Holloway questiona revelação de lesão de Aldo no UFC 212 e dispara: ‘Covarde’

No próximo dia 2 de dezembro, em Detroit (EUA), Max Holloway, campeão dos penas, fará sua primeira defesa de título, no UFC 218. O adversário, inicialmente, seria Frankie Edgar, mas o americano se machucou e teve que abandonar a luta. Com isso, o havaiano topou uma revanche contra José Aldo, ex-campeão da divisão. Os dois se enfrentaram em junho deste ano, no UFC 212, quando “Blessed” nocauteou o brasileiro. Em entrevista à ESPN americana, o lutador revelou que ficou “incomodado” com algumas opiniões e, por isso, topou um novo encontro com Aldo, para mostrar de vez que ele é superior.

“Na nossa primeira luta, não sei o que as pessoas estavam vendo, mas alguns dizem que eu estava perdendo até que o nocauteei no terceiro (assalto). Esses devem ser alguns fãs do Aldo. Mas ele é um dos melhores há anos, então, para mostrar que sou o melhor em lutas repetidas, assinei o contrato para essa revanche”, desabafou o atual campeão.

Após a derrota de Aldo, alguns membros da Nova União, equipe do ex-campeão, afirmaram que o lutador estava com a perna lesionada antes do embate no Rio de Janeiro, e que isso comprometeu os seus tradicionais chutes, que já castigaram diversos oponentes. Sobre o fato, Holloway desdenhou, dizendo que revelar isso após a derrota é uma certa “covardia”.

“Isso foi um pouco covarde para mim, dizer algo assim e tirar a vitória de alguém. Nunca tirei a vitória de alguém. Simplesmente achei estúpido. Espero que ele não tenha uma lesão agora, e espero que chute mais. Aliás, não chute – o cara estava morto de cansado no segundo round. Sua boca estava aberta. Consegui provocá-lo, dei um soco, e a partir daí sabia: ‘Uau, esse cara não está realmente se movendo mais’. Esse foi o momento de aumentar a pressão, e foi isso que fiz para vencer”, encerrou o lutador havaiano.

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *