‘Patrício Pitbull’ x Nelson Nedy, promessa do MMA feminino e outros motivos para assistir ao WOCS 47

No próximo sábado o WOCS realiza a sua 47ª edição, que terá como palco o luxuoso Hotel Laghetto Stilo, em frente à praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O evento carioca, considerado um dos maiores do cenário nacional, tem como tradição servir de vitrine para os novos talentos mostrarem alcançarem um bom contrato com grandes eventos internacionais. E desta vez não será diferente.

Além dos já tradicionais duelos amadores, a organização presidida por Tatá Duarte e Phillip Lima ainda apresenta 13 lutas profissionais. Na principal, um duelo entre os meio-médios Oton Jasse e Renan Altamiro, que participaram da coletiva de imprensa realizada na última quarta-feira, e prometeram uma verdadeira batalha.

Oton Jasse e Renan Altamiro fazem a luta principal – Foto: Leonardo Fabri

“Luto por amor. Certamente ele é um cara bem duro, já vi umas lutas dele, e espero que ele esteja preparado, porque vai ser uma guerra”, promete Altamiro.

“Vi lutas dele, não cheguei a estudar muito, porque eu treino para qualquer um, não só para um adversário específico, e espero que ele esteja preparado, porque se é guerra que ele quer, é guerra que ele vai ter”, rebateu Jasse.

Promessa brasileira no MMA feminino, Patrício Pitbull vs Nelson Nedy, jovem talento do Muay Thai e lutador acostumado a levar knockdowns e se recuperar são outros destaques do card

Polyana Viana pode estar a uma vitória do UFC – Foto: Leonardo Fabri

Numa das lutas mais aguardadas do evento, a paraense Polyana Viana, ex-campeã do Jungle Fight na categoria até 52kg, enfrenta Pamela Pitbull em busca da quinta vitória consecutiva e um possível contrato com o UFC.

O maranhense Patrício Lima, apelidado de Pitbull por conta do nome de sua primeira equipe e também por ter sido vítima de um ataque de cachorro que quase tirou sua vida há cerca de cinco anos, encara Nelson Nedy. Patrício Pitbull não é aquele campeão do Bellator e nem Nelson Nedy não é o saudoso cantor que sofria de nanismo.

Talento brasileiro no Muay Thai, Jansey Jones vai para sua segunda luta de MMA profissional, e busca a segunda vitória. Apelidado por tailandeses de “Jon Jones Branco”, ele pretende fazer com Rômulo Correa o que o Jon Jones original fez com seus adversários no UFC, ou seja, vencer sem deixar dúvidas.

Com cinco vitórias em seis lutas realizadas, Charles Henrique tem o apelido de Blackout por apagar seus adversários, mas por sofrer alguns knockdowns durante suas lutas e, mesmo assim, se recuperar para sair vitorioso. Neste sábado ele encara Wagner Rocha.

Dificuldades de se manter um evento de alto nível no Brasil

Phillip Lima e Tatá Duarte chegam à 47ª edição do WOCS – Foto: Leonardo Fabri

Ainda durante a coletiva de imprensa no Hotel Laghetto Stilo, Tatá Duarte e Phillip Lima comentaram sobre a dificuldade que passam como promotores de evento e explicaram a importância de não desistir.

“Para se ter uma ideia, nós tínhamos em média 15 patrocínios, e foi diminuindo até a chegar a nenhum”, lamentou. “Mas abraçamos a causa. Temos uma equipe, precisamos fomentar o esporte, porque, diferentemente de muitos, a gente realmente trabalha e vivencia isso todo dia”, declarou Phillip Lima.

“Todos os grandes eventos meio que frearam”, disse Tatá Duarte. “A gente não vive de UFC, a gente vive de evento nacional, evento pequeno, médio porte… o cenário de evento grande no Brasil não existe. Eu já fiz, mas não cabe mais, tanto que eu parei de fazer. O cenário está difícil ainda, é uma luta fazer evento, é uma luta lutar o evento, porque evento no Brasil não dá dinheiro, eles lutam porque é o que eles gostam, é o sonho deles”, analisou Tatá Duarte.

As lutas profissionais do WOCS serão transmitidas ao vivo pelo Esporte Interativo.

WOCS 47 – Dia 07/10/2017, a partir das 17h
Local: Hotel Laghetto Stilo Barra
Endereço: Av. Lúcio Costa, 5650 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22630-012
Card Amador e Preliminar – Início às 17h
Card Principal – Início às 21:30h

CARD PRINCIPAL
Oton Jasse (TFT) x Renan Altamiro (Altamiro Team)
Charles “Blackout” Henrique (TFT/CB) x Wagner Rocha (BMT)
Alexandre “Baixinho” Barros (Baixinho Team) x Adão Junior Silva (RMT)
Polyana Viana (TFT) x Pamela “Pitbull” (KL Fight)
Patrício “Pitbull” Lima (TFT) x Nelson “Nedy” Sousa (Gladiadores)
Jansey “Jones” Silva (TFT) x Rômulo Correa (Gladiadores)
Renan Costa (TFT) x Douglas Barbosa (Brazilian Muay Thai)

CARD PRELIMINAR
Edcarlos “Peixe” Ferreira (TFT) x Paulo Roberto (Relma Combat)
Hugo “Silverback” Cunha (TFT) x Antônio “Bebezão” (RMT)
Mateus “Magriça” Brauns (TFT) x Leandro Vieira (Art Fighters)
Igor “Pescocinho” Maraçat (TFT) x Lucas Tenório (Caverna Team)
Rudson Caliocane (TFT) x Caionã “Blade” Batista (Gladiadores)
Shelton Araújo x Marcos (TFT) x Vinícius “Monstro” (Nova União Cachambi)

CARD AMADOR
Israel Pessoa (TFT) x Pedro Henrique Pereira (Serpente Thai)
Mumuzinho (TFT) x Vitor Yoshida (Nova União Cachambi)
Cristiano “Billy” (TFT) x Tiago Gerônimo (Relma Combat)
Lenon Rodrigues (TFT/CBT) x Vitor Teixeira (Relma Combat)

 

O post ‘Patrício Pitbull’ x Nelson Nedy, promessa do MMA feminino e outros motivos para assistir ao WOCS 47 apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *