Inconformada com derrota, Valentina pede ‘revanche’ e provoca Amanda: ‘Ela não venceu’; confira

Assim que terminou o confronto com a campeã Amanda Nunes, Valentina Shevchenko demonstrava otimismo quanto a decisão dos jurados. No entanto, após ouvir que havia perdido por decisão dividida, o title shot na luta principal do UFC 215, no último sábado (9), “Bullet” se irritou. A desafiante apontou que tinha vencido e, na coletiva de imprensa, afirmou que quer a revanche e vai falar com o UFC.

“Quero o meu cinturão, quero uma terceira luta contra a Amanda porque eu não acho que perdi. Eu sei que foi a minha luta. Se eu tiver que enfrentá-la de novo, sei que vou ganhar. Agora é difícil de dizer, porque o UFC precisa de um tempo para analisar, mas eu vou pedir pela revanche. Eu sei que ela sabe que não venceu essa luta. Ela não venceu. Se eu puder, vou apelar, porque não concordo. Mas por experiência, eu sei que se os juízes não costumam mudar sua opinião depois da luta”, contou Valentina, que seguiu a análise afirmando que venceu três rounds.

“Eu respeito a decisão dos juízes, mas não concordo com o resultado. Acho que levei a melhor em três rounds. O primeiro round foi parelho, o segundo, terceiro e quarto eu venci, e estava vencendo o quinto, mas acho que os juízes deram pra ela por conta da queda. No último round ela conseguiu apenas uma queda e não fez mais nada. Ainda assim, eu não discordo da vitória dela no quinto, mas mesmo por baixo eu estava acertando mais socos e ela apenas segurando a posição, nada mais. Eu estou frustrada com a decisão. Ela não teve uma vitória clara. Foi uma luta mais técnica, mas você pode comparar o meu rosto com o dela e ver quem acertou mais socos. Eu levei pontos na minha canela porque a acertei e acho que pegou o dente dela e cortou. Eu não concordo mesmo. Essa luta foi minha”, encerrou.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC 215
Edmonton, Canadá
Sábado, 9 de setembro de 2017

Card principal 
Amanda Nunes derrotou Valentina Shevchenko por decisão dividida dos jurados
Rafael dos Anjos finalizou Neil Magny com um katagatame no 1R
Henry Cejudo derrotou Wilson Reis por nocaute técnico no 2R
Ilir Latif derrotou Tyson Pedro por decisão unânime dos jurados
Jeremy Stephens derrotou Gilbert Melendez por decisão unânime dos jurados

Card peliminar
Ketlen Vieira finalizou Sara McMann com um katagatame no 2R
Sarah Moras finalizou Ashlee Evans-Smith com uma chave de braço no 1R
Rick Glenn derrotou Gavin Tucker por decisão unânime dos jurados
Alex White derrotou Mitch Clarke por nocaute técnico no 2R
Arjan Bhullar derrotou Luis Henrique KLB por decisão unânime dos jurados
Kajan Johnson derrotou Adriano Martins por nocaute técnico no 3R

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *