Bisping relembra treinos com St. Pierre: ‘Ele é uma fraude’

Bisping (esq) pega GSP (dir) em novembro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

Bisping (esq) pega GSP (dir) em novembro (Foto: Reprodução/Youtube UFC)

A menos de dois meses do UFC 217, o inglês Michael Bisping segue com a rotina de provocações para cima de Georges St. Pierre, seu adversário na luta principal do evento, que ocorre em Nova York no dia 4 de novembro. Desta vez, o campeão peso médio criticou o rival por achar que pode vencê-lo, lembrando de quando treinaram.

Veja Também

Duelo acontecerá dia 4 de novembro (Foto: Divulgação/UFC)
Algoz de McGregor, Duffy enfrenta James Vick no UFC 217, em Nova York

Anderson e Gastelum se enfrentam dia 25 de novembro (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)
Vídeo: Anderson Silva e Gastelum fazem a primeira encarada antes do duelo

E. Tarvedyan (esq) conversa com R. Rousey (dir) Foto: Reprodução Facebook Ronda Rousey)
Técnico de Ronda explica ‘sumiço’ da pupila antes do UFC 207

Segundo Bisping, GSP só aceitou enfrentá-lo porque os dois treinaram juntos há “muito tempo”, quando o canadense levou a melhor. O inglês garante, no entanto, ter evoluído muito desde então e desdenhou do ex-campeão.

“Nós treinamos juntos há muito, muito tempo atrás e ele me venceu. Eu não sabia dar uma droga de um double leg (tipo de queda). Então, ele acha que pode me vencer. Ele não quis lutar com o Anderson Silva, quando ele era o campeão. Ele não quis lutar com o Luke Rockhold, quando ele era o campeão. Então ele me vê como uma escolha fácil. Por isso que ele está tão focado em mim. E por todo esse falatório, eu digo que Georges é uma farsa. E o Canadá, que o vê como o campeão deles. O campeão canadense é uma maldita farsa”, declarou Bisping, em entrevista ao programa norte-americano The MMA Hour, reiterando que GSP cometeu um erro ao voltar da aposentadoria.

“Se você quiser deixar um verdadeiro legado, você precisa ganhar o cinturão, defender algumas vezes e se aposentar como um campeão. Não tem nada melhor que isso. É por isso que eu estou dizendo que o Georges deveria ter feito isso. Ele cometeu um erro. Ele foi levado pelos holofotes. É claro que o dinheiro é bom, todo mundo quer ganhar dinheiro, então eu tenho certeza que é por isso que ele está voltando, mas isso não importa”, encerrou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *