UFC estuda punir Covington por declarações contra brasileiros

David Shaw (foto) não ficou satisfeito com as declarações de Covington. Foto: Reprodução / YouTube UFC

David Shaw (foto) questionou as declarações de Covington. Foto: Reprodução / YouTube UFC

As polêmicas causadas por Colby Covington no UFC São Paulo podem custar caro ao norte-americano. O lutador, que criticou o Brasil e a torcida local com palavras de baixo calão e frases preconceituosas, foi alvo de duras críticas da direção do Ultimate. David Shaw, vice-presidente internacional do UFC, revelou a organização estuda punir Covington.

Veja Também

Colby superou Demian em São Paulo (Foto: Reprodução Instagram ufc)
Covington domina Demian Maia e provoca torcida no UFC São Paulo

Demian perdeu para Covington na decisão (Foto:Reprodução/Facebook UFC)
VÍDEO: Melhores momentos de Colby Covington x Demian Maia no UFC São Paulo

C. Covington fala com a imprensa em São Paulo (Foto: Reprodução Instagram Colbycovmma)
Covington se desculpa com os ‘animais sujos’ por compará-los aos brasileiros

“Nos levaremos a situação de Colby muito a sério. Isso já está sendo revisado junto com o nosso código de conduta. Não é algo que nos deixa felizes. Não posso falar agora o que pode acontecer, mas vamos rever isso durante essa semana”, afirmou o dirigente, que acompanhou o UFC São Paulo no Ginásio do Ibirapuera.

Entenda

Desde sua chegada ao país para o UFC São Paulo, Covington teve uma postura de provocação para promover o combate contra Demian Maia. O norte-americano chegou a dizer que ‘odeia o Brasil’ e que iria aposentar Demian Maia. Após a vitória sobre o lutador paulista, o lutador chamou a torcida brasileira de ‘um bando de animais sujos’. O público no ginásio ficou irritado e jogou vários objetos contra rival em sua saída do octógono.

Na tarde deste domingo (29), Covington voltou a causar polêmica quando após todo o incidente ele pediu desculpas aos ‘animais sujos’ por compará-los aos brasileiros.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *