Após abandono de Dana, Jon Jones desabafa: ‘Ele mostrou quem é’

Foto: Reprodução/MMA News

Foto: Reprodução/MMA News

Diferente do que Dana White afirmou após o UFC 200, Jon Jones irá fazer uma luta principal na organização no próximo sábado (29), mas se engana quem pensa que a relação entre o dirigente e o lutador está boa. Em entrevista ao jornal “LA Times”, o ex-campeão disse que se sentiu abandonado pelo chefão após ter testado positivo em exame antidoping, em julho do ano passado, e afirmou que está dando um certo “gelo” nele:

“Dana White me procurou em, pelo menos, quatro ocasiões e eu não respondi nenhuma de suas ligações ou mensagens de texto. Essa é a razão pela qual não temos nos falado.”

Nos últimos anos, Jon Jones tem enfrentado muitos problemas fora do octógono. Em 2015, o lutador se envolveu em um acidente de carro, fugiu sem prestar socorro a uma mulher grávida e teve o seu posto de campeão linear retirado pelo UFC. “Bones” ficou um ano fora e voltou em um duelo pelo cinturão interino dos meio-pesados contra Ovince St. Preux. No UFC 200, em julho do ano passado, o norte-americano e Daniel Cormier unificariam o título, mas Jon foi pego por clomifeno em exame antidoping realizado fora do período de competição e o resultado saiu apenas quatro dias antes do evento. Na ocasião, Dana White disse que estava decepcionado e afirmou que Jon Jones não iria encabeçar mais nenhum evento da organização. Segundo o próprio atleta, essa foi a única vez que não recebeu o apoio do dirigente:

“Eu acho que, quando você faz dinheiro pra companhia, é uma atração de pay per view e coloca dinheiro no bolso dele, aí você significa muito para ele. No momento que você não faz essas coisas, você não significa nada para ele, e ele fez um trabalho decente de mostrar isso. Eu me senti completamente abandonado por ele, numa situação em que eu mais precisava dele. Sinto que ele mostrou quem ele realmente é, e agora não tenho nenhum desejo de fingir que ele se importa comigo ou que somos amigos.”

Para finalizar, Jon Jones conta que negociou a sua próxima luta contra Daniel Cormier com o novo proprietário majoritário do UFC, Ari Emanuel, diretor do grupo WME/IMG:

“A não ser que ele tenha algo realmente urgente para falar, eu prefiro conversar com o Ari Emanuel. Neste momento, vejo Ari como meu patrão e Dana mais como o rosto e voz do UFC.”

O jornal também procurou Dana White para tratar do assunto. O presidente afirmou que pretende conversar com Jon Jones ainda esta semana. Na coletiva de imprensa para o UFC 214, na última quarta-feira (26), os dois se cumprimentaram de forma respeitosa.

Confira o card completo do evento:

UFC 214
29 de julho, em Anaheim (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier vs Jon Jones
Peso-meio-médio: Tyron Woodley vs Demian Maia
Peso-pena: Cris Cyborg vs Tonya Evinger
Peso-meio-médio: Robbie Lawler vs Donald Cerrone
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa vs Volkan Oezdemir
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h30, horário de Brasília):
Peso-pena: Ricardo Lamas vs Jason Knight
Peso-casado (63,5kg): Aljamain Sterling vs Renan Barão
Peso-pena: Renato Moicano vs Brian Ortega
Peso-pena: Andre Fili vs Calvin Kattar
peso-palha: Kailin Curran vs Alexandra Albu
Peso-mosca: Eric Shelton vs Jarred Brooks
Peso-leve: Josh Burkman vs Drew Dober

The post Após abandono de Dana, Jon Jones desabafa: ‘Ele mostrou quem é’ appeared first on MMA Space.

Source: Space

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *