Após derrota por nocaute, Serginho pega gancho médico de dois meses

S. Moraes (esq) foi noauteado por K. Usman (dir) Foto: Reprodução Facebook UFC

S. Moraes (esq) foi noauteado por K. Usman (dir) Foto: Reprodução Facebook UFC

O brasileiro Serginho Moraes foi superado por Kamaru Usman no UFC Pittsburgh do último sábado (16), ao ser nocauteado no primeiro round. O soco que levou do nigeriano fez com que médicos da Comissão da Pensilvânia decidissem suspendê-lo por dois meses, para permitir que o meio-médio se recupere totalmente do nocaute antes de voltar ao octógono.

Veja Também

Durinho (foto) comemora vitória no UFC Pittsburgh. Foto: Reprodução / Twitter / UFC_Brasil
Durinho vence e Serginho Moraes é nocauteado no UFC Pittsburgh

R. Assunção volta em novembro (Foto: Reprodução Instagram ufc_brasil)
Raphael Assunção retorna contra Matthew López no UFC Norfolk

reproducao-twitter-btsportufc1
Ultimate oficializa Ferguson x Lee como luta principal do UFC 216

Isso significa que ele não poderá ser chamado para lutar novamente nos próximos 60 dias. Além dele, outro atleta envolvido no evento recebeu o mesmo gancho: Jason Saggo, que também foi nocauteado, pelo brasileiro Gilbert Durinho em duelo peso leve. Krzysztof Jotko e Alex Reyes também sofreram nocautes brutais, de Uriah Hall e Mike Perry, respectivamente, e também foram afastados por dois meses.

A Comissão da Pensilvânia também suspendeu alguns atletas por períodos mais curtos. Casos de David Branch, que precisou pedir para o árbitro parar a luta principal contra Luke Rockhold. Ex-campeão de duas categorias no WSOF, o norte-americano foi suspenso por 45 dias, assim como Hector Lombard, derrotado por Anthony Smith. Outros quatro lutadores foram suspensos por um mês: Gregor Gillespie, Uriah Hall, Jason González e Anthony Hamilton. Por fim, Zu Anyanwu foi suspenso indefinidamente, e precisa da autorização de um oftalmologista para retornar ao octógono.

Source: Portal da Luta

Vídeo: sem luta, Cyborg impressiona em treino de Muay Thai singular na Tailândia

Em meio a toda polêmica sobre quem será sua próxima adversária, Cris Cyborg segue treinando de olho na sua primeira defesa de cinturão no UFC. E treinando forte. Em vídeo divulgado no seu canal no YouTube, a campeã peso-pena aparece em um treinamento de Muay Thai “diferente e extremo”, conforma a própria descrição, na academia Phuket Top Team, na Tailândia. E aí, você teria gás para puxar um “treininho” desses com Cyborg?

Confira o vídeo e opine:

Source: Tatame

Raphael Assunção retorna contra Matthew López no UFC Norfolk

R. Assunção volta em novembro (Foto: Reprodução Instagram ufc_brasil)

R. Assunção volta em novembro (Foto: Reprodução Instagram ufc_brasil)

O brasileiro Raphael Assunção já tem mais um adversário em sua busca pela chance de título no peso galo. Ele irá enfrentar Matthew López no UFC Norfolk, que acontece nos Estados Unidos, no dia 11 de novembro. A informação é do site da emissora norte-americana ESPN, que também confirmou um duelo peso leve entre Sage Northcutt e Michael Quinones para o mesmo evento.

Veja Também

reproducao-twitter-btsportufc1
Ultimate oficializa Ferguson x Lee como luta principal do UFC 216

Cyborg ironizou possível duelo com Ronda (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)
Cyborg ironiza possível duelo com Ronda: ‘Podemos fazer isso na WWE’

S. Miocic (foto) aceitaria duelo com Jones (Foto: Reprodução/Twitter/StipeMiocic)
Miocic garante que teria enfrentado Jones: ‘Sem problemas’

Raphael vem de duas vitórias consecutivas contra atletas bem conceituados na divisão, superando Marlon Moraes, ex-campeão do WSOF, e a promessa Aljamain Sterling, ambas por decisão. Número quatro do ranking peso galo do UFC, Assunção se recuperou este ano da derrota sofrida para o ex-campeão TJ Dillashaw, no UFC 200 do ano passado.

Já López é apenas o número 14 do ranking e entrou recentemente entre os 15 melhores do peso galo ao surpreender com vitória sobre o veterano brasileiro Johnny Eduardo, no UFC 212, no Rio de Janeiro. Foi o segundo triunfo seguido de Matthew López, que havia superado Mitch Gagnon – antes disso ele perdeu para o brasileiro Rani Yahya por finalização.

O UFC Norfolk terá, na luta principal, um duelo peso leve entre Anthony Pettis, ex-campeão da categoria, e Dustin Poirier. Outros brasileiros no card incluem Cezar Mutante, que enfrenta Nate Marquardt, o peso pesado Júnior Baby, que mede forças com o ex-campão da divisão Andrei Arlovski, além de Marlon Moraes e Viviane Sucuri, que pegam John Dodson e Tatiana Suárez, respectivamente.

Source: Portal da Luta

Shogun pede ‘desculpas’ por deixar UFC Japão e detalha drama com lesão; saiba

Um dos grandes ícones do MMA brasileiro no Ultimate, Maurício Shogun iria protagonizar a luta principal do UFC Japão ao lado de Ovince St-Preux, na próxima sexta-feira (22), mas precisou deixar o card por conta de uma lesão no joelho. Com isso, foi substituído pelo japonês Yushin Okami. Nas redes sociais, o ex-campeão dos meio-pesados fez um comunicado aos fãs e disse que tentou de todas as formas não abandonar a luta. Além de pedir desculpas a todos os envolvidos no combate, afirmou que estava ansioso para voltar a lutar no país que o consagrou, na época em que ainda atuava no extinto PRIDE.

Confira abaixo:

Lutar tem sido a minha vida há mais de 15 anos. É o que eu escolhi pra mim e o que amo fazer. Pra mim é muito difícil ter que sair de uma luta, muito mesmo, e aceitar que isso era a única alternativa viável não foi nada fácil. Infelizmente, ainda no começo desse Camp, machuquei meu joelho. Passei todo meu Camp fazendo tudo que estava ao meu alcance pra poder lutar no dia 23 de Setembro (22 no Brasil), e treinei o tempo todo na base de remédios, proteção no joelho, gelo e fisioterapia. Fui além do limite porque voltar a lutar no Japão é algo que eu sonhava há muito tempo, porque não queria decepcionar os fãs, e porque fui criado assim nas artes marciais pelo meu mestre. Já subi pra lutar lesionado diversas vezes na carreira, e não faltou esforço e tentativa. Mas Infelizmente todo o esforço só acabou por agravar as lesões, e chegou um momento em que a minha equipe e eu tivemos que aceitar que não haviam mais alternativas, e tive que sair da luta. Não foi fácil. Quero pedir desculpas ao meu adversário, já estive na mesma situação inclusive quando nos enfrentamos a primeira vez, e sei que nunca é fácil, e principalmente pedir desculpas ao público, especialmente a todos aqueles que estavam ansiosos aguardando essa luta. Vou cuidar da minha recuperação agora, curar minhas lesões e voltar mais forte. Os desafios são colocados na nossa frente todos os dias, e o que realmente importa é como a gente os enfrenta. Obrigado pelo carinho de todos. Fighting has been my life for more than 15 years. It’s what I have chosen for myself, and what I love to do. For me it’s really hard to have to step out of a fight, really difficult, and to accept that this was the only viable alternative wasn’t easy at all. Unfortunately, still early in this camp, I injured my knee. I spent all Camp doing all within my reach to be able to fight on September 23rd, trained the whole time under medication, protection in my knee, ice and physical therapy. I went beyond my limit because fighting in Japan again is something I have been dreaming about for a long time… (Due to Instagram limitations, please visit my official Facebook page for the full English translation)

Uma publicação compartilhada por Shogun Rua (@shogunoficial) em

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Source: Tatame

Cris Cyborg ironiza possível luta com Ronda Rousey

Foto: Jason Silva-USA TODAY Sports

Foto: Jason Silva-USA TODAY Sports

O sonho de subir no octógono contra Ronda Rousey não pertence mais a Cris Cyborg. Após o treinador da ex-campeã falar que queria ver a sua pupila enfrentando a curitibana, a detentora do título dos penas do UFC garantiu que não vê mais motivos para fazer a luta acontecer.

Nas suas redes sociais, Cyborg afirma que está em outro patamar, ironicamente, minimiza a qualidade de Edmond Tarverdyan, técnico de Ronda, e sugere que o confronto aconteça no WWE, empresa americana de entretenimento:

“Ouvi dizer que o treinador da Ronda Rousey disse no MMA Fighting que ele gostaria de ver o seu retorno para mais uma luta … contra mim. Eu pensei e gostaria de compartilhar meus pensamentos sobre isso. Se Ronda voltar para apenas mais 1 luta, acho que deveria ser contra o Miesha Tate. Quando eu queria lutar contra ela, era porque ela estava no topo de sua carreira e ela tinha toda a confiança no mundo. Ela não tinha sido KO’ duas vezes seguidas e algumas pessoas realmente diziam que ela poderia vencer o Floyd Mayweather em uma luta.

Eu queria muito esse desafio que quase me matei tentando baixar o peso mais leve possível apenas para dar essa luta aos fãs, e ela deu todas as desculpas para que isso não acontecesse. Ambos estamos agora em diferentes capítulos em nossas carreiras e para mim esse capítulo está finalizado.

“Agora, se ela quer fazer uma boa luta pelos fãs, podemos fazer isso na WWE. Caberia perfeitamente para ela ir a Hollywood e, para mim, seria outro desafio na minha carreira. É algo brilhante! Seu treinador encaixaria perfeitamente em seu canto na WWE, ele não é mais do que uma piada”

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

The post Cris Cyborg ironiza possível luta com Ronda Rousey appeared first on MMA Space.

Source: Space

Ultimate oficializa Ferguson x Lee como luta principal do UFC 216

Pôster oficial do UFC 216 divulgado (Foto: Reprodução Twitter btsportufc)

Pôster oficial do UFC 216 divulgado (Foto: Reprodução Twitter btsportufc)

Nem a entrada do duelo pelo título linear do peso mosca, entre Demetrious Johnson e Ray Borg, mudou o status de Tony Ferguson x Kevin Lee. O combate, válido pelo título interino dos leves, permanece como atração principal do UFC 216, marcado para o próximo dia 7 de outubro, em Las Vegas.

Veja Também

S. Miocic (foto) aceitaria duelo com Jones (Foto: Reprodução/Twitter/StipeMiocic)
Miocic garante que teria enfrentado Jones: ‘Sem problemas’

Lineker vai lutar dia 28 de outubro (Foto: Reprodução/Facebook JohnLineker)
John Lineker busca recuperação contra Marlon Vera no UFC São Paulo

Bisping revelou dúvidas sobre futuro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Bisping admite que pode se aposentar após luta contra St. Pierre

O Ultimate divulgou o pôster oficial em que o destaque maior é dado a Ferguson e Lee, confirmando que Johnson x Borg sera a luta co-principal da noite. Fãs criticaram o “rebaixamento” do título peso mosca, já que além da disputa ser pelo cinturão linear e não interino, o duelo pode ser histórico para Demetrious Johnson. Em caso de vitória, “Mighty Mouse” se tornará o campeão com mais defesas seguidas de cinturão na história.

Atualmente, Johnson divide o recorde com Anderson Silva: ambos defenderam seus títulos por 10 vezes. Caso vença Ray Borg, DJ se isolará como o campeão mais dominante da história do UFC. Apesar de rumores darem conta de que ele pode subir para o peso galo após Borg, o norte-americano garantiu recentemente que pretende “pulverizar” o recorde, chegando a 15 ou 16 defesas seguidas do seu cinturão.

Além das duas lutas pelo título, o UFC 216 também marca o retorno do brasileiro Fabricio Werdum, que buscará se recuperar da derrota para Alistair Overeem diante de Derrick Lewis.

Source: Portal da Luta

Mackenzie revela mudança de divisão e retorna ao cage em outubro, pelo LFA 24

Apesar do início com três vitórias em três lutas, nem tudo foram floras para Mackenzie Dern em sua jornada no MMA. Atuando pela categoria peso-palha, a lutadora sofria constantemente com problemas para bater o limite da divisão, de 52kg. Por isso, para o seu quarto desafio nas artes marciais mistas, a faixa-preta campeã mundial de Jiu-Jitsu anunciou que está subindo para o peso-mosca, categoria com um limite 5kg maior.

Em suas redes sociais, além de compartilhar a mudança de divisão, Mackenzie também revelou que irá voltar ao cage no dia 13 de outubro, pelo evento LFA 24, em Phoenix, nos Estados Unidos. Sua adversária será Mandy Polk, dona de três vitórias e três derrotas.

“Muito feliz em anunciar que a minha próxima luta de MMA será no dia 13 de outubro, pelo LFA. Lutarei nos 56,7kg e o melhor é que será em Phoenix. Estou muito empolgada para ter toda a torcida para essa luta”, escreveu a lutadora, que nasceu na capital do Arizona.

Vale lembrar, porém, que antes do seu quarto duelo no MMA, Mackenzie Dern tem presença confirmada no ADCC 2017, considerado o maior evento de luta agarrada do mundo, que acontece neste final de semana (23 e 24), em Espoo, na Finlândia.

Confira o post original abaixo:

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Source: Tatame

Campeão na etapa de Tóquio, Thalison Soares mira Grand Slam de Los Angeles e diz: ‘Estrutura incrível’

Por Yago Rédua

Atual campeão mundial na faixa-roxa, Thalison Soares participou da primeira etapa do Grand Slam da UAEJJF em Tóquio (JAP), em julho, e garantiu a medalha dourada. A promessa da Cícero Costha tem como objetivo conquistar o ranking da Federação dos Emirados Árabes nesta temporada, e por isso se prepara para disputar a edição de Los Angeles (EUA), que acontece neste fim de semana (23 e 24). Em entrevista à TATAME, o lutador contou sobre a sua preparação para a competição e o nível do circuito.

“Meus treinos não mudam, venho fazendo a mesma preparação de sempre. Não treino para um evento só, treino para vida. O nível está altíssimo (do Grand Slam), só está no início a corrida (pelo ranking), muita coisa vai acontecer ainda”, disse Thalison.

A respeito da estrutura do evento, Thalison fez elogios a etapa de abertura do Grand Slam em solo japonês. O pupilo dos irmãos Miyao afirmou que é importante esse aspecto de valorizar os lutadores com premiações em dinheiro, ainda mais nas variadas faixas.

“Foi maneiro poder competir lá (em Tóquio) e conhecer a cultura japonesa. Fiz boas lutas e fui campeão. Eu admiro bastante a Federação (UAEJJF) por valorizar todos os atletas, pagando premiação para todas as faixas, o que algumas federações já estão fazendo, mas o diferencial é que eles pagam na categoria dando oportunidade para nós, que somos mais leves, podermos tirar uma boa premiação, sem ter que nos arriscar em absolutos. As estruturas dos eventos são incríveis”, disse o faixa-roxa, que seguiu o pensamento sobre a falta de remuneração em algum dos principais campeonatos de Jiu-Jitsu do mundo.

“É algo muito bom ser campeão mundial. É algo muito difícil de se fazer, principalmente na faixa preta, onde só têm caras duros. Mas ser campeão e no final não ter uma remuneração fica difícil, acredito que por isso que muitos atletas migram para o MMA”.

Source: Tatame

Miocic garante que teria enfrentado Jones: ‘Sem problemas’

S. Miocic (foto) aceitaria duelo com Jones (Foto: Reprodução/Twitter/StipeMiocic)

S. Miocic (foto) aceitaria duelo com Jones (Foto: Reprodução/Twitter/StipeMiocic)ve

Campeão peso pesado do UFC, Stipe Miocic ficou perto de fazer uma das maiores lutas da história do esporte. Dana White, presidente da organização, revelou que pretendia casar Miocic contra Jon Jones, antes do ex-dono do cinturão meio-pesado cair em exame antidoping. O croata-americano garantiu que teria aceitado duelar contra Jones, tido como um dos melhores de todos os tempos.

Veja Também

Ferdinand, aos 38 anos, quer lutar boxe (Foto: Reprodução/Facebook RioFerdinand)
Ex-zagueiro do Manchester United irá migrar para o boxe profissional

Bate-Estaca vai enfrentar Gadelha no UFC Japão (Foto: Reprodução/Combateplay)
Bate-Estaca lamenta ter que enfrentar Gadelha: ‘Sobrou nós duas’

Bisping revelou dúvidas sobre futuro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Bisping admite que pode se aposentar após luta contra St. Pierre

“Eu não tinha a menor ideia de que havia essa possibilidade (de enfrentar Jon Jones). Olhe bem, normalmente eu sou o último a saber das coisas, o que está bom. Se eles quisessem me colocar contra Jones, eu teria aceitado. Não ligo para isso, sem problemas, mas isso nunca chegou a mim. Não tinha ideia, não é piada”, declarou Miocic ao programa norte-americano The MMA Hour.

Caso vença sua próxima luta, o campeão baterá o recorde de maior número de defesas de cinturão do peso pesado. Porém, Miocic tem sempre em mente que um golpe pode mudar tudo, principalmente em sua categoria. O croata-americano quer voltar em dezembro ou janeiro, mas não escolhe oponente.

“Há muitos caras perto de uma chance pelo título. Tudo pode acontecer nessa categoria em qualquer momento, sabe? É isso que é assustador sobre tudo isso. Não importa a sua qualidade, você pode cair a qualquer momento. Não falamos nada ainda sobre um oponente e não ligo para isso, mas pretendo voltar em dezembro ou janeiro”, revelou.

Source: Portal da Luta

Cyborg ironiza possível duelo com Ronda: ‘Podemos fazer isso na WWE’

Cyborg ironizou possível duelo com Ronda (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Cyborg ironizou possível duelo com Ronda (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Cris Cyborg parece não estar muito afim de enfrentar Ronda Rousey. Após Edmond Tarverdyan, treinador da estrela norte-americana, revelar que gostaria de ver sua pupila enfrentando a brasileira, a atual campeã peso pena do UFC garantiu que não vê motivos para esse duelo acontecer, afirmando estar em um nível superior à Ronda.

Veja Também

ronda-reproducao-fb23
Técnico quer que Ronda Rousey volte ao UFC para enfrentar Cyborg

Cyborg pode migrar para o boxe (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Com contrato com o UFC perto do fim, Cyborg recebe licença para lutar boxe

“Se Ronda quiser voltar para uma briga, acredite que é melhor para ela lutar contra Miesha Tate. Estou em outro estágio da minha carreira. Eu queria lutar contra Ronda quando ela estava psicologicamente bem e confiante”, declarou, através de seu Instagram oficial.

Embora não esteja interessada em medir forças com Ronda no UFC, Cyborg não descartou enfrentar a loira. De maneira irônica, a curitibana minimizou as qualidades de Tarverdyan como treinador e sugeriu que o confronto com Rousey aconteça no WWE, empresa de entretenimento.

“Agora, se ela quer fazer uma boa luta pelos fãs, podemos fazer isso na WWE. Caberia perfeitamente para ela ir a Hollywood, e para mim seria outro desafio na minha carreira. É algo brilhante, seu treinador encaixaria perfeitamente em seu canto na WWE, ele não é mais do que uma piada”, concluiu.

Source: Portal da Luta