Covington dispara criticas pesadas contra Jones: ‘É um pedaço de m***’

Covington detonou Jones (Foto:Reprodução/instagram/ColbyCovington)

Covington detonou Jones (Foto:Reprodução/instagram/ColbyCovington)

Colby Covington é, de fato, uma personalidade polêmica no mundo do MMA. Após as declarações ofensivas e racistas ao público brasileiro, o meio-médio mudou o foco e já tem um novo alvo: Jon Jones. Em entrevista ao programa ‘Submission Radio’, ‘Chaos’, como é conhecido, não poupou críticas ao ex-campeão dos meio-pesados, o julgando como falso e ’drogado’, além de revelar detalhes do período de dois anos em que moraram juntos.

Veja Também

Dern vai lutar dia 8 de dezembro (Foto:Reprodução/InstagramMackenzieDern)
Musa do MMA, Mackenzie Dern assina com o Invicta e estreia em dezembro

Bisping pretende se aposentar em março de 2018 (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)
Bisping revela que irá se aposentar no UFC Londres, em março de 2018

“Ele é um falso. A publicação dele no Twitter para o Georges St-Pierre simplesmente não me convenceu. Ele está tentando agir como um santo: ‘Ah, eu estou orando por você’. Cala a boca, cara. Vá cheirar mais cocaína. Vá trair mais a sua mulher. Você é um pedaço de m***. Nós ficamos bem nos primeiros meses que moramos juntos, mas ele era uma pessoa extremamente difícil de morar junto. Ele era sujo, fedia, não tomava banho. Ele era uma bagunça. Ele ia para as festas e todas aquelas coisas ruins. Mesmo quando ele estava no caminho errado, tentava agir como um santo: ‘Eu sou religioso, sou de Deus’, isso e aquilo. Ele está enganando os fãs. Ele precisa ser exposto por ser a pessoa que ele é, porque ele não é santo e não é a boa pessoa que ele tenta aparentar. Eu sabia que ele ia ser pego no doping, não foi uma surpresa. Eu esperava”, disparou Colby.

Caso Jon Jones: 

Jon Jones testou positivo em exames antidoping realizados no dia 28 de julho, na véspera do UFC 214, evento no qual reconquistou o cinturão dos meio-pesados ao nocautear Daniel Cormier. Essa, no entanto, não foi a primeira vez. Em julho de 2016, faltando apenas dois dias para enfrentar Cormier no UFC 200, ele foi flagrado por uso de hidroxiclomifeno e Letrozole, dois bloqueadores de estrogênio. Na ocasião, foi suspenso por 12 meses.

Bones confessou ser viciado em cocaína e chegou a ser preso por atropelar uma gestante e fugir do local por estar efeito de drogasNa ocasião, o UFC retirou seu cinturão e o suspendeu até que o caso fosse julgado e ele fosse condenado a liberdade condicional e cumprir serviços obrigatórios. O presidente do UFC, Dana White, chegou a revelar, ao reintegrar o lutador ao plantel de atletas, que aquela seria sua última chance.

Aos 30 anos, Jon Jones tem um cartel profissional de 22 vitórias e apenas uma derrota, em uma contestadíssima desclassificação por uma cotovelada ilegal. Líder do ranking peso por peso do UFC, ele é o mais jovem campeão da história da organização e considerado por muitos o maior lutador de todos os tempos. Porém, problemas fora das competições atrapalham a carreira do atleta.

Source: Portal da Luta

Vídeo: relembre a incrível finalização de Comprido sobre Roleta na final do absoluto do Mundial de 1999

Dois nomes que fizeram história no Jiu-Jitsu voltam à ação, pelo menos no YouTube. Em vídeo divulgado pela IBJJF, a organização reviveu o duelo entre Rodrigo “Comprido” Medeiros e Roberto “Roleta” Magalhães pela final do absoluto do Mundial de 1999. Na ocasião, Comprido precisou de poucos segundos para pegar o pé de Roleta e finalizá-lo.

Reveja abaixo a luta na íntegra:

Source: Tatame

SM Fitness & Wellness vai realizar curso para profissionais que ensinam artes marciais; inscrições abertas

Por Yago Rédua

Da próxima sexta-feira (17) até o domingo (19), acontece o 19º Congresso Internacional SM Fitness & Wellness. O palco do evento será o Colégio Santa Mônica, na Taquara, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Em conversa à TATAME, o professor Jorge Columá, que vai ministrar o curso “Lutas em três dimensões: educação, gestão e competição”, explicou o que será tratado e quais benefícios o profissional da área irá absorver ao realizá-lo.

“O curso funcionará abordando aspectos técnicos, culturais e pedagógicas das lutas de artes marciais, com professores comprovadamente qualificados para essa intervenção. Os participantes entrarão em contato com as tendências atuais em treinamento e também na parte pedagógica do ensino das lutas e artes marciais”, comentou o professor, afirmando que o profissional precisa se adaptar a “nova era de ensino”, com base na participação dos alunos e, principalmente, nos itens tecnológicos, cada vez mais presentes no dia a dia.

“Hoje, o profissional que transmite novos ensinos das lutas e artes marciais necessita de permanente atualização e estudo, pois o ensino está ficando cada vez menos dogmático e mais horizontal, com a participação do aluno no processo. Isso é irreversível, sobretudo, com o advento da tecnologia. Hoje, o professor deve estar antenado a revolução contemporânea provocada pela internet. O modelo autocrático old school está dando lugar a um ensino pautado nas dimensões integradoras do ser humano”, encerrou Columá.

O evento receberá diversos palestrantes das mais variadas áreas de conhecimento da Educação Física, como também de negócios, alto rendimento e até mesmo de questões a nível escolar. O pacote para inscrição vai de acordo com a demanda de cada participante e é possível conferir os preços aqui. Já para mais informações sobre o evento, clique aqui.

Source: Tatame

Escalado para grande edição do KSW, ex-campeão Santo Forte promete voltar ao topo do evento

Ex-campeão do polonês KSW, considerado por fãs e especialistas um dos melhores eventos de MMA da atualidade, o peso pesado Fernando Santo Forte está escalado para luta contra o anfitrião Michal Andryszak na última edição do ano, marcada para o dia 23 de dezembro, na cidade de Katowice, na Polônia.

Em entrevista ao PVT, o atleta da 011 MMA Team exaltou a estrutura do evento europeu, falou sobre o carinho dos fãs poloneses e prometeu recuperar o título que já lhe pertenceu.

“Eles (fãs poloneses) me apoiam demais. Desde a minha derrota eles me mandam mensagem de apoio nas minhas redes sociais. Este cinturão vai ser do Brasil e da Polônia”, garante Santo Forte. “Eles (membros da organização) são totalmente imparciais, tanto que eu ganhei do Karol Bedorf, que era campeão deles há cinco anos, e não teve nenhuma vantagem para ele, me senti em casa… Este cinturão vai voltar para o Brasil”.

Vencendo Andryszak, Santo Forte acredita que o próximo passo será recuperar o cinturão, perdido em maio deste ano num nocaute relâmpago de apenas 16 segundos para o ídolo local Marcin Rozalski. Embora o algoz de 39 anos tenha cogitado com uma possível aposentadoria, o brasileiro ainda tem esperança de reencontrá-lo dentro do  cage.

“Ganhei o cinturão do KSW em 2016 e eles fecharam uma luta para mim em seguida. O que ocorreu? Eu tive uma lesão séria na mão Como eu já tinja aceitado a luta… A gente está lá para matar ou morrer. Acabei aceitando a luta meio que na pressão, lutei contra um cara duro, que já lutou o K-1, o Marcin Rozalski, um dos adversários que mais me respeitou, tenho muita consideração por ele, mas eu quero muito uma revanche, porque não teve luta, foi um nocaute semelhante do McGregor sobre o Aldo. Mas a vida é isso aí, às vezes a gente aprende mais com uma derrota do que com uma vitória”.

O post Escalado para grande edição do KSW, ex-campeão Santo Forte promete voltar ao topo do evento apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Alexandre Pantoja enfrenta Dustin Ortiz no UFC 220, em janeiro

Duelo acontecerá dia 20 da janeiro (Foto:Reprodução/Facebook/Montagem SL)

Duelo acontecerá dia 20 da janeiro (Foto:Reprodução/Facebook/Montagem SL)

O card do UFC 220, evento que será realizado no dia 20 de janeiro, em Boston (EUA), ganhou mais um representante brasileiro. Depois de Thomas Almeida e Gleison Tibau serem confirmados do show, foi a vez do carioca Alexandre Pantoja, que mede forças com Dustin Ortiz em duelo válido pela categoria dos moscas (até 56kg). A informação foi dada em primeira mão por funcionários do Ultimate no jornal “Boston Globe”.

Veja Também

Thomas vai lutar dia 20 da janeiro (Foto: Reprodução/Facebook ThomasAlmeida)
Thomas Almeida busca recuperação contra Rob Font no UFC 220

Tibau vai voltar a lutar em janeiro (Foto: Reprodução/Facebook GleisonTibau)
Sem lutar há dois anos, Gleison Tibau volta contra Makhachev no UFC 220

Semifinalista do TUF 24, Pantoja realizou duas lutas no UFC, conquistando duas vitórias que o colocou na 12ª posição no ranking até 56kg. A estreia foi em janeiro deste ano, superando Eric Shelton por pontos. Na sequência, finalizou Neil Seery no UFC Glasgow, em julho. Aos 27 anos, o atleta da Nova União tem um cartel com 18 vitórias e duas derrotas.

Ortiz, por sua vez, é bem mais experiente no octógono do Ultimate. Na organização desde 2013, o norte-americano, que está em 9º no ranking, já soma 11 combates, acumulando seis resultados positivos e cinco negativos. Um ano mais velho que o brasileiro, tem 17 triunfos e sete reveses como profissional.

CARD DO UFC 220 (até o momento):

Peso leve: Islam Makhachev x Gleison Tibau

Peso galo: Thomas Almeida x Rob Font

Peso mosca: Alexandre Pantoja x Dustin Ortiz

Peso pena: Shane Burgos x Calvin Kattar

Peso pena: Kyle Bochniak x Brandon Davis

Source: Portal da Luta

Musa do MMA, Mackenzie Dern assina com o Invicta e estreia em dezembro

Dern vai lutar dia 8 de dezembro (Foto:Reprodução/InstagramMackenzieDern)

Dern vai lutar dia 8 de dezembro (Foto:Reprodução/InstagramMackenzieDern)

Multi-campeã no jiu-jitsu e considerada uma principais promessas do MMA feminino mundial, Mackenzie Dern já tem data, local e adversária definidas para realizar sua quinta luta profissional. Em entrevista ao programa ‘The MMA Hour’, a americana com nacionalidade brasileira revelou que assinou com o Invicta FC, organização parceira do UFC e exclusiva para mulheres, e fará sua estreia na nova casa no dia 8 de dezembro, em Las Vegas (EUA), contra a brasileira Kaline Medeiros, em duelo válido pela categoria peso palha (até 52kg).

Veja Também

Bisping pretende se aposentar em março de 2018 (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)
Bisping revela que irá se aposentar no UFC Londres, em março de 2018

P. Borrachinha (foto) tem rivalidade com C. Mutante (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Borrachinha dá indireta e Mutante responde com ameaça

“Vou lutar no Invicta, no dia 8 de dezembro. Estou muito feliz, a luta vai passar no UFC Fight Pass, e eu vou lutar na divisão até 52 kg de novo. Uma das finalistas do TUF 26 compete jiu-jitsu, e ela é quatro divisões mais pesada do que eu (no jiu-jitsu). Tem muitas garotas maior do que eu. Acho mesmo que 52 kg, pela altura e tamanho, é o melhor para mim. Seria a categoria que eu gostaria de ir para o UFC. Vamos tentar então, e chegando lá eu serei forte”, declarou a lutadora, que completou mostrando otimismo a respeito de uma possível ida para o UFC em 2018.

“Vou enfrentar a Kaline Medeiros. Sei que ela lutou pelo cinturão com a Angela Hill, tem experiência… Quero mostrar que estou pronta para o UFC, e acho que depois dessa mostrarei que estou pronta para o próximo passo”, concluiu.

Com apenas 24 anos, Mackenzie venceu as quatro lutas que fez no MMA. A estreia foi em julho de 2016, quando bateu Kenia Rosas por pontos. Na sequência, finalizou Montana Stewart, derrotou Katherine Roy na decisão e uso novamente toda sua experiência no jiu-jítsu para finalizar Mandy Polk em outubro deste ano, na divisão dos moscas (até 56kg).

Já Kaline, de 38 anos, tem um cartel com oito triunfos e cinco reveses, tendo atuado pela última vez em novembro do ano passado, quando perdeu para Angela Hill, hoje atleta do UFC.

Source: Portal da Luta

Grandes Clássicos do Jiu-Jitsu #1: Ricardo De La Riva x Royler Gracie

O PVT agora tem uma editoria focada no Jiu-Jítsu. Além de notícias da atualidade, informações em primeira mão e entrevistas com lendas, astros e promessas, não podemos fugir do nosso diferencial: relembrar histórias marcantes.

Para começar, apresentamos a coluna “Grandes Clássicos do Jiu-Jítsu”, que semanalmente apresentará confrontos históricos da Arte Suave.

Confrontos tiveram a mesma tônica: Royler tentando passar e De La Riva investindo na raspagem – Foto: Acervo Pessoal Royler Gracie

Nosso primeiro grande clássico é a trilogia entre Ricardo De La Riva, da Carlson Gracie, e Royler Gracie, da Gracie Humaitá, que agitou as competições de pano no final da década de 80.

Os confrontos rolaram em 1987 (Copa Cantão), 1988 (Campeonato Estadual) e 1989 (Copa Armazém do Esporte), e tiveram enredos bem parecidos. Guardeiro por natureza, De La Riva se colocava por baixo e investia na raspagem, enquanto o explosivo Royler tentava passar a todo custo.

No fim, sempre sem pontos e nas mãos dos juízes, o aluno de Carlson saiu vitorioso duas vezes, enquanto o filho de Hélio triunfou uma.

“Sempre o vi lutando, até porque ele era mais graduado, e sempre percebi que ele explodia no final e ganhava. Naquela época, não havia vantagens, então quem pressionasse ganhava a luta no final. Então eu montei uma estratégia para inibir isso. Essa foi a tônica das nossas três lutas, que por sinal foram excelentes. O Royler venceu quatro mundiais, ele é um dos maiores lutadores de pano da história. Me enobrece muito ter duas vitórias sobre ele”, relembrou De La Riva, que apresentou a Royler sua primeira derrota.

Em sua análise, Royler aponta o mau casamento de estilos como fator fundamental para a vantagem de De La Riva.

“Me lembro que ele tinha uma guarda muito chata de passar, tanto que foi batizada com o nome dele. Ele puxava e eu aceitava, pois gostava de jogar por cima. Talvez esse tenha sido o erro, pois nosso jogo nunca se encaixou, ou pelo menos nunca encaixou para mim”.

Assista no vídeo abaixo ao primeiro duelo entre Royler e De La Riva, realizado na Copa Cantão de 1987. Como supracitado, De La Riva venceu via decisão dos juízes e impôs a Royler a sua primeira derrota na carreira.

Fiquem ligados! Semana que vem tem mais!

O post Grandes Clássicos do Jiu-Jitsu #1: Ricardo De La Riva x Royler Gracie apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Bisping revela que irá se aposentar no UFC Londres, em março de 2018

Bisping pretende se aposentar em março de 2018 (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)

Bisping pretende se aposentar em março de 2018 (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)

Michael Bisping já flertou com a aposentadoria em algumas ocasiões, mas ao que tudo indica o inglês está mesmo determinado a pendurar as luvas nos próximos meses. Com luta agendada para o dia 25 de novembro, em Xangai, na China, quando substituirá Anderson Silva no duelo contra Kelvin Gastelum, o ex-campeão peso médio do UFC já definiu a data e local que entrará em ação pela última vez: dia 17 de março, em Londres, na Inglaterra.

Veja Também

Duelo será dia 25 de novembro (Foto:Reprodução/Youtube/Montagem SL)
Bisping substitui Anderson Silva e enfrenta Gastelum no UFC China

P. Borrachinha (foto) tem rivalidade com C. Mutante (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Borrachinha dá indireta e Mutante responde com ameaça

“Acontecerá um evento em Londres (minha despedida). Eu adoraria lutar lá. Eu adoraria fazer parte disso para agradecer aos britânicos que me apoiaram e fazer minha última luta lá. Eu definitivamente quero que minha última luta aconteça na Inglaterra. Eu sempre quis que minha luta de aposentadoria fosse na Inglaterra”, revelou em entrevista ao programa ‘The MMA Hour’.

O combate contra Gastelum será apenas 21 dias depois da derrota sofrida para Georges St. Pierre no UFC 217, realizado no dia 4 de novembro, em Nova York (EUA), quando perdeu o cinturão da divisão até 84kg. Segundo Bisping, a decisão em aceitar o confronto foi tomada para apagar a imagem deixada em sua atuação mais recente.

“É hora de seguir em frente e fazer outra coisa na minha vida. É por isso que eu quero lutar contra Kelvin (Gastelum), porque sei que posso fazer melhor do que fiz na semana passada (se referindo ao UFC 217). Eu aceitei essa luta apenas porque ‘você é tão bom quanto sua última luta’, e a minha última luta não foi de acordo com o plano. Eu me sinto bem, estou em boa forma, não tenho ferimentos, então por que não?”, disse o inglês, que completou reafirmando que encerrará sua carreira no início do próximo ano.

“Eu estava planejando para que minha última luta fosse em março (de 2018). Essa (luta) não estava nos planos, então fazer uma extra. Esse não era o plano, mas as circunstâncias me colocaram nesta situação”, concluiu.

Source: Portal da Luta

Fabrício Werdum repete tática vitoriosa e chega antes à Austrália: 'Já sou local'

O brasileiro Fabrício Werdum costuma chegar antes com sua equipe nas cidades em que vai lutar para começar a adaptação mais rápido que o seu adversário. Foi assim quando conquistou o cinturão interino dos pesados, nocauteando Mark Hunt, em 2014, ao chegar quase dois meses antes no México. E também está sendo dessa maneira no UFC Sydney, que acontece neste sábado, AO VIVO no Canal Combate, quando ele enfrenta Marcin Tybura.
UFC Sydney: Quem vence a luta principal? | As promessas do evento | Todas as l … Read the Full Article Here
Source: UFC

Vitor Belfort é confirmado contra Uriah Hall em 2018

A lenda Vitor Belfort já tem data marcada para voltar ao octógono em 2018. O brasileiro enfrentará o jamaicano Uriah Hall, entre os médios, no UFC St. Louis, dia 14 de janeiro.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTubeO carioca de 40 anos vem de uma boa vitória contra Nate Marquardt, por pontos, no UFC 212, no Rio de Janeiro, em junho. Belfort tem constantemente usado suas redes sociais para avisar que está treinando e chegará forte para a luta. Hall também vem de vitória, nocaute sobre Krzysztof Jotko, em sete … Read the Full Article Here
Source: UFC