Garbrandt afirma que vai buscar cinturão de Demetrious Johnson

C. Garbrandt já pensa em descer de divisão (Foto: Reprodução Facebook UFC)

C. Garbrandt já pensa em descer de divisão (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Campeão peso galo do Ultimate, Cody Garbrandt fará, no próximo dia 4 de novembro, a primeira defesa do seu cinturão contra TJ Dillashaw no UFC 217. Porém, o norte-americano já tem em mente qual será sua próxima luta, independente do resultado do duelo com o ex-companheiro de equipe. “No Love” revelou que pretende desafiar o campeão peso mosca Demetrious Johnson.

Veja Também

Lyoto volta ao octógono após 28 meses (Foto: Reprodução/Twitter UFCBrasil)
Vídeo: Em recomeço no UFC, Lyoto Machida crava: ‘Meu objetivo é ser campeão’

D. Brunson luta neste sábado (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Brunson não se intimida com dicas de Anderson para Lyoto: ‘Vou para cima’

C. Covington (foto) enfrenta Demian no UFC São Paulo (Foto: Reprodução Twitter Colby Covington)
Covington pretende finalizar Demian no UFC São Paulo: ‘Vou aposentá-lo’

Uma superluta entre Garbrandt e “Mighty Mouse” já foi especulada antes, com Johnson já tendo vencido praticamente todos os demais desafiantes de sua categoria. O campeão dos galos garantiu que não teria problema em bater o peso limite dos moscas para fazer o combate acontecer.

“Após nocautear Dillashaw, já terei varrido a divisão. Existe uma grande diferença entre Dominick Cruz, eu e TJ e o restante da categoria. Como sempre gosto de ter uma luta em mente após a que vou fazer, estou concentrado em TJ, mas Demetrious Johnson é o próximo, no peso mosca. Eu poderia bater o limite dos moscas no dia 4 de novembro”, disse o peso galo em teleconferência de imprensa na última quarta-feira (25).

Mesmo com a ideia de Garbrandt de descer para desafiar Johnson, o peso galo segue recheado de possíveis desafiantes, como Jimmie Rivera, que enfrenta o ex-campeão Dominick Cruz no UFC 218, no início de dezembro. No entanto, “No Love” não acredita que um duelo com Rivera ou uma revanche com Cruz lhe traria benefícios financeiros.

“Dominick Cruz está em fim de carreira. Nem ele, nem Rivera são lutas rentáveis para mim. Vou lutar contra Demetrious Johnson. É uma decisão de negócios”, analisou.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *