Técnico de McGregor quer ver pupilo fazendo trilogia contra Nate Diaz

McGregor (dir) e Diaz (esq) se enfrentaram duas vezes (Foto:Reprodução/Facebook UFC)

McGregor (dir) e Diaz (esq) se enfrentaram duas vezes (Foto:Reprodução/Facebook UFC)

Principal técnico de trocação do irlandês Conor McGregor, Owen Roddy revelou que quer ver o pupilo fazendo uma terceira luta pelo UFC contra o arquirrival Nate Diaz. Após ver o irlandês ter boa apresentação contra Floyd Mayweather no boxe, Roddy vê como próximo passo natural a resolução da rivalidade com Diaz, já que cada um venceu um dos duelos que os dois fizeram.

Veja Também

Diaz já enfrentou Conor duas vezes (Foto:Reprodução/Facebook UFC)
Nate Diaz detona McGregor e UFC após derrota para Mayweather

Garbrandt (esq) enfrenta Dillashaw (dir) no UFC 217 (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Garbrandt diz que Dillashaw interrompeu carreira de lutador

VanZant revelou desmaios (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Musa do UFC revela ter desmaiado durante corte de peso

Em entrevista ao programa The MMA Hour, o treinador declarou, no entanto, que há uma grande possibilidade de o vencedor de Tony Ferguson e Kevin Lee, que disputam o título interino dos leves no UFC 216, ser o próximo adversário de “Notorious” antes de o irlandês poder resolver suas diferenças com Nate Diaz.

“Eu gostaria de ver (Conor x) Diaz 3, mas, obviamente, tem Ferguson e Lee lutando pelo cinturão interino. Se ele lutar MMA de novo, provavelmente terá que ser contra o vencedor de Ferguson x Lee. As duas lutas contra Diaz foram os melhores camps que eu já participei. Fazer isso de novo seria inacreditável. Pelo que eu percebo, os fãs gostariam de ver isso de novo”, declarou Roddy, garantindo também que apoia qualquer decisão do pupilo quanto ao seu futuro.

“Por mim, eu gostaria de vê-lo lutar tanto quanto ele gosta de lutar, porque é uma jornada impressionante. Eu estou feliz de ir onde quer que ele queira ir e de fazer o que ele quiser fazer. Se ele quiser descansar, ele vai descansar, se ele quiser lutar de novo, ele vai lutar de novo. Sempre estive ao lado de Conor em todas as suas decisões, e eu vou continuar ao seu lado nos próximos passos”, encerrou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *