Após problema de Oezdemir com a polícia, Cormier cogita Gustafsson ou St-Preux como desafiantes; veja

O problema cada vez maior de Volkan Oezdemir com a justiça dos Estados Unidos, após o lutador suíço ser detido e liberado somente ao pagar fiança – acusado de agressão grave em um bar na cidade de Fort Lauderdale -, pode dar um novo rumo à divisão dos meio-pesados do Ultimate. Existia a expectativa que o “No Time” fosse o próximo desafiante de Daniel Cormier, campeão da categoria, no UFC 220. Contudo, o próprio “DC” afirmou que pode optar por outros nomes, caso não seja possível enfrentar Volkan em janeiro de 2018.

“Claro, eu lutaria com qualquer um desses caras. Não importa. Esse cara (Oezdemir) está com uma série de vitórias mais longa na divisão, então, ele está na fila pelo título, mas se esse problema o fizer sair do title shot, eu irei para o próximo lutador. Então, claro, lutaria contra Gustafsson. Alguém me contou, ontem, que a equipe Ovince St-Preux está como: ‘Queremos uma luta pelo título, porque também temos uma boa série de vitórias’. Eu não me importo com quem será o oponente”, disparou Cormier ao podcast Anik & Florian.

Assim que recuperou o cinturão dos meio-pesados, após Jon Jones ser flagrado novamente no exame antidoping, Cormier se posicionou para dar uma oportunidade de título a Volkan. Com todo esse imbróglio, “DC” usou o exemplo de “Bones” e mandou um recado ao suíço.

“É difícil estar passando por esse tipo de coisa, especialmente neste momento, quando você está no topo de sua carreira. Não sei o que aconteceu. Você não deve fazer coisas que são erradas ou se colocar nessas situações, onde as coisas podem ir de lado. Você deve tentar ficar fora dessas posições o tempo todo”, encerrou o campeão meio-pesado.

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *