Whittaker nega que St. Pierre tenha ‘furado fila’: ‘Não é da divisão’

 

R. Whittaker é campeão interino dos médios (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

R. Whittaker é campeão interino dos médios (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

Campeão interino peso médio do UFC, Robert Whittaker deveria ser o próximo adversário do dono do cinturão linear da categoria, Michael Bisping. Porém, uma lesão no joelho afastou o neozelandês da disputa, abrindo caminho para que Georges St. Pierre enfrente o inglês. O duelo entre os dois deve acontecer no fim do ano, e Whittaker negou que GSP tenha “furado sua fila”, dizendo que o canadense “não é da categoria” e que as coisas mudam muito rápido no Ultimate.

Veja Também

Duelo deve acontecer dia 4 de novembro  (Foto: Reprodução/Facebook/Montagem SL)
Joanna Jedrzejczyk coloca cinturão em jogo contra Rose Namajunas no UFC 217

Miocic garantiu que é relevante para o MMA (Foto: Reprodução/Instagram/StipeMiocic)
Miocic rebate rótulo de irrelevante: ‘Sou o mais malvado do planeta’

J. Jones (foto) quer enfrentar B. Lesnar (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Jones diz que se inspirou em McGregor para desafiar Lesnar

“A lesão não importa, para ser sincero. O Michael está insistindo com isso há quanto tempo? O UFC faz o que ele quiser. É assim que é. Georges não está nem nessa divisão. Não é alguém que está no top 10 furando fila. Não me incomoda. As pessoas vão fazer o que elas quiserem. Eu não posso ficar bravo se não for de acordo com meus planos, porque vamos encarar isso, o UFC é uma montanha-russa”, comentou o campeão, em entrevista à emissora norte-americana “ESPN”.

Whittaker também confirmou o que o presidente do UFC, Dana White, havia dito: a ideia era que ele e Bisping fossem os técnicos da próxima temporada do The Ultimate Fighter e se enfrentassem logo depois do show. Porém, a distância da família, que reside na Austrália, e a lesão no joelho fizeram com que o neozelandês recusasse o convite.

“Eles me abordaram logo depois da minha luta, mas eu não tinha visto minhas crianças e minha família há semanas. Não é que eu moro duas horas dali. Eu moro perto de 24 horas de distância. Para mim, realisticamente, preciso fazer com que valha a pena”, declarou Whittaker, referindo-se ao salário que receberia para ser técnico do TUF 26.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *