Brasileiro brilha em preliminares do UFC 217 marcado por nocautes e polêmicas

Neste sábado (4), o Ultimate realiza o UFC 217 em Nova York (EUA), no tradicional palco do Madison Square Garden. Se a expectativa é grande para as disputas que valem cinturão, o card preliminar teve grandes confrontos, belos nocautes e polêmicas nas lutas entres os pesos-pesados. O brasileiro Ricardo Carcacinha abriu um evento e mostrou seu cartão de visita para nocautear Aiemann Zahabi com uma cotovelada giratória.

Nocautes brilhantes e boas performances

No fechamento do card preliminar, James Vick foi crescendo ao longo do confronto e no fim do segundo round acertou um uppercut que derrubou Joe Duffy e, na sequência, conferiu mais alguns golpes até o árbitro sacramentar o fim do confronto. Em situação ruim durante os dois primeiros round, Ovince Saint Preux foi neutralizado por Corey Anderson. No entanto, no terceiro round, o OSP acertou um chute alto letal para apagar imediatamente o oponente e acrescentar mais uma vitória em seu cartel.

Ovince St-Preux conquistou um belo nocaute sobre Corey Anderson (Foto: Getty Images)

Com a força do Wrestling, Randy Brown teve um domínio sobre Mickey Gall, conquistou importantes quedas e castigou o oponente no chão com cotoveladas. No fim de três rounds, venceu por decisão unânime dos jurados.

Polêmicas e golpes ilegais nos pesados

Os dois confrontos entre pesos-pesados no card preliminar foram marcados por polêmicas. Primeiro, Curtis Blaydes acertou um chute ilegal em Alexey Oliynyk no segundo round do confronto. O russo reclamou que tinha sentido o golpe, mas no recurso de vídeo ficou provado que o golpe passou de raspão e o americano ficou com a vitória, já que a Comissão Atlética de Nova York vetou a continuidade de Oliynyk no embate.

Recurso de vídeo ajudou Curtis Blaydes ficar com a vitória (Foto Getty Images)

Depois, Walt Harris acertou, inicialmente, uma joelhada na genital de Mark Godbeer. Com isso, o árbitro interrompeu o confronto, no entanto, o lutador afirmou que não ouviu e acertou um chute em cheio no rosto oponente. A Comissão Atlética de Nova York voltou a intervir, analisou as imagens e deu vitória para Godbeer por desqualificação

Carcacinha conquista nocaute incrível

Na abertura do evento, Ricardo Carcacinha dominou o primeiro round, conquistou algumas quedas e conectou bons golpes, alternando entre chutes e jabs. Em resposta, no segundo round, Aiemann Zahabi foi melhor e encontrou brechas no jogo do oponente para acertar jabs e cruzados. O último round seguia o mesmo panorama, até o momento em que o brasileiro, encurralado na grade, encontrou uma cotovelada giratória impecável para nocautear o adversário.

Ricardo Carcacinha abriu o evento com um grande nocaute e garantiu mais uma vitória (Foto: Getty Images)

CARD COMPLETO

UFC 217
Madison Square Garden, Nova York (EUA)
Sábado, 4 de novembro de 2017

Card principal
Michael Bisping x Georges St-Pierre
Cody Garbrandt x T.J. Dillashaw
Joanna Jedrzejczyk x Rose Namajunas
Stephen Thompson x Jorge Masvidal
Johny Hendricks x Paulo Borrachinha

Card preliminar
James Vick derrotou Joe Duffy por nocaute técnico no 2R
Mark Godbeer derrotou Walt Harris por desqualificação no 1R
Ovince Saint Preux derrotou Corey Anderson por nocaute no 3R
Randy Brown derrotou Mickey Gall por decisão unânime dos jurados
Curtis Blaydes derrotou Alexey Oliynyk por nocaute técnico no 2R
Ricardo Carcacinha derrotou Aiemann Zahabi com um nocaute no 3R

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *