Cormier revela que não assistiu luta contra Jon Jones: “vai me fazer mal”

Foto: Esther Lin - MMA Fighting

Foto: Esther Lin – MMA Fighting

Um pouco mais de 15 dias depois de ser nocauteado pelo seu maior rival, Daniel Cormier não esconde que ainda não digeriu bem a situação. Em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, o ex-campeão dos meio-pesados revela que não se sente preparado para assistir aos vídeos da luta contra Jon Jones no UFC 214:

“Ainda estou procurando respostas, analisando na minha cabeça como a luta estava indo e como tudo aconteceu. Eu perguntei sobre a luta para as pessoas próximas, amigos e treinadores, e pelo que eles me falaram, eu acho que assistir a luta vai me fazer mais mal do que bem. Eles me disseram que estava bom para o meu lado até o chute e acredito que ver isso vá me decepcionar mais ainda. Não tenho certeza se estou emocionalmente pronto ainda para assistir à luta, ainda mais se tudo o que me disseram é verdade.”

No fim da luta, Daniel Cormier ficou completamente perdido, inconsolável e precisou ser contido por membros da Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC), médicos, árbitro “Big” John McCarthy e até pelo presidente do UFC, Dana White, que precisou usar das suas artimanhas para convencer o lutador a voltar ao centro do cage para o anuncio da vitória de “Bones”. No entanto, o atleta afirma que não consegue lembrar do episódio:

“Honestamente, eu não me lembro de nada disso. Eu não lembro de deixar o octógono. Eu também não lembro de algumas das fotos em que eu estou chorando e abraçando Bob Cook. Eu me sinto como se estivesse saindo de um nevoeiro. Eu lembro que eu estava lá e me disseram: ‘você precisa ir para o hospital’. Eu pensava: ‘por que?’. Eu falei com Dana e disse a ele: ‘desculpe se empurrei você’, porque eu lembro que me falaram que empurrei alguém.”

Para DC, um “pequeno erro” custou o cinturão dos meio-pesados e a derrota para o maior rival da sua história:

“Foi só um pequeno erro e é isso que me perturba. Eu não costumo errar essas coisas. Se fosse como Donald Cerrone (na luta contra Rick Story), você pode dizer que o chute alto entrou por causa da combinação de socos, mas comigo foi diferente. Parecia que ele queria aumentar a distância. Foi um chute para eu dar um passo atrás, eu errei e ele me pegou em cheio.”

Um vídeo gravado em 2014 mostra Daniel Cormier dizendo que Jon Jones não iria pegá-lo com um chute alto de esquerda. O ex-campeão falou sobre a “profecia” para a revanche:

“Eu vi o vídeo, mas não acho que o nocaute tem alguma coisa a ver com isso. Eu falei disso antes, mas claro que sei defender esses golpes. Contra Anthony Johnson, quando eu quebrei meu nariz, ele acertou um chute perfeito e logo depois defendi outro chute. Dessa vez, não consegui. Treinei e fiz o meu melhor. Agora, acho que a chave dessa sequência é que ele acertou vários chutes e joelhadas no meu corpo e, quando me chutou, eu tentei antecipar um chute no corpo, bloqueei o corpo e o chute veio alto, na cabeça. Tentei ir para a frente e o chute veio rápido. Ele fez tudo certo e eu errei.”

The post Cormier revela que não assistiu luta contra Jon Jones: “vai me fazer mal” appeared first on MMA Space.

Source: Space

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *