Woodley diz que Nate Diaz está com medo de enfrentá-lo no UFC 219

T. Woodley (foto) provocou Diaz (Foto: Reprodução Facebook ufc)

T. Woodley (foto) provocou Diaz (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Campeão meio-médio do Ultimate, Tyron Woodley já defendeu seu cinturão duas vezes em 2017, mas pode voltar a lutar uma última vez antes do fim do ano. Tudo depende de Nate Diaz, arquirrival de Conor McGregor. Com o irlandês fora de consideração para o UFC 219, último evento da organização neste ano, a companhia está tentando casar um duelo entre Woodley e Diaz. Enquanto o dono do cinturão até 77 kg. diz já ter assinado o contrato para a luta, do lado do possível desafiante nada ainda.

Veja Também

M. Holloway (foto) criticou Aldo (Foto: Reprodução Facebook Max "Blessed" Holloway)
Holloway critica desculpas de Aldo após UFC 212: ‘Um pouco covarde’

C. Covington (foto) quer Werdum na prisão (Foto: Reprodução Twitter ColbyCovMMA)
Após confusão, Covington irá prestar queixa contra Werdum

M. Bisping (foto) não poupou críticas a A. Silva (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Bisping diz que novo doping de Anderson ‘destrói’ seu legado

Para “ajudar” Diaz a assinar o contrato, Woodley usou o programa que apresenta no canal TMZ e provocou o possível rival com uma das frases clássicas de Nick Diaz, irmão mais velho e uma espécie de mentor do faixa-preta de jiu-jitsu.

“Eu quero falar sobre pessoas que ficam provocando e dizendo para os outros não terem medo e têm medo. Não acho que uma luta entre eu e Nate Diaz é possível, ela já está 50% completa para o UFC 219. Uma luta com ele foi oferecida a mim pelo UFC e imediatamente aceita. Uma parte dessa luta está passando por campeões do mundo, levando socos de campeões do mundo, enquanto a outra parte dessa luta está dando desculpas por aí e se recusando a lutar. Nate Diaz está com medo”, comentou Woodley em seu programa de TV The Hollywood Beatdown.

O UFC 219 já teve diversas lutas principais especuladas. De um duelo entre Conor McGregor e Tony Ferguson à trilogia entre McGregor e Nate Diaz, passando pela primeira defesa de cinturão da campeã brasileira Cris Cyborg contra Holly Holm, várias opções foram ventiladas e descartadas por diversas razões.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *