Em liberdade condicional, irmão de Fedor retorna ao MMA e vence brasileiro com nocaute; assista

Na última quarta-feira (27), em Moscou, na Rússia, aconteceu o World Fighting Championship Akhmat 42, o WFCA, com a presença de sete brasileiros. Porém, apenas Delson Pé de Chumbo venceu, com os outros seis saindo derrotados. Em um dos duelos mais importantes do card, Aleksander Emelianenko, irmão mais novo da lenda Fedor, marcou seu retorno ao cage com polêmico nocaute técnico sobre Gerônimo Mondragon.

O peso-pesado russo atuou pela primeira vez após conquistar liberdade condicional da Justiça local em outubro de 2016. O lutador recebeu uma pena de quatro anos e meio por ter agredido e forçado sua empregada doméstica a ter relações sexuais com ele, de acordo com as investigações. No cage, Aleksander agiu rápido e conectou uma série de golpes no brasileiro, levando à interrupção do combate em 36 segundos. Mondragon, porém, não se confirmou com a escolha e questionou a decisão do árbitro após o encerramento.

O único triunfo brasileiro veio com a finalização de Delson Pé de Chumbo em cima de Nodar Kudukhashvili, ainda no primeiro round, com um ajustado mata-leão. O faixa-preta de Jiu-Jitsu voltou a vencer no MMA, após duas derrotas para Salamu Abdurahmanov e Gasan Umalatov. Agora, Delson soma 30 vitórias e dez reveses no seu cartel.

Os outros brasileiros, entretanto, não tiveram o mesmo destino. Na luta principal, Fabiano Jacarezinho perdeu por decisão unânime para Mikhail Malyutin. Dirlei Mão de Pedra, Betão Nogueira e Flávio Magon também foram derrotados na decisão dos árbitros para Maxim Grishin, Said Nurmagomedov e Zaurbek Bashaev, respectivamente. Já o ex-UFC Ildemar Marajó, que não vive uma boa fase no MMA, foi nocauteado por Alexey Efremov.

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *