Atletas do UFC entram na luta contra a fome e esperam arrecadar duas toneladas de alimentos

Foto: Carol Santos/ Divulgação

Acostumados a grandes batalhas no MMA, atletas do UFC, desta vez, se reúnem para combater a fome. No próximo domingo, 29 de outubro, 14h, em Taboão da Serra, São Paulo, a Academia Chute Boxe Diego Lima, equipe dos lutadores do Ultimate Felipe Sertanejo, Thomas Almeida, Charles do Bronx e Kalindra Faria, realiza a quarta edição do “Aulão”, evento em que o principal objetivo é mostrar que a solidariedade é um dos pilares das artes marciais e do desenvolvimento humano.

No ano passado, a ação arrecadou duas toneladas de comida e reuniu um público de duas mil pessoas. A expectativa é que, em 2017, a marca seja superada, já que cada pessoa doará 2 kg de alimentos não perecíveis. “Graças ao sucesso das últimas edições, o evento virou uma espécie de encontro do esporte. É muito bom saber que a comunidade da luta tem consciência que pode fazer um pouco pelos que precisam. Fico feliz de ver que meus alunos e atletas profissionais entendem que artes marciais vão além de uma atividade física. Pensar no próximo faz parte da evolução de qualquer lutador”, comentou o Mestre Diego Lima, idealizador da atividade.

Convocado para ajudar no evento, o atleta do UFC Felipe Sertanejo brincou que carregar sacos de arroz equivale a um treino intenso. “Fico feliz de poder ajudar. Não costumo treinar de domingo, mas com tanta doação, o esforço de encher o caminhão é igual a um dia puxado na academia. Espero que chegue tanto alimento quanto nos anos anteriores. É importante a gente olhar sempre para quem precisa”, falou Sertanejo.

Aulão

Além da arrecadação de alimentos não perecíveis, a Academia Chute BoxeDiego Lima promove também um verdadeiro simpósio da luta, o chamado “Aulão”. Além da troca de experiência entre profissionais e amadores, o Mestre Diego Lima puxa uma aula coletiva para mais de 600 alunos.

“É a oportunidade de reunir todos os alunos e amigos da academia, incluindo a nossa equipe de profissionais e lutadores do UFC. Não importa o nível de técnica, o que vale é mostrar que a luta é um esporte para o corpo e a mente”, completou Diego Lima.

Todos os praticantes do Muay Thai participam também da troca do Kruang, espécie de faixa usada no braço do lutador da modalidade com a respectiva cor de sua graduação.

“Para quem está iniciando é um incentivo poder ser observado por profissionais. Todos começamos de baixo e, com muita dedicação, os eles percebem que praticar artes marciais traz uma série de benefícios”, falou Thomas Almeida, atleta do UFC.

Serviço

Aulão Chute Boxe Diego Lima
Local: Ginásio Ayrton Senna da Silva
Horário:14h
Endereço: Rua José Francisco dos Santos, 120 – Taboão da Serra – SP
Expectativa de público: 2 mil pessoas
Entrada: 2 kg de alimentos não perecíveis

O post Atletas do UFC entram na luta contra a fome e esperam arrecadar duas toneladas de alimentos apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *