Dana rebate críticas de Hunt: “temos que proteger esses caras de si mesmos”

Foto: UFC/Divulgação.

Após ser substituído por Fabricio Werdum na luta principal do UFC Sydney por precaução, já que o lutador declarou que sofre de problemas de memória, Mark Hunt não gostou da justificativa do Ultimate e está detonando a organização e o presidente Dana White. Em entrevista ao site “TMZ”, o chefão garantiu que não tem nada contra o atleta e reforçou que o cancelamento de seu duelo foi motivado por preocupação:

“Ele (Mark Hunt) está sempre me atacando. Às vezes, você tem que proteger esses caras de si mesmos. Estamos investigando isso agora. Ele disse que eu o odeio desde sempre. Eu nunca odiei o Mark Hunt. Ele sabe disso. Na verdade, eu fui muito bom para o Mark Hunt”, afirmou Dana White.

Tudo começou com uma declaração preocupante em um artigo publicado em primeira pessoa no site “Player’s Voice” recentemente. No texto, Mark Hunt conta que sofre sequelas de sua vida no mundo das lutas, como perda de memória e dificuldade para articular palavras. Os sintomas são de encefalopatia crônica, que resulta em desordem neurológica associada a traumas repetidos na cabeça. O assunto é muito discutido no âmbito esportivo.

Nas redes sociais, o lutador afirmou que as suas palavras foram tiradas de contexto e que se tratava de apenas uma brincadeira. Ele também afirmou que foi examinado pelo UFC um dia antes de ser retirado do card e acusou o evento de querer prejudicá-lo por ter um processo contra a empresa em andamento.

The post Dana rebate críticas de Hunt: “temos que proteger esses caras de si mesmos” appeared first on MMA Space.

Source: Space

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *