Após polêmica com Colby, Libório anuncia saída da ATT: ‘Triste em ver o esporte nessa direção’

Líder da American Top Team (ATT) – uma das maiores academias do mundo – e nome de destaque da geração de ouro de Carlson Gracie, Ricardo Libório anunciou sua saída da equipe nesta segunda-feira (30), através de um comunicado oficial enviado à imprensa.

Na mesma nota, Libório criticou a postura de Colby Covington, lutador da ATT, que disparou duros comentários sobre o Brasil e os brasileiros durante sua passagem por São Paulo, quando derrotou Demian Maia no co-main event do UFC Fight Night 119, no último sábado. Segundo o faixa-preta, a atitude de Colby se mostrou “anti-profissional”.

Apesar disso, Ricardo não relacionou sua saída ao comportamento de Colby. O faixa-preta de Carlson Gracie fundou a ATT em 2001, ao lado de Dan Lambert e dos irmãos Silveira.

Confira o comunicado abaixo:

“Sinto que deveria fazer um pronunciamento, diante dos comentários feitos por Colby Covington e das muitas mensagens que recebi do Brasil, Estados Unidos e de todo o mundo. Estou aqui para anunciar que não faço mais parte da American Top Team. Eu também não concordo com qualquer comportamento que instigue ódio, preconceito, ou bullying de qualquer tipo. Me entristece ver o esporte seguir uma direção de tamanho desrespeito. É anti-profissional, e também promove a cultura do ódio e crueldade entre as pessoas. Esportes de combate deveriam sempre representar a humildade, empatia e respeito. Dediquei minha vida às artes marciais e à formação e crescimento deste time, e gostaria que os membros da ATT soubessem que eles estarão sempre no meu coração”.

Sinto que deveria fazer um pronunciamento, diante dos comentários feitos por Colby Covington e das muitas mensagens que recebi do Brasil, Estados Unidos e de todo o mundo. Estou aqui para anunciar que não faço mais parte da American Top Team. Eu também não concordo com qualquer comportamento que instigue ódio, preconceito, ou bullying de qualquer tipo. Me entristece ver o esporte seguir uma direção de tamanho desrespeito. É anti-profissional, e também promove a cultura do ódio e crueldade entre as pessoas. Esportes de combate deveriam sempre representar as qualidades de humildade, empatia e respeito. Dediquei minha vida às artes marciais e à formação e crescimento deste time, e gostaria que os membros da ATT soubessem que eles estarão sempre no meu coração❤

Uma publicação compartilhada por Ricardo Liborio (@liboriobjj) em

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *