Sheymon planeja usar estratégia de adversário a seu favor e afirma: ‘Para me vencer ele vai ter que arrancar minha alma’

Sheymon é uma das grandes esperanças brasileiras – Foto: Leonardo Fabri

Apontado por especialistas como uma das grandes promessas brasileiras desta geração, Sheymon Moraes enfim vai fazer sua estreia no maior evento de MMA do mundo. Neste sábado, o peso-pena de 27 anos enfrenta o duríssimo Zabit Magomedsharipov no UFC China.

Três anos atrás, Sheymon chegou a ser sondado pelo Ultimate, mas uma lesão no joelho o impediu de ser contratado. De lá para cá, o lutador enfrentou algumas dificuldades e, não fosse o nascimento do filho, há seis meses, poderia ter abandonado a carreira.

“O nascimento do meu filho foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Eu estava num momento difícil no outro evento (WSOF), comecei a dirigir Uber, fazer entrega de comidas e, por ele, eu não desisti. Hoje estou aqui prestes a realizar um sonho. Para ele (Magomedsharipov) me vencer ele vai ter que arrancar a minha alma e eu sei que ele não vai conseguir”, afirma o brasileiro, que até duas semanas atrás estava trabalhando como Uber nos EUA, onde mora, para pagar parte dos custos do camp de treinamento.

Sheymon chega no UFC já com um teste de fogo. Assim como ele é considerado no Brasil, seu adversário é uma das grandes apostas do MMA Russo. Dono de um cartel de 13 vitórias – seis nocautes e cinco finalizações – e apenas uma derrota, Magomedsharipov estreou na organização em setembro deste ano finalizando Mike Santiago com um mata-leão no segundo round.

“Ele é longo, até chegar nele é complicado, tenho que ficar ligado porque ele tem muitas armas, mas fizemos um ótimo trabalho e vamos explorar todas as áreas. Se ele vier me agarrar… é isso que eu quero. Ele falou numa entrevista que ia trocar um pouco e me colocar para baixo. Mas é isso que eu quero, porque todo mundo acha que é fácil me colocar para baixo, mas é aí que eu vou começar a trabalhar o clinch do muay thai e vai ser divertido”, comenta Sheymon, dono de um cartel de nove vitórias – cinco por nocaute – e uma derrota.

UFC China

Xangai

Sábado, 25 de novembro de 2017

CARD PRINCIPAL (a partir de 10h, horário de Brasília):

Peso-médio: Michael Bisping x Kelvin Gastelum
Peso-meio-médio: Li Jingliang x Zak Ottow
Peso-pena: Wang Guan x Alex Caceres
Peso-meio-médio: Muslim Salikhov x Alex Garcia

CARD PRELIMINAR (a partir de 6h45, horário de Brasília):

Peso-pena: Zabit Magomedsharipov x Sheymon Moraes
Peso-meio-médio: Kenan Song x Bobby Nash
Peso-palha: Kailin Curran x Yan Xiaonan
Peso-galo: Song Yadong x Bharat Khandare
Peso-pesado: Chase Sherman x Shamil Abdurakhimov
Peso-galo: Yanan Wu x Gina Mazany
Peso-pena: Wuliji Buren x Rolando Dy
Peso-pesado: Cyril Asker x Yaozong Hu

O post Sheymon planeja usar estratégia de adversário a seu favor e afirma: ‘Para me vencer ele vai ter que arrancar minha alma’ apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *