Após confusão, Covington irá prestar queixa contra Werdum

C. Covington (foto) quer Werdum na prisão (Foto: Reprodução Twitter ColbyCovMMA)

C. Covington (foto) quer Werdum na prisão (Foto: Reprodução Twitter ColbyCovMMA)

O incidente entre Colby Covington e Fabricio Werdum, que se envolveram em uma discussão na Austrália, onde acontece o UFC Sidney deste sábado (18), pode acabar na polícia australiana. Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, o peso meio-médio anunciou que irá prestar queixa contra o brasileiro.

Veja Também

Werdum ( de costas) parte pra cima de Covington (esq.) brigam na Austrália. Foto: Reprodução / Twitter
Vídeo: Werdum e Covington ‘brigam’ e precisam ser separados

M. Bisping (foto) não poupou críticas a A. Silva (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Bisping diz que novo doping de Anderson ‘destrói’ seu legado

M. Holloway (foto) criticou Aldo (Foto: Reprodução Facebook Max "Blessed" Holloway)
Holloway critica desculpas de Aldo após UFC 212: ‘Um pouco covarde’

Em um vídeo postado na internet, “Vai Cavalo” aparece discutindo com Covington, que tenta se afastar, até que o brasileiro joga um bumeranque no norte-americano e os dois discutem. O próprio meio-médio, então, postou um vídeo em suas redes sociais acusando Werdum de ter dado um soco em seu rosto, e declarou que tem um vídeo gravado do incidente, que ainda não foi colocado na grande rede.

“Ele fez m…Temos vídeo (do soco) e eu falo a verdade. Ele será exposto daqui a pouco e provavelmente acabará em uma cela de prisão na Austrália (…) Ele escreveu um cheque que sua b… não pode coletar. Está tudo em vídeo, então todas as mentiras dele vão logo aparecer”, disse Covington ao MMA Fighting.

Logo após o incidente, o UFC divulgou um comunicado em que garante que irá consultar todas as partes envolvidas e fazer uma análise do ocorrido para verificar se houve alguma quebra da Política de Conduta dos Atletas e, em caso positivo, que tipo de punição os envolvidos irão sofrer. Por enquanto, Werdum está mantido na luta principal do UFC Austrália deste sábado, quando enfrenta Marcin Tybura.

Entenda o caso:

Colby Covington se tornou persona non grata no MMA brasileiro após xingar o país, os torcedores e os lutadores durante sua estadia no UFC São Paulo. Após vencer Demian Maia no evento de outubro, o norte-americano saiu do octógono debaixo de vaias, xingamentos e copos de cerveja em sua direção. Então, o meio-médio disse que, no Brasil, só haviam “animais imundos”, causando ira de muitos atletas, entre eles Fabricio Werdum.

O peso pesado brasileiro recentemente se envolveu em confusão com Tony Ferguson antes do UFC 216. Os dois discutiram quando o peso leve pediu para Werdum “calar a boca” durante sua entrevista. “Vai Cavalo” foi punido pelo próprio Ultimate ao usar xingamentos homofóbicos na direção de Ferguson.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *