Cerrone admite que não conhece Darren Till, seu próximo adversário

Cerrone lutará na Polônia (Foto: Reprodução/ Instagram DonaldCerrone)

Cerrone lutará na Polônia (Foto: Reprodução/ Instagram DonaldCerrone)

O meio-médio Donald Cerrone vem de duas derrotas no Ultimate e tentará se recuperar da má fase na luta principal do UFC Polônia, que ocorrerá em Gdansk no dia 21 de outubro. O Cowboy enfrenta o inglês Darren Till, que vem de excelente performance no UFC Roterdã do último sábado (2). Mesmo assim, o norte-americano admite que nunca ouviu falar de seu próximo oponente.

Veja Também

donald-cerrone-darren-till-620x3591
Donald Cerrone enfrenta Darren Till na luta principal do UFC Polônia

McMann (foto) enfrenta Ketlen Vieira (Foto: Reprodução Facebook UFC)
McMann diz estar preparada caso precise substituir Amanda

Valentina (esq) é favorita contra Amanda (dir) (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Valentina é favorita contra Amanda Nunes nas apostas para o UFC 215

Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, Cerrone declarou que já sabia há alguns dias que iria lutar na Polônia e estava apenas à espera de um adversário. Ele admitiu que não sabe “absolutamente nada” sobre Till, que está invicto na carreira e treina em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com a Astra Fight Team.

“Absolutamente nada. Não sei nada sobre ele. Nunca vi nenhuma luta dele e nem sei de onde ele vem. Eu já havia dito que iria lutar, independente do adversário. Eu queria lutar em Las Vegas no último evento do ano, mas queria uma outra luta antes, então eu sugeri a eles de lutar na Polônia. Eles perguntaram se eu não me importava em lutar em um evento que só vai passar no Fight Pass (serviço de assinatura do UFC) e eu disse que não”, comentou Cerrone, que declarou também estar interessado em enfrentar Santiago Ponzinibbio ou Gunnar Nelson e diz não estar pressionado pelas derrotas.

“Nunca disse não, estou interessado em todas essas lutas que vocês mencionaram. Luto com qualquer um, é só assinar o contrato (…) Não me sinto mal, estou como sempre. Quero lutar e estou bem mentalmente, da mesma forma que estaria se estivesse vencido as duas últimas lutas”, encerrou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *