Lutador brasileiro garante que não roubou banco nos EUA

S. Da Silva jurou inocência (Foto: Reprodução Facebook Cage Fury Fighting Championships)

S. Da Silva jurou inocência (Foto: Reprodução Facebook Cage Fury Fighting Championships)

O peso galo brasileiro Sérgio Da Silva, acusado de ter roubado um banco nos Estados Unidos, se defendeu através das redes sociais, garantindo sua inocência no caso e prometendo limpar seu nome. Ele chegou a ser preso por policiais, mas logo foi liberado pela Justiça norte-americana sem necessidade de pagar fiança.

Veja Também

Ronda pode ir para o telecatch (Foto: Reprodução-Facebook UFC)
Ronda grava para a WWE e aumenta rumores sobre ida para o telecatch

Werdum evitou criticar Cigano (Foto: Reprodução/Facebook FabrícioWerdum)
Werdum descarta julgar Cigano por doping: ‘Os testes são muito rígidos’

Joanna mostra novo modelo de uniformes (Foto: Divulgação)
Reebok divulga novos uniformes para os lutadores do UFC

Através de seu Facebook pessoal, o lutador ex-Bellator agradeceu o apoio de familiares e amigos, além de pedir “privacidade”. O atleta de 31 anos foi identificado por policiais após suas impressões digitais terem sido encontradas na cena do crime. O banco que foi roubado fica na mesma rua da residência de Da Silva, no bairro de Queens.

“Dia louco, para dizer o mínimo. Estou verdadeiramente tocado por todo amor e apoio que tenho recebido. Eu recebi todas as mensagens, ligações, e-mails, etc. Obrigado ao meu advogado fenomenal. Estou em casa e meu representante está trabalhando duro para esclarecer isso. Por mais que eu queira falar sobre as alegações, minha equipe legal me aconselhou para não dar nenhum detalhe até o caso acabar. Estamos seguindo todos os passos necessários. Tudo que eu peço é para todos respeitarem minha família, durante esse tempo difícil e entendam a minha distância. Eu não estou com o meu celular. Devo tê-lo nos próximos dias. Estou pronto para cooperar e limpar o meu nome. ‘Deus dá as batalhas mais duras para os guerreiros mais fortes.’ Amor é amor”, postou o brasileiro.

Da Silva lutou pela última vez no histórico Bellator 180, em 24 de junho, quando foi finalizado por estrangulamento por Matt Rizzo. O brasileiro é profissional desde 2011 e possui cartel de seis vitórias e nove derrotas, uma delas para Aljamain Sterling, uma das maiores promessas do peso galo do UFC.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *