Covington desdenha de brasileiros de sua equipe: ‘Não são meus amigos’

Covington esnobou as criticas recebidas por brasileiros (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Covington esnobou as criticas recebidas (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Parece que Colby Covington está, de fato, propício a entrar em clima de ‘guerra’ com os brasileiros. Após insultar o país ao dizer que ‘o Brasil é um chiqueiro e que as pessoas são um bando de animais sujos’, o lutador norte-americano deu de ombros para as criticas recebidas por seus parceiros de equipe da American Top Team, academia localizada na Flórida e que conta com muitos atletas e treinadores tupiniquim, incluindo Antônio Cara de Sapato, Junior Cigano, Amanda Nunes e Antônio Pezão. Os dois últimos, inclusive, xingaram publicamente Colby, que afirmou não ligar para as críticas.

Veja Também

Warlley finalizou Covington em 2015 (Foto:Reprodução/YoutubeUFC)
Vídeo: Único a derrotar Covington, Warlley Alves detona o americano: ‘Vou te bater de novo’

David Shaw (foto) não ficou satisfeito com as declarações de Covington. Foto: Reprodução / YouTube UFC
UFC estuda punir Covington por declarações contra brasileiros

“Não ligo para Amanda Nunes, nem para Pezão. Eles não são meus amigos, nunca foram meus amigos e nunca serã omeus amigos. Não é um time, não sou parte de um time. Não estamos em um sistema de pontuação como no basquete ou futebol, onde é um time. Este é um esporte individual. Eu represento a American Top Team, mas não represento nenhum outro lutar da academia”, declarou em entrevista ao programa ”MMA Junkie Radio”.

Embora tenha afirmado não ligar para as opiniões dos brasileiros, Covington garantiu defender as cores da ATT. De acordo com o atleta, não é necessário ter bom convívio com todos os lutadores da academia, apenas com seus parceiros de treino.

“Eu sou ATT até os ossos. Tenho meu círculo fechado de pessoas, minha panela. Jorge Masvidal, Mike Brown, Dan Lambert. Não sou amigo de todos. É uma academia, mas isso é um esporte individual. Você não precida de um grande grupo. As pessoas vão sempre tentar te usar e fazer coisas ruins. Sempre terão panelas. Onde quer que você vá terão pessoas gravitando ao redor uma das outras. Temos diferentes pessoas de diferentes países, então cada um tem seu lado. Você acabou de ver as pessoas assumindo seus lados do que aconteceu com meu incidente no Brasil no último fim de semana”, concluiu.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *