UFC 216: Em luta movimentada, Ferguson finaliza Lee e conquista o cinturão interino dos leves

Ferguson é o campeão interino do peso leve (Foto:Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Ferguson é o campeão interino do peso leve (Foto:Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Foram necessárias dez vitórias consecutivas na categoria considerada s mais disputada de todas, mas Tony Ferguson conseguiu, enfim, conquistar o primeiro de seus objetivos no peso leve: o cinturão interino. Com uma atuação dominante, El Cucuy finalizou Kevin Lee com um triângulo aos Xm do terceiro round na luta principal do UFC 216, na madrugada deste domingo (08), em Las Vegas (EUA), e levou o título para casa, garantido seu lugar no seleto grupo de campeões do Ultimate. O feito, contudo, não o garante como próximo oponente de Conor McGregor, uma vez que o irlandês, atual detentor da cinta linear da divisão até 70kg, segue com o futuro indefinido.

Veja Também

Johnson defendeu o cinturão pela 11ª seguida (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
UFC 216: Johnson finaliza Borg, mantém o cinturão pela 11ª vez e quebra recorde de Anderson Silva

Werdum finalizou Harris no primeiro round (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
UFC 216: Com atuação impecável, Werdum finaliza Harris e pede luta pelo cinturão

Poliana estreou no UFC com vitória (Foto:Reprodução/InstagramUFCBrasil)
UFC 216: Poliana Botelho estreia com vitória; Thales Leites é dominado por Brad Tavares

“É incrível! Foi exatamente como eu queria. Eu queria que ele viesse pra cima, gastasse toda sua energia e não tivesse como escapar da finalização”, declarou Ferguson, ainda no octógono, antes de desafiar McGregor.

“Cadê você, McNuggets? Seu m***! Vou dar uma surra em você! Venha tentar tirar o cinturão de mim!”, esbravejou o novo campeão.

Aos 33 anos, Tony alcançou a expressiva marca de dez triunfos em sequência e defendeu uma invencibilidade que já dura mais de cinco anos. Vencedor do TUF 13, ele soma 13 resultados positivos e somente um negativo na franquia. Lee, por sua vez, teve quebrada uma série de cinco bons resultados e amargou seu terceiro revés em 12 duelos na casa.

A luta 

O combate começou com muito estudo de ambas as partes, com Tony conectando bons golpes. O clima ‘esquentou’ com um forte chute de Kevin Lee, que balançou Ferguson. Lee foi para cima com tudo, mas foi surpreendido com um cruzado de Tony, que acertou em cheio. Lee aplicou a queda, mas Ferguson rapidamente aplicou um triângulo no rival, que conseguiu se defender e caiu na guarda. Kevin, por cima, foi para a posição norte-sul, raspou para a meia-guarda e rapidamente foi para a montada. Lee passou a aplicar uma saraivada de golpes em Ferguson, que foi salvo pelo gongo.

Ferguson voltou para o segundo round mais ativo, conectando bola golpes em Lee, que não conseguia responder. Ferguson passou a crescer no combate e acertar Lee com certa facilidade, ditando o ritmo com jabs que explodiam no rosto do rival. Lee conseguiu responder com um forte chute de esquerda, que parou na guarda de El Cucuy, que seguiu superior até o fim do round.

Tony retornou conectando um chute na linha de cinturão, mas foi surpreendido por Lee, que aplicou uma bela queda. Por baixo, Ferguson passou a fazer pressão no pescoço de Lee, que desistiu da posição. O combate ficou em pé e mais estudioso, com poucos golpes. Kevin, então, levou a luta novamente para o solo, mas caiu na chave de braço de Ferguson. Com muita técnica, Lee conseguiu se defender e sair da posição, ficando na guarda do rival. Ferguson, mais uma vez, aplicou um justo triângulo em Lee, que, dessa vez, não conseguiu se defender e bateu em desistência.

UFC 216

CARD PRINCIPAL 

Peso leve: Tony Ferguson derrotou Kevin Lee por finalização (triângulo) aos 4m02s do R3

Peso mosca: Demetrious Johnson derrotou Ray Borg por finalização (chave de braço) aos 3m15 do R5

Peso pesado: Fabricio Werdum derrotou Walt Harris por finalização (chave de braço) aos 1m05 do R1

Peso mosca: Mara Romero Borella derrotou Kalindra Faria por finalização (esgana-galo) aos 2m52s do R1

Peso leve: Beneil Dariush empatou com Evan Dunham na decisão majoritária dos juízes (29×27, 28×28, 28×28)

CARD PRELIMINAR 

Peso galo: Cody Stamann derrotou Tom Duquesnoy por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 30×27)

Peso leve: Lando Vannatta empatou com Bobby Green na decisão dos juízes (29×27, 27×29, 28×28)

Peso palha: Poliana Botelho derrotou Pear Gonzales por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso mosca: Matt Schnell derrotou Marco Beltrán por decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 30×27)

Peso mosca: John Moraga derrotou Magomed Bibulatov por nocaute técnicos aos 1m38s do R1

Peso médio: Brad Tavares derrotou Thales Leites por decisão unânime dos juízes (30×26, 30×26, 30×27)

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *