Trator garante vitória brasileira nas preliminares do UFC Roterdã; Felipe Silva sofre nocaute brutal

Trator garantiu vitória brasileira nas preliminares (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Trator garantiu vitória brasileira nas preliminares (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Os lutadores brasileiros saíram com saldo negativo do card preliminar do UFC Holanda, realizado neste sábado (02), em Roterdã. Das seis primeiras lutas da noite, três tiveram representantes tupiniquins, mas apenas Michel Trator saiu vitorioso ao finalizar o estreante Mads Burnell no terceiro round do combate.

Veja Também

Volkov nocauteou Struve no terceiro round (Foto: Reprodução/CombatePlay)
Volkov nocauteia Stefan Struve em duelo de gigantes no UFC Roterdã

Siga os resultados do UFC Suécia. Foto: Reprodução Facebook/UFC
UFC Roterdã – Alexander Volkov x Stefan Struve – Resultados

Francimar Bodão, por sua vez, foi dominado por Aleksandar Rakic e perdeu por pontos, enquanto Felipe Silva foi brutalmente nocauteado pelo russo Mairbek Taisumov. O card ainda conta com mais uma representante brasileira, a debutante Talita Bernardo, que enfrenta a veterana Marion Reneau na porção principal.

Michel Trator domina estreante no chão e finaliza no R3

O paraense Michel Trator continua, passo a passo, cravando seu nome como uma das forças do peso leve. Com uma atuação irretocável, controlou o estreante Mads Burnell no chão durante os dois primeiros rounds e liquidou a fatura no último assalto com uma linda finalização na posição norte-sul, exatamente igual fez em seu triunfo anterior, em março deste ano. Essa foi a quinta vitória consecutiva de Trator na divisão até 70kg, a sétima no UFC – ainda tem duas derrotas. Já o dinamarquês perdeu a segunda em dez lutas profissionais.

Trator iniciando a luta combinando golpes com tentativa de queda, levando o dinamarquês para o solo ainda no primeiro minuto. Na meia-guarda, Michel tentou pegar o pescoço de Burnell, que se defendia de maneira eficiente. Mais forte fisicamente, o brasileira controlava sem dificuldades as ações por cima, raspando de um lado para o outro. Mads conseguiu se livrar e ficou em pé, mas por pouquíssimo tempo, uma vez que foi novamente levado para o chão. O cenário se repetiu até o gongo soar, com Trator batendo por cima.

Ciente da desvantagem, Burnell voltou tentando conectar diretos no brasileiro, que respondia na mesma moeda. O dinamarquês acertou um forte cruzado em Michel, que sentiu e rapidamente entrou em queda. Novamente por cima, Trator disparava cotoveladas na meia-guarda, sempre buscando a montada. Burnell tentou raspar para sair de baixo, mas a força física do rival se sobressaia. O combate morno provocou vaias do público presente na arena. Trator ainda tentou encaixar um estrangulamento nos segundos finais, mas não teve tempo para trabalhar.

O último assalto começou com trocação franca dos dois, mas Trator logo optou por novamente levar a luta para o chão. O brasileiro rapidamente foi para a posição norte-sul, laçou o pescoço de Burnell e obrigou o rival a dar os três tapinhas em desistência.

Taisumov aplica nocaute brutal em Felipe Silva 

Brutal! Assim pode ser definida a vitória de Mairbek Taisumov sobre o brasileiro Felipe Silva. Com 1m24s de luta, o russo aplicou um lindo contragolpe no queixo do brasileiro, que caiu sem os sentidos. Felipe, que tinha estreado no Ultimate com vitória por nocaute em agosto de 2016, sofreu a primeira derrota em nove lutas como profissional. Taisumov, por sua vez, emplacou seu quinto triunfo seguido no peso leve, se firmando com uma promessa da categoria.

O confronto começou estudioso, com o brasileiro tentando tomar, de maneira tímida, o controle do octógono. Taisumov acertou um forte chute na perna de Felipe, que tentou ir para cima com tudo, mas foi surpreendido com um duríssimo contragolpe de direita, que explodiu no queixo do mineiro, apagando-o imediatamente.

Francimar Bodão é dominado por estreante e perde por pontos 

Bodão foi derrotado por Rakic (Foto: Reprodução/Twitter/UFC Europe)

Bodão foi derrotado por Rakic (Foto: Reprodução/Twitter/UFC Europe)

Primeiro brasileiro a entrar em ação, Francimar Bodão não conseguiu impor seu jogo de quedas e foi facilmente dominado pelo estreante Aleksandar Rakic. Com postura agressiva e 12 anos mais jovem, o austríaco evitou as tentativas do brasileiro de levar o combate para o solo e mostrou boa desenvoltura em pé, com mãos rápidas e fortes, que chegaram a balançar o rival. Aos 25 anos, Rakic chega a sua oitava vitória consecutiva, a nona em seu cartel profissional, que conta com uma derrota. Bodão, por sua vez, perdeu pela terceira vez no UFC – ao todo, ainda soma quatro triunfos e uma luta sem resultado na organização.

O duelo começou estudioso, com os dois lutadores atacando pouco. Bodão, mesmo sem efetividade, cercava o austríaco, que tentava surpreender com overheads. Após uma tentativa de chute do brasileiro, Rakic defendeu bem e respondeu com bons golpes, com direito a um forte uppercut em Bodão, que se recuperou bem. Nos segundos finais, Francimar tentou colocar a luta para baixo, sem sucesso.

Rakic voltou mais efetivo para a segunda etapa, conectando dois bons golpes em Bodão, que não respondia. Sem conseguir colocar seu jogo em prática, o brasileiro passou a ser encurralado e facilmente acertado pelo oponente, que crescia no combate. Após três tentativas frustradas de levar a luta para o solo, Francimar, enfim, conseguiu quedar. Por cima, o brasileiro pouco trabalhou, permitindo que o austríaco ficasse novamente em pé. Nos segundos finais, Rakic acertou um bom cruzado no brasileiro, que balançou, porém se recuperou e aplicou nova queda.

O terceiro round começou em ritmo morno, sem efetividade de nenhum lado. Rakic, contudo, era quem caçava o brasileiro pelo octógono. Bodão não conseguia levar a luta para o chão, enquanto o austríaco seguia acertando o rival, que virou um alvo fixo. Bodão acertou um chute ilegal nos “países baixos” do adversário, que sentiu. Após alguns instantes da luta paralisada, Francimar voltou buscando as pernas de Rakic, que frustrava as tentativas do brasileiro.

RESULTADOS do UFC ROTERDÃ:

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Alexander Volkov derrotou Stefan Struve por nocaute técnico aos 3m30s do R3

Peso meio-médio: Siyar Bahadurzada derrotou Rob Wilkinson por nocaute técnico aos 3m10s do R2

Peso galo: Marion Reneau derrotou Talita Bernardo por nocaute técnico aos 4m56s do R3

Peso meio-médio: Leon Edwards derrotou Bryan Barberena por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Darren Till derrotou Bojan Velickovic por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso leve: Mairbek Taisumov derrotou Felipe Silva por nocaute aos 1m24s do R1

Peso leve: Michel Trator derrotou Mads Burnell por finalização (posição norte-sul) aos 1m25s do R3

Peso leve: Rustam Khabilov derrotou Desmond Green por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27)

Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Francimar Bodão por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso pena: Zabit Magomedsharipov derrotou Mike Santiago por finalização (mata-leão) 4m22s do R2

Peso pesado: Abdul-Kerim Edilov derrotou Bojan Mihajlovic por nocaute técnico aos 2m25s do R2

Peso leve: Thibault Gouti derrotou Andrew Holbrook por nocaute técnico aos 4m28s do R1

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *