Gegard Mousasi cita Bellator como ‘família’ e ataca forma como Ultimate trata atletas: ‘Frustrante’

Após surpreender o mundo do MMA ao trocar o Ultimate pelo Bellator, Gegard Mousasi fará sua primeira luta pela nova casa na próxima sexta-feira (20). O adversário será o casca-grossa Alexander Shlemenko. Contudo, durante entrevista ao MMA Junkie, o peso-médio voltou a criticar a postura do UFC com relação aos atletas.

“(No UFC) É mais sobre o nome do lutador e quem eles podem construir uma estrela e menos quem é o melhor lutador. Isso é um problema. Dão aos atletas as lutas adequadas para eles (Ultimate), para que possam continuar faturado. Provavelmente, vão fazer McGregor x Diaz 3, mas por quê? Porque o Conor tem uma boa chance de sair com a vitória. Não vão fazer uma luta contra o Khabib ou o Tony, porque é ruim para a promoção. Você sente isso, como lutador. Não estou inventando. É frustrante”, contou o lutador, afirmando que o ambiente no Bellator é mais “familiar”.

“A vida está mais fácil. Consegui trazer amigos para o Bellator, o tratamento que estou recebendo é excelente e sinto que há espaço para o Bellator crescer, não só comigo, mas também como organização também. Eu era um peixe pequeno no UFC e, agora, sou um peixe grande. Há uma conexão que não tinha com o UFC. Lá, era como uma fábrica. Aqui, é mais como parte da família”, encerrou.

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *