Após derrotas, Warlley admite: ‘Me achei algo que eu estava longe de ser’

Warlley quer voltar ao caminho das vitórias (Foto: Reprodução/Facebook WarlleyAlves)

Warlley quer voltar ao caminho das vitórias (Foto: Reprodução/Facebook WarlleyAlves)

A famosa frase “o sucesso sobe à cabeça’ define perfeitamente o ano de 2016 de Warlley Alves. Campeão do TUF Brasil 3 de forma incontestável e considerado uma das maiores promessas do MMA brasileiro, o mineiro de apenas 26 anos não tem vergonha de admitir que se deixou levar pelos inúmeros elogios que recebia diariamente.

Veja Também

Jones quer fazer as pazes com Cormier (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)
Jones revela que quer fazer as pazes com Cormier: ‘Deveríamos nos apoiar’

Fortuna vai lutar dia 11 de novembro (Foto: Reprodução/Instagram Combate)
Marcel Fortuna busca recuperação contra Jake Collier no UFC Norfolk 

Após se manter invicto ao emplacar dez vitórias consecutivas, quatro delas no UFC, Warlley conheceu o primeiro revés de sua carreira contra Bryan Barbarena no UFC 198, em Curitiba, quando era considerado o maior favorito do card. Na sequência, nova derrota em casa, dessa vez para Kamaru Usman, em São Paulo. Embora não tire os méritos dos adversários, o brasileiro reconhece que a falta de empenho nos treinamentos o atrapalhou nos combates.

“Eu vou falar o que talvez nenhum lutador assuma. Com o tempo, com as vitórias a gente acaba se acomodando. Acho que eu não treinei mais como eu treinava antes, apesar de ter treinado duro, tive minhas lesões, que não são justificativas às derrotas, mas acho que eu acabei acomodando com meu ritmo de vida, tranquilizou um pouco, eu deixei isso entrar na minha cabeça, me preocupando mais com as coisas fora do octógono do que com as coisas dentro. O que estou fazendo agora é isso, voltar aquele Warlley do TUF, aquele Warlley obcecado por vitórias, por resultado”, declarou o lutador, em entrevista ao site do ‘Portal do Vale Tudo’.

Sem lutar desde novembro de 2016, Warlley revela que a intenção é retornar ao octógono ainda em 2017. Com os pés no chão e a uma nova mentalidade, ele garante que está pronto para retornar ao caminho das vitórias.

“Eu achei que eu era algo que eu estava longe de ser. Agora estou com o pé no chão de novo, tirei um pouco o pé do chão, achei que  poderia treinar menos e não fiz tudo o que deveria ter sido feito. Agora a cabeça está mudada, estou voltando aquele ritmo frenético de treinamento e se Deus quiser vou chegar lá e dar um show na próxima luta que eu fizer”, concluiu.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *