortney Casey no UFC São Paulo, em novembro de 2016, e finalizou Karolina Kowalkiewicz no UFC 212, no Rio de Janeiro, em junho passado. Assim como Jéssica, ela também foi derrotado por Jedrzejczyk em uma disputa de título, em julho de 2015. Aos 28 anos, seu cartel tem 15 triunfos e somente dois reveses, ambos para a atual campeã da categoria.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *