Cormier admite que terceira luta com Jon Jones é ‘improvável’

D. Cormier está em compasso de espera (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

D. Cormier está em compasso de espera (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Daniel Cormier admitiu sua frustração com mais um antidoping positivo do seu arquirrival, Jon Jones. DC perdeu o cinturão no UFC 214 por nocaute, mas pode reaver o título caso “Bones” seja mesmo punido pela USADA com suspensões que podem ir de dois a quatro anos segundo o histórico da organização.

Veja Também

Rogan não poupou críticas a Jones (Foto: Reprodução/Facebook JoeRogan)
Comentarista do UFC detona Jones: ‘Maior filho da p*** da história’

McGregor agradeceu Floyd pelo duelo (Foto:Reprodução/Twitter ConorMcGregor)
McGregor elogia Floyd e agradece pelo duelo: ‘Experiência incrível’

McGregor (dir) e Diaz (esq) se enfrentaram duas vezes (Foto:Reprodução/Facebook UFC)
Treinador de Nate Diaz pede US$ 30 milhões para trilogia com McGregor

Em entrevista ao programa The MMA Hour, o norte-americano admitiu que pensava em uma terceira chance de vencer Jones, mesmo tendo perdido as duas lutas anteriores, mas declarou que essa trilogia não deve acontecer, pois não pretende lutar além dos 40 anos – Cormier tem 38 anos atualmente.

“O triste é que eu realmente queria lutar contra ele novamente. Eu, simplesmente, não sei se haverá tempo. Porque no final deste processo, se houver uma suspensão, ficarei sem tempo, porque sempre disse que não vou lutar aos 40 anos (atualmente DC tem 38). Se isso for verdade (doping de Jones), como provavelmente é – porque a USADA é uma organização muito séria e eles não teriam dito nada se eles apenas tivessem dúvida – então, provavelmente vou perder tempo e a última vez que lutamos foi no UFC 214. Essa é a verdade”, comentou DC.

Apesar de provavelmente receber o cinturão de volta em caso de suspensão do (ainda) campeão, Cormier terá que viver novamente com a sombra do arquirrival em seu reinado. Antes incomodado com o fardo, o lutador da AKA garante que irá honrar o título do UFC.

“Desta vez, ele pegou o cinturão por causa do que aconteceu. Como rival, eu sei que lutamos. Mas se ele não estava lutando de forma limpa, então, como isso é justo para mim? Então, eu continuo dizendo ‘se’, porque novamente, Jon tem direito a contraprova e, se for comprovado que ele estava sujo, então não teríamos lutado de qualquer maneira. Desta forma, eu ainda teria o meu título. Assim, vou pegar o cinturão e serei um campeão orgulhoso, tal como era antes, porque vou mostrar às pessoas o que o cinturão significa”, disse DC, que garantiu manter a motivação, caso Jones seja inocentado.

“Agora, se ele voltar, não estiver sujo, então, volto para trabalhar para obter o cinturão e para que eu possa encontrar uma maneira de lutar contra ele novamente, e se tudo der certo reconquistar o título”, encerrou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *