Treinador revela que Aldo planeja ida para o boxe: ‘Ele tem esse sonho’

Aldo quer migrar para o boxe depois do UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Aldo quer migrar para o boxe depois do UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

José Aldo sequer definiu qual será seu próximo desafio no UFC, mas o futuro de sua carreira parece já estar definido. André Pederneiras, líder da academia Nova União e principal treinador do brasileiro, voltou a afirmar que seu pupilo tem o sonho de competir profissionalmente no boxe, e por isso está planejando migrar para a arte nobre após o término de seu contrato com o Ultimate.

Veja Também

Berto quer ser contratado pelo UFC (Foto: Reprodução/Facebook AndreBerto)
Ex-campeão mundial de boxe revela desejo de migrar para o UFC

McGregor posou com Cristiano Ronaldo na academia do UFC em Las Vegas. Foto: Reprodução/Instagram
McGregor irá ultrapassar Cristiano Ronaldo em lista de atletas mais ricos

“Ele está treinando boxe porque ele tem o sonho de competir boxe profissionalmente. Se dependesse dele, ele lutaria todas as lutas restantes em seu contrato com o UFC em três meses e migraria para o boxe. Ele quer lutar boxe profissionalmente”, declarou Dedé, entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Quanto ao futuro de Aldo no UFC, a expectativa é que o ex-campeão seja escalado para algum card ainda em 2017. De acordo com Pederneiras, seu pupilo ainda sonha em reconquistar o cinturão dos penas.

“Estamos esperando o UFC. Estamos tentando arrumar essa luta, contra o Cub Swanson ou algum outro atleta. Ele quer enfrentar alguém bem ranqueado e esperar uma oportunidade de lutar pelo cinturão”, concluiu.

Aos 30 anos de idade, José Aldo é o maior campeão da história da divisão de penas. Após realizar sete defesas de cinturão, ele foi destronado ao ser nocauteado por Conor McGregor no UFC 194, em dezembro de 2015. Na sequência, ele bateu Frankie Edgar no UFC 200, em 2016, e recuperou cinturão interino da divisão até 66 kg, que se tornou linear depois de seu algoz migrar para o peso leve. No entanto, em sua última luta, no UFC 212, em junho passado, ele perdeu novamente o título ao ser nocauteado por Max Holloway “em casa”, no Rio de Janeiro. Ao todo, ele possui um cartel com 26 vitórias e somente três derrotas.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *