Dana White muda de idéia e confirma Bisping x St. Pierre pelo cinturão dos médios

Bisping encara St. Pierre (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

Bisping encara St. Pierre (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

Três dias após garantir que Georges St. Pierre retornaria ao octógono para enfrentar o vencedor de Tyron Woodley x Demian Maia, duelo que aconteceu na madrugada deste domingo (30), em Anaheim, no UFC 214, Dana White, presidente do UFC, mudou de idéia. Após uma vitória pouco convincente do atual campeão, que bateu o brasileiro na decisão unânime dos juízes, o dirigente garantiu que o norte-americano não merece enfrentar o canadense. De quebra, garantiu que GSP enfrentará Michael Bisping em seu retorno, atual campeão dos médios. O confronto, no entanto, ainda não tem data para acontecer.

Veja Também

T. Woodley segue como campeão do UFC (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Sob vaias, Woodley evita quedas de Demian e mantém título por decisão no UFC 214

Demian não conseguiu vencer Woodley (Foto: Reprodução/Twitter UFC Europe)
Vídeo: Assista os melhores momentos de Woodley x Demian no UFC 214

“Sim, essa luta vai acontecer. Ainda não temos nenhuma data, mas Bisping vai enfrentar Georges St. Pierre. Isso porque eu sei que Bisping vai chegar lá e lutar. Ele vai aparecer no octógono e vai lutar. Tyron Woodley bateu um recorde negativo hoje. Conversei com ele e lhe expliquei – você foi vaiado hoje. Era mais rápido, tinha mãos mais fortes e lutou com um cara com apenas um olho. As pessoas não querem vê-lo lutar e isso não é um bom sinal”, declarou Dana, em entrevista coletiva após o UFC 214.

Bisping conquistou o cinturão da categoria dos médios ao nocautear Luke Rockhold no UFC 199, em junho de 2016. De lá para cá, atuou apenas uma vez, quando defendeu o título contra Dan Henderson no UFC 204, em outubro passado. Ao todo, são 20 resultados positivos e sete negativos na organização.

Já St. Pierre não luta desde novembro de 2013, quando bateu Johny Hendricks. Após o triunfo, em uma apertada decisão dos juízes, anunciou seu afastamento por tempo indeterminado do MMA. Ele tem um cartel profissional de 25 vitórias e duas derrotas. No UFC, acumula 20 triunfos e dois reveses, com direito a nove defesas de cinturão na categoria dos meio-médios, o que o consagrou como o campeão mais dominante da história da divisão até 77kg.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *