Jon Jones surpreende e revela interesse em duelo com Brock Lesnar

Jones tem interesse em enfrentar Lesnar ((Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)

Jones tem interesse em enfrentar Lesnar ((Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)

Recentemente, Jon Jones admitiu se considerar o maior lutador de MMA de todos os tempos. No entanto, engana-se quem pensa que o ex-campeão dos meio-pesados não tem mais ambições no esporte. Com duelo marcado contra o arqui-rival Daniel Cormier no UFC 214, neste sábado (29), ‘Bones’, surpreendeu ao revelar quem gostaria de enfrentar no Ultimate: o peso pesado Brock Lesnar, ex-campeão da organização.

Veja Também

Jones deixou a modéstia de lado ao se avaliar (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)
Sem modéstia, Jon Jones crava: ‘Sou o maior lutador de todos os tempos’

McGregor terá filme baseado em sua vida (Foto: Reprodução/Instagram ConorMcGregor)
Vídeo: Conor McGregor terá filme baseado em sua vida

“Eu adoraria lutar contra o Brock Lesnar, ele é um cara maciço. Seria um grande confronto, realmente muito grande para o esporte. Seria um grande desafio. Ele é muito grande, mas duvido que o Brock Lesnar aceitaria essa luta contra mim. (…) Sem dúvidas tentaria fazer wrestling (com ele) o tempo todo. Eu iria… Vocês sabem, não irei dizer o que iria fazer”, declarou Jones, em entrevista transmitida ao vivo pelo Facebook.

Lesnar, de 40 anos, está aposentado do MMA. Famoso por ser membro do WWE, o gigante norte-americano tem um carreira curta no MMA, mas bastante relevante. Ele conquistou o cinturão dos pesados do UFC em 2008, quando nocauteou Randy Couture em sua quarta luta como profissional. Ele defendeu o título em duas oportunidades, mas foi destronado por Cain Velasquez. Uma nova derrota para Alistair Overeem o afastou do esporte por cinco anos. Em 2016, no entanto, ele retornou ao Ultimate para um duelo contra Mark Hunt, a quem venceu por decisão unânime, mas viu o resultado ser mudado para no contest após ser flagrado em um exame antidoping. Ao todo, seu cartel conta com cinco vitórias, três derrotas e uma luta sem resultado.

Jon Jones se tornou o mais jovem campeão da história do UFC ao nocautear Maurício Shogun, em 2011. De lá para cá, realizou oito defesas de cinturão dos meio-pesados, tendo batido nomes como Lyoto Machida, Vitor Belfort, Rashad Evans, Alexander Gustafasson e o próprio Cormier. No entanto, ele teve seu cinturão retirado pela organização por problemas com a justiça. Em abril de 2015, ele se envolveu em um acidente de trânsito e fugiu sem prestar socorro, deixando uma mulher grávida ferida. Ele voltou ao octógono em abril de 2016, quando conquistou o título interino ao bater Ovince St. Preux. No entanto, três meses depois foi flagrado em uma exame antidoping e recebeu nova punição, ficando um ano sem poder lutar. Aos 30 anos, Jones tem um cartel com 22 vitórias e apenas uma derrota, que aconteceu por desclassificação, após aplicar golpes ilegais em Matt Hamill.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *