Vídeo: Escalado de última hora, Luque aposta em pressão para anular Price

Luque enfrenta Price neste sábado (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

Luque enfrenta Price neste sábado (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)ente

Inicialmente fora do card do UFC São Paulo, que acontecerá neste sábado (28), o meio-médio Vicente Luque viu a oportunidade cair no seu colo com apenas 22 dias de antecedência, em virtude de uma lesão do compatriota Luan Chagas, que foi retirado da luta contra Niko Price. Apesar do pouco tempo de preparação, o ‘Assassino Silencioso’ não pensou duas vezes em aceitar o convite do Ultimate. Segundo ele, o ritmo intenso de treinamentos o deixa apto a aceitar um confronto mesmo sem um camp completo.

Veja Também

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)
Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

Lyoto volta ao octógono após 28 meses (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)
Vídeo: Em recomeço no UFC, Lyoto Machida crava: ‘Meu objetivo é ser campeão’

“Hoje em dia eu estou fazendo isso (aceitar luta em cima da hora) porque me mantenho sempre em um ritmo muito bom nos treinamentos. (…) Eu procuro me manter sempre bem treinado, praticamente como se eu sempre estivesse em camp, não com a intensidade tão alta para não ter lesão, mas com um intensidade que com duas ou três semanas eu consiga pegar uma luta, incluindo o peso que eu tento manter em uma faixa que não vá ser muito desgastante para perder”. declarou o lutador em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS.

Quando questionado sobre o jogo do oponente, Luque foi na contramão de grande parte dos lutadores da atualidade e preferiu exaltar as qualidades de seu oponente, que está invicto em 11 lutas profissionais no MMA. Para o brasileiro, o segredo é não deixar Price se sentir à vontade dentro do octógono.

“O Price está invicto, isso já mostra que é um cara de qualidade. Eu o vejo como um cara agressivo, que vem para frente, que sempre tenta terminar suas lutas. E ele é completo, luta tanto em pé como no chão, está sempre preparado. E meu estilo não é diferente disso, então a principal estratégia é impor o meu jogo, colocar pressão e deixar ele desconfortável”, falou Vicente, que completou revelando que pretende manter a luta na trocação.

“Inicialmente é sempre em pé (minha primeira opção), porque eu venho da trocação e a luta começa sempre em pé, mas no decorrer da luta a gente vai vendo o que acontece. Eu sempre falo que o chão é algo que nunca vou excluir do meu jogo, eu tenho finalizações boas, então sempre estou treinando. Digamos que é o plano B, se aqui não está dando certo, ou eu achar que vou ter mais facilidade se levar para o chão… o que eu quero é sempre acabar a luta”.

Em sua última atuação, em março deste ano, Luque teve uma sequência de quatro triunfos interrompida por Leon Edwards, que o bateu na decisão unânime dos juízes. O revés recente o afastou momentaneamente do top 15 dos meio-médios, mas ele já mira dois nomes que podem o recolocar em destaque na categoria até 77kg.

Nome, exatamente, eu ainda estou decidindo se vou desafiar alguém no sábado, mas eu quero alguém do top 15. Se não vier, eu não recuso luta, enfrento quem eles oferecem, mas eu quero os melhores trocadores, quero mostrar que eu sou o melhor trocador da categoria. Dois caras que eu sempre quis lutar: um é o (Donald) Cerrone, que eu quase tive uma oportunidade de lutar com ele em Nova York, é um cara que eu gostaria muito de enfrentar, e o outro é o Darren Till, que mostrou em sua última luta contra o Cerrone a qualidade dele. É um cara que eu admiro a luta dele em pé, eu me sinto desafiado, gostaria de enfrentar ele pelo desafio”, concluiu.

Assista a entrevista completa com Vicente Luque: 

Source: Portal da Luta

Vídeo: Em recomeço no UFC, Lyoto Machida crava: ‘Meu objetivo é ser campeão’

Lyoto volta ao octógono após 28 meses (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Lyoto volta ao octógono após 28 meses (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)

Sem pisar no octógono desde o longínquo dia 27 de junho de 2015, Lyoto Machida se prepara, enfim, para voltar à ativa neste sábado (21), quando enfrentará Derek Brunson na atração principal do UFC São Paulo. Superadas as duas derrotas em suas últimas apresentações e a polêmica envolvendo doping, que o deixou impossibilitado de lutar por 18 meses, o brasileiro foca, agora, em recomeçar sua trajetória na divisão do médios, relembrando os momentos que o levaram ao topo do mundo do MMA.

Veja Também

Irmãos Nogueira posam juntos Foto: Reprodução Facebook Rodrigo [Minotauro] Nogueira
Minotauro defende irmão do doping: ‘Vai provar inocência’

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)
Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

“Depois de um intervalo grande desse, é um recomeço para mim, está sendo tudo novo. Mas estou curtindo, estou gostando, porque é lembrar do início, é sempre importante lembrar do início da sua carreira, o que me levou a ser campeão e toda a trajetória que eu tive. Esse recomeço é muito importante para eu ter na minha mente, lembrar de tudo e aproveitar”, declarou Machida em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS.

Apesar do tempo inativo e do tumultuado atual cenário da elite dos médios, Lyoto já traçou seu maior objetivo: conquistar o cinturão da categoria, que atualmente está em posse de Michael Bisping. Aos 39 anos, o ex-campeão dos meio-pesados garante que seu retorno não motivado por dinheiro, mas sim pela vontade de se superar como lutador.

“Eu não estou voltando a lutar só por lutar. Não existe uma atividade que eu faça só por fazer, só pelo dinheiro. É um conjunto de coisas, e esse conjunto tem que ter um objetivo maior, e meu objetivo é ser campeão dessa categoria. É uma categoria que está muito disputada, então eu tenho que ter esse objetivo, ter esse desafio”, disse o brasileiro, que completou afirmando estar pronto para superar o jogo de Brunson na base da estratégia.

“Quando falamos de MMA, falamos de um mix muito grande, onde a luta pode acontecer em qualquer ambiente. É lógico que por eu ser um cara que vem da luta em pé, sempre vou buscar a luta em pé, mas estou preparado para situações em que o Derek Brunson tenha o seu ponto forte… a parte de quedas, a de chão. Então vai ser uma luta em que cada um vai tentar por sua estratégia para sair na frente”, concluiu.

Assista a entrevista completa com Lyoto Machida: 

Source: Portal da Luta

Mulheres dão show no NCE 19 no mês do Outubro Rosa

Foto: Natalia Santos

Foto: Natalia Santos

O New Corpore Extreme realizou no último sábado dia 22 de outubro sua 19ª edição e o público que compareceu a tradicional Arena NCE, localizada no bairro de Irajá, Zona Norte do Rio de Janeiro, pode assisitir a grandes duelos. Durante o dia o evento contou com duelos amadores de Submission, Muay Thai, MMA. Já de noite foi a vez dos profissionais entrarem em ação.

A luta principal da noite foi o duelo válido pelo peso átomo (até 48kg), entre Julia Polastri e Nathielly Macuxi. O confronto foi bastante equilibrado e após três rounds, Julia levou a melhor por decisão unânime.

Além do main-event, a noite de lutas do NCE 19 contou com mais cinco confrontos profissionais e o principal destaque foi o tradicional duelo de inclusão social entre Adriano Gomes, que possui paralisia cerebral, e Yglys Viana.

Durante o dia, o NCE 19 trouxe para o público duelos amadores de Submission, Muay Thai e MMA, que proporcionou não só oportunidades a novos lutadores que desejam ingressar no meio de lutas e testar seus conhecimentos e aprendizado, como também a chance de reconhecimento, já que o evento tem uma boa visibilidade para o meio de lutas.

Confira os resultados do NCE 19

Até 48Kg: Julia Polastri venceu Nathielly Macuxi por decisão unânime – árbitro: Tamara Leorde

Até 66Kg: Jaciel Lima venceu William Pereira Luz “Soro” por nocaute técnico à 1m50s do 1o. round – árbitro: Ricardo Rodrigues

Até 66Kg: Wallace “Lord” Portella venceu Walber Laureano de Sousa por nocaute técnico à 1m18s do 1o. round – árbitro: Diogo Sagat

Até 57Kg: Iuri Gabriel dos Santos venceu Matheus Santos por finalização (katagatame) aos 4m10s do 2o. round – árbitro: Márcio Cupertino

Até 57Kg: Cristian Rodrigo Roldan venceu Lucas Borges Fabrício por decisão dividida – árbitro: Márcio Cupertino

The post Mulheres dão show no NCE 19 no mês do Outubro Rosa appeared first on MMA Space.

Source: Space

Covington admite trash-talking como estratégia para chegar ao título e diz que vai aposentar Demian

Colby Covington chegou ao Brasil provocando seu adversário deste sábado no UFC SP, Demian Maia, e toda sua torcida. O americano espantou a todos com seu trash-talking, mas admitiu que esta tática pode servir para que ele chegue logo a um title-shot na organização.

“Eu tenho treinado muito por três anos, no começo eu estava feliz por estar aqui”, disse o americano em entrevista ao canal do UFC no Youtube, “Eu não estou mais feliz por estar aqui, eu só estarei feliz quando tiver aquele cinturão na minha cintura. Para conseguir isso eu preciso falar um pouco mais, e é isso que tenho feito ultimamente. Estou falando, estou fazendo os outros ouvirem que sou o melhor do mundo e serei o novo campeão peso meio-médio”.

Além de avisar que pretende aposentar Demian, Covington garantiu que a torcida não irá lhe atrapalhar, e antecipou qual o desfecho que espera para sua luta com o brasileiro.

“(A torcida) Não fará diferença nenhuma no sábado à noite. Eu vou nocauteá-lo. Não irá para a decisão. Nocaute no primeiro round”.

UFC SP

Ginásio do Ibirapuera

Sábado, 28 de outubro de 2017

CARD PRINCIPAL (a partir de 0h, horário de Brasília):
Peso médio: Derek Brunson x Lyoto Machida
Peso-meio-médio: Demian Maia x Colby Covington
Peso-galo: Pedro Munhoz x Rob Font
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Jim Miller
Peso-médio: Thiago Marreta x Jack Hermansson
Peso-galo: John Lineker x Marlon Vera
CARD PRELIMINAR (a partir de 21h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Jack Marshman
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Max Griffin
Peso-leve: Hacran Dias x Jared Gordon
Peso-mosca: Deiveson Alcântara x Jarred Brooks
Peso-pesado: Marcelo Golm x Christian Colombo

O post Covington admite trash-talking como estratégia para chegar ao título e diz que vai aposentar Demian apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Minotauro defende irmão do doping: ‘Vai provar inocência’

Irmãos Nogueira posam juntos Foto: Reprodução Facebook Rodrigo [Minotauro] Nogueira

Irmãos Nogueira posam juntos Foto: Reprodução Facebook Rodrigo [Minotauro] Nogueira

Embaixador do UFC e ex-campeão, Rodrigo Minotauro saiu em defesa do irmão Rogério Minotouro, flagrado em exame antidoping na semana passada por uso de diurético. O ex-lutador revelou que o meio-pesado já pediu a análise da amostra B, coletada juntamente com o exame que foi analisado inicialmente e disse que Rogério irá tomar outras medidas, como analisar independentemente todos os suplementos que toma durante a preparação para as lutas.

Veja Também

T. Almeida (foto) quer lutar em dezembro (Foto: Reprodução Facebook Thomas Almeida)
Thomas Almeida ‘acerta’ luta com Brian Kelleher por redes sociais

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)
Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

Em entrevista ao site do canal Combate, Minotauro garantiu que não houve má fé do irmão e declarou que espera vê-lo de volta ao octógono em breve e rejeitou a ideia de aposentadoria para Minotouro.

“Ele foi suspenso pela quantidade de diurético mínima, que acredito que não favoreceria ele em nada. O Rogério perde 5kg para lutar. Não favorece em nada. Não é algo que ele tomou na última semana da luta. Foi pego por quantidade mínima e pediu a contraprova da substância. Acredito que é suplemento contaminado. Ele pediu a contraprova (…) Rogério vai achar na contraprova alguma coisa porque não teve intenção nenhuma de tomar diurético, não é um anabolizante, nada que aumentasse o desempenho dele. O Rogério não tem má fé. Acho que ele vai achar e não vão suspendê-lo. A quantidade que apareceu é tão mínima que não tem como ser intencional. Acredito que logo logo esteja lutando. A intenção dele não é de se aposentar”, revelou o ex-lutador.

Minotouro tinha luta marcada contra Jared Cannonier para o UFC Winnipeg. Ao cair no exame antidoping, porém, o meio-pesado teve seu duelo com o francês cancelado e foi suspenso preventivamente, para que possa focar na sua defesa.

Source: Portal da Luta

Thomas Almeida ‘acerta’ luta com Brian Kelleher por redes sociais

T. Almeida (foto) quer lutar em dezembro (Foto: Reprodução Facebook Thomas Almeida)

T. Almeida (foto) quer lutar em dezembro (Foto: Reprodução Facebook Thomas Almeida)

Sem lutar desde julho, quando sofreu a segunda derrota de sua carreira, Thomas Almeida pretende retornar ao Ultimate antes do fim do ano. E o peso galo já sabe a data que quer lutar, e o adversário que pretende enfrentar. Ao ser desafiado através das redes sociais por Brian Kelleher, o brasileiro respondeu positivamente e pediu que os dois acertem a luta para o UFC Winnipeg, evento do dia 16 de dezembro.

Veja Também

D. White falou sobre boxe no UFC (Foto: Reprodução Twitter ufcnews)
Dana White admite que UFC pode passar a promover lutas de boxe

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)
Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

D. Till (dir) segue invicto no MMA (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Till estreia no ranking do UFC após nocaute sobre Cerrone

O norte-americano Kelleher lutou no último fim de semana, nocauteando Damian Stasiak no UFC Polônia do sábado (21) e fez questão de desafiar Thominhas, pedindo a luta inicialmente para o UFC 219, no dia 30 de dezembro. Porém, o brasileiro retrucou o desafio de Kelleher, pedindo que o duelo fosse “marcado” para o UFC Winnipeg.

Ainda que não haja um acordo oficial para o combate, o Ultimate normalmente acerta lutas entre atletas que se desafiam nas redes sociais, portanto Thominhas, que vem de uma temporada de treinos na Tailândia, pode se preparar para enfrentar Kelleher.

O UFC Winnipeg terá na luta principal um duelo de dois ex-campeões do mundo: Rafael Dos Anjos tentará ficar perto do título meio-médio e entrar para o clube dos “bicampeões” contra Robbie Lawler, antigo dono do cinturão da categoria. O ex-campeão peso pena José Aldo também luta na mesma noite, enfrentando Ricardo Lamas em revanche. Glover Teixeira tabém estará em ação e mede forças com Misha Cirkunov.

Source: Portal da Luta

Curso com Fabrício Boscolo Del Vecchio é destaque no IV Simpósio Nacional de Lutas 

Nos dias 02 e 03 de dezembro, o Rio de Janeiro receberá a quarta edição do Simpósio Nacional de Lutas. Dentre os diversos cursos, oficinas de avaliação física e clínicas práticas, um destaca-se pelo palestrante e conteúdo: o curso ministrado pelo Prof. Dr. Fabrício Boscolo Del Vecchio (Unicamp/UFPel), intitulado “Preparação Física: Exercícios Intermitentes (HIIT/TABATA) nas Lutas, Artes Marciais e Modalidades Esportivas de Combate.”

O Professor Fabrício apresentou uma live (veja acima), dando um “esquenta” do curso, que está dividido em duas partes:

Bloco 1: Clínica Prática de HIIT
Bloco 2: Oficina de Avaliação Física

Segundo a coordenação “o Prof. Dr. Fabrício Boscolo Del Vecchio  é faixa preta de Judô e considerado o maior expoente do país em exercícios intermitentes (conhecidos popularmente como “HIIT” ou “Tabata”). Seu livro é um Best-Seller do segmento e Del Vecchio além de ministrar cursos por todo país explicando em detalhes os meios e métodos, é líder de um grupo de pesquisa debruçado sobre o tema em universidade federal. De fato, estudos e pesquisas mostram o quanto hoje no Alto Rendimento é essencial o domínio do HIIT pelos lutadores no alto do pódio. Diversos estudos ratificaram essa informação”.

Haverá grande integração em aspectos práticos (o curso será eminentemente com explicações práticas) e avaliações físicas realizadas ao vivo e presencialmente com os inscritos no evento.

A programação de dois dias do evento contará com 8 Cursos, 9 Clínicas Práticas, 2 Oficinas de Avaliação Física, 1 Mesa-Redonda, 1 Oficina “Objetos de memória”, 1 Aulão c/ Mestre Roberto Leitão e 1 Roda de Capoeira Integrativa. O aluno não é obrigado a participar das práticas, “pode observar e aumentar sua percepção sobre essas realidades”.

Todos os inscritos receberão inteiramente grátis uma unidade do livro intitulado “Ciência aplicada às Artes Marciais” (OMP Editora). Obra em que os organizadores, Prof. Dr. Fabrício Boscolo Del Vecchio e Leandro Paiva, compilaram resumos e artigos completos apresentados nos simpósios anteriores.

Serviço

Evento: IV Simpósio Nacional de Lutas, Artes Marciais e Modalidades de Combate
Data: 02 e 03 de dezembro de 2017
Local: Rio de Janeiro (Botafogo)
Outras atrações: Novos objetos da Exposição “Lutas: Patrimônio Cultural da Humanidade (UNESCO)” / Lançamento de livros / Feira de livros / 4.ª Mostra Nacional de Produção Científica em Lutas, Esportes e Atividade Física (resumos e trabalhos completos)
Site oficial: www.simposiodelutas.org

Informações: (21) 96450-9946 (Tel e Whatsapp)

O post Curso com Fabrício Boscolo Del Vecchio é destaque no IV Simpósio Nacional de Lutas  apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Garry Tonon brilha no EBI 13 com finalizações e derrota algoz do último ADCC na final; saiba

No último fim de semana, em San Francisco (EUA), foi realizado o EBI 13, Eddie Bravo Invitational, tradicional evento de Submisson. Em jogo no torneio estava os títulos dos leves, que foi conquistado por Garry Tonon, e o primeiro dos meio-médios, que ficou com o experiente Richie Martinez.

Após finalizar os três primeiros adversários, Garry Tonon chegou à final do EBI 13 para uma revanche contra Vagner Rocha. Há cerca de um mês, os dois lutadores se encontraram na disputa pelo terceiro lugar da categoria até 77kg do ADCC, maior evento de luta agarrada do mundo, que aconteceu em Espoo, na Finlândia, e a vitória ficou com o brasileiro.

//platform.twitter.com/widgets.js

Desta vez, o americano não deixou a história se repetir e mostrou toda a técnica do seu Jiu-Jitsu. Para coroar brilhante a performance na competição, Tonon também finalizou o brasileiro com uma chave de calcanhar e garantiu o quinto título da organização.

Já na disputa inédita do título dos meio-médios, Richie Martinez superou Thiago Moisés e Bobby Emmons para escrever o seu nome na história da competição.

Source: Tatame

Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)

UFC pode fazer quatro eventos no Brasil em 2018 (Foto: Divulgação)

Antes de fechar seu calendário no Brasil em 2017, o UFC já faz planos para o ano que vem. E eles incluem uma visita ao Norte do país, no primeiro trimestre. O Ultimate deve desembarcar em Belém, capital do Pará, e cidade do ex-campeão Lyoto Machida, em fevereiro, para seu primeiro evento brasileiro em 2018. A informação é do site do canal Combate.

Veja Também

D. White falou sobre boxe no UFC (Foto: Reprodução Twitter ufcnews)
Dana White admite que UFC pode passar a promover lutas de boxe

D. Till (dir) segue invicto no MMA (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Till estreia no ranking do UFC após nocaute sobre Cerrone

O local do show deve ser o Ginásio Mangueirinho, que foi inaugurado no ano passado e abriga até 12 mil pessoas. A expectativa é que o card do evento seja do formato Fight Night, que normalmente conta com lutas menos expressivas que os shows de pay-per-view numerados. Ainda segundo a reportagem, o Ultimate trabalha com quatro datas para eventos no Brasil em 2018, um a mais do que esse ano. Há planos também de o UFC estrear em outros países sul-americanos, principalmente Chile e Argentina.

Em 2017, o Ultimate fez dois eventos no primeiro semestre, levando o show para Fortaleza em março e retornando ao Rio de Janeiro após um ano em junho para o UFC 212, com disputa de cinturão (o campeão José Aldo perdeu o título para Max Holloway). Neste sábado (28), o UFC encerra o calendário brasileiro com o UFC São Paulo, que terá o retorno de Lyoto Machida contra Derek Brunson na luta principal. Demian Maia, Francisco Massaranduba, John Lineker, Thiago Marreta, entre outros, também estão confirmados para o show.

Source: Portal da Luta

Rony Jason se pronuncia pela primeira vez após caso de lesão corporal: ‘Não bati na minha irmã’

Após ser indiciado por supostamente agredir sua irmã em uma festa na cidade de Quixadá, no interior do Ceará, no começo do mês de outubro, Rony Jason evitou qualquer tipo de manifestação nas redes sociais. Contudo, no último fim de semana, o lutador postou uma foto com uma mensagem enigmática, e ao surgirem comentários sobre o caso, o vencedor do primeiro TUF Brasil não hesitou em responder e negou qualquer tipo de agressão.

“Não bati na minha irmã. Cadê a foto da agressão? Não tem, porque não teve (agressão). Ela veio me agredir, ‘histórico dela na cidade’, e eu a empurrei e caiu (no chão). Resolvi desabafar, pois sou caçula e sustento dois irmãos que nunca trabalharam e ela com dois filhos”, desabafou Jason, que seguiu se explicando em outro post (via MMA Fighting).

“Você (se referindo a um seguidor), pelo pouco que convivemos, sabe que não sou e nem nunca fui agressivo. Não agredi minha irmã e nem nunca passou pela minha cabeça, só que água mole em pedra dura, tanto bate… Ela mesmo afirmou em comentários e matérias que veio ‘me dar lição de moral’, mas para dar (lição de moral), tem que ter moral. Ela tem quase 40 (anos), com dois filhos, sendo sustentada a vida toda pela minha mãe e por mim. Não sou a favor de agressão, quem me conhece (sabe que) nunca fui. Mas vamos seguir a vida, pois Deus dá as piores missões para seus melhores soldados”.

Ao ser indagado a respeito do que os seus alunos pensariam sobre o caso, Jason respondeu de imediato e afirmou que todos conhecem o seu caráter, por estarem juntos diariamente: “Os meus alunos têm contato comigo diariamente, então, me conhecem pessoalmente e sabem quem sou, diferente de quem me julga pelo computador e internet”, comentou.

Após toda polêmica, o UFC optou por demitir o brasileiro, mas sem citar o episódio. Vale lembrar que o vídeo do momento em que Jason aparece supostamente agredindo a irmã ganhou repercussão nas redes sociais. A Delegacia de Defesa da Mulher de Quixadá (CE) investiga o caso sob a Lei Maria da Penha, mesmo que não tenha sido feita nenhuma ocorrência por parte da vítima. Janaína Siebra, delegada titular do caso, disse que por ser um fato público, não precisa existir denúncia, e o lutador inclusive já prestou depoimento.

Confira a postagem abaixo:

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Source: Tatame