Cordeiro destaca ‘evolução’ de Lyoto em período suspenso e sonha com title shot

Por Diogo Santarém 

De volta após cumprir suspensão por quase dois anos, Lyoto Machida retorna ao Ultimate neste sábado (28), na luta principal do UFC São Paulo, em confronto diante de Derek Brunson. Atualmente com 39 anos, o brasileiro não entra no cage do maior evento de MMA do mundo desde junho de 2015, quando foi derrotado pelo cubano Yoel Romero.

Sem poder lutar profissionalmente nesse período por conta da suspensão, Lyoto se manteve treinando e contou com o auxílio de diversos nomes de peso do mundo das lutas, sendo um deles Rafael Cordeiro, líder da Kings MMA. Em entrevista exclusiva à TATAME, o treinador falou sobre o que o “Dragão” procurou fazer no tempo em que cumpriu o gancho recebido pela USADA e como ele chega para encarar Brunson em luta na capital paulista.

“Nesse período que o Lyoto ficou suspenso, foi um período que ele ficou totalmente voltado para a disciplina da luta. Ele sempre treinou muito, mas em especial, nesse momento, ele treinou mais e correu atrás de conhecimentos. Foi um momento muito importante na carreira dele, de evolução”, revelou o líder da Kings MMA, responsável por grandes nomes.

Confira outros trechos da entrevista com Rafael Cordeiro:

– Alegria com retorno, foco nos treinos e tempo de aprendizado

O Lyoto está muito feliz com esse retorno. Ele ficou todo esse tempo na expectativa de que, de alguma forma, ele voltasse o mais rápido possível, mas isso não aconteceu. Mas ele se manteve treinando, porque ele nunca sabia, caso o processo mudasse, ou alguma coisa nesse sentido mudasse, ele teria que estar próximo e preparado para uma possível luta. Então, todo esse tempo que ele ficou fora, foi um momento dele refinar sua técnica, buscar novos conhecimentos, trabalhar áreas que ele, de repente, não trabalhava tanto antes, hoje ele está trabalhando completo em todas as áreas. Acho que foi um tempo de aprendizado, um tempo muito importante para o Lyoto Machida crescer, com certeza.

– Análise do adversário no UFC São Paulo e confiança na vitória

Acho que o Derek é um atleta que vem com um jogo muito bom, um cara que vem de boas lutas dentro do UFC, que merece todo respeito. Ele tem uma arma forte, que é o Wrestling, e vem para dentro, é um canhoto que vem para dentro, então a gente está preparado para esse tipo de jogo que ele possa mostrar. Acredito que a experiência do Lyoto pode ser o grande diferencial, pelo fato do Lyoto ser um atleta mais completo que o Derek, a gente está muito confiante de que o Lyoto vá fazer uma grande luta e vá trazer a vitória. Pelo o que ele está demonstrando, no tempo que ficou parado, e nas característica que o nosso oponente tem e o jogo do Lyoto… Então, nesse contexto todo, o Lyoto tem mais qualidades em cima desse adversário que está se apresentando agora, estamos confiantes.

– Período de autoconhecimento e evolução durante ausência

Nesse período que o Lyoto ficou suspenso, foi um período que ele ficou totalmente voltado para a disciplina da luta. Ele sempre treinou muito, mas em especial, nesse momento, ele treinou mais e correu atrás de conhecimentos. Foi um momento muito importante na carreira dele. Tem que tirar sempre um lado positivo, e esse tempo parado foi bom para ele colocar algumas coisas no lugar e aprimorar mais seu jogo, além de cuidar da vida pessoal.

– Técnica mais refinada para este aguardo retorno ao Ultimate

De todas as conversas que tivemos durante o camp, a gente focou realmente naquilo que a gente poderia fazer, que era refinar a técnica, e acho que isso foi o mais importante. Das conversas que tivemos, como não dependia da gente o resultado desse processo (com a USADA), cabia a nós treinarmos, e foi o que a gente fez, treinamos muito, muito mesmo.

Lyoto Machida fará a luta principal do UFC São Paulo contra Derek Brunson (Foto: Wander Roberto/UFC)
Lyoto Machida fará a luta principal do UFC São Paulo contra Derek Brunson (Foto Wander Roberto / UFC)

– Trocação em dia e esperança em uma futura disputa de cinturão

Ele evoluiu bastante nesse tempo que ficou parado, evoluiu muito. O jogo do Lyoto é um jogo pesado, ele bate pesado… Ele trabalhou muitos pontapés, muita combinação, contragolpes de diferentes ângulos. Acho que vai ser um grande momento, vai ser uma grande luta para o Lyoto. E, com certeza, no futuro, ele vai estar disputando o cinturão novamente, com todas as honras mesmo, por ser merecedor, por estar há muitos anos na estrada e mostrando um grande jogo. Então, acho que o Lyoto merece muito fazer uma, duas lutas, e vencendo bem, ele já lutar pelo cinturão dos médios novamente.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 119
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 28 de outubro de 2017

Card principal
Lyoto Machida x Derek Brunson
Demian Maia x Colby Covington
Pedro Munhoz x Rob Font
Francisco Massaranduba x Jim Miller
Thiago Marreta x Jack Hermansson
John Lineker x Marlon Vera

Card preliminar
Vicente Luque x Niko Price
Boston Salmon x Raoni Barcelos
Antônio Cara de Sapato x Jack Marshman
Elizeu Capoeira x Max Griffin
Hacran Dias x Jared Gordon
Deiveson Alcântara x Jarred Brooks
Christian Colombo x Marcelo Golm

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *