UFC anuncia apoio a plano que adiciona novas categorias no MMA

 

Dos Anjos (foto) já desmaiou em corte de peso Foto: Reprodução/Twitter/UFC

Dos Anjos (foto) já desmaiou em corte de peso Foto: Reprodução/Twitter/UFC

O UFC anunciou, nesta quarta-feira (2), seu apoio à adição de novas categorias ao MMA. O plano foi proposto pela Comissão Atlética da Califórnia (CSAC) e adotado pela ABC (Association of Boxing Comissions), uma organização que engloba todas as Comissões Atléticas norte-americanas. A ideia do plano é adicionar quatro novas divisões de peso ao esporte com o intuito de impedir que atletas mantenham práticas extremas de corte de peso.

Veja Também

Mayweather x McGregor será em agosto (Foto: Reprodução Instagram ufc)
McGregor e Mayweather se provocam por tamanho de luva para superluta

T. Woodley (foto) venceu Lawler em 2016 (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Woodley não quer Lawler em próxima defesa de título: ‘Se escondeu’

Ronda não deve mais lutar MMA (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Presidente do UFC descarta retorno de Ronda: ‘Ela vai casar e ter filhos’

As novas categorias propostas pela ABC são: superleve (165 libras ou 74,8 kg.), super meio-médio (175 libras/79,3 kg.), supermédio (195 libras/88,4 kg.) e cruzador (225 libras ou 102 kg.). A ideia é que os lutadores tenham mais opções de categorias e possam ter cortes de peso compatíveis com suas estruturas corporais.

“O UFC apoia a oferta de novas categorias de peso no MMA como inicialmente proposto pela CSAC e agora adotado pela ABC. O UFC recentemente anunciou a abertura de duas novas categorias femininas, o peso mosca e o peso pena e agora a organização global oferece divisões com diferença de 10 libras (4,5 kg.) entre si. Ao adicionar essas novas classes, o UFC acredita que está dando mais opções para que seus atletas possam promover cortes de peso mais saudáveis. O UFC também acredita que o talento regional, constantemente avaliado por olheiros da companhia, e incorporado à organização, vai ser, em breve, robusto o suficiente para justificar a adição dessas novas categorias no próprio UFC”, comentou Jeff Novitzky, vice-presidente de performance e saúde do atleta do Ultimate, em comunicado enviado ao site norte-americano MMA Junkie.

Espera-se que atletas como Rafael Dos Anjos, Khabib Nurmagomedov, Drew Dober, Kelvin Gastelum, Johny Hendricks, entre outros, possam se beneficiar da adição de novas categorias, já que os lutadores citados tiveram problemas com o peso no passado. O ex-campeão brasileiro foi o único dessa lista a nunca deixar de bater o peso, mas em sua luta com Eddie Alvarez, em julho do ano passado, RDA desmaiou durante o corte de peso.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *