Cyborg confirma favoritismo e mantém cinturão contra Holm no UFC 219; Khabib anula Barboza

No começo da madrugada deste domingo (31), o Ultimate realizou o último evento em 2017, o UFC 219, em Las Vegas (EUA). Na luta principal, a brasileira Cris Cyborg defendeu o cinturão dos penas contra Holly Holm e manteve o posto de campeã, após uma batalha de cinco rounds. A curitibana venceu por decisão unânime dos árbitros e, ainda no octógono, agradeceu a desafiante e projetou a próxima luta contra Megan Anderson, no UFC 221, na Austrália, em fevereiro.

“Quero agradecer a Holly Holm, ela é uma lutadora impressionante, agradecer a Deus pela oportunidade e a todos que vieram hoje. Gostaria de lutar na Austrália contra a Megan Anderson, tenho muitos fãs lá. Estou pronta para qualquer uma”, apontou Cyborg.

No co-main event, Khabib Nurmagomedov fez prevalecer o seu jogo diante de Edson Barboza e venceu o brasileiro por decisão unânime dos jurados. “The Eagle” anulou as ações do oponente, o derrubou nos três rounds e, em entrevista ainda no octógono, afirmou que não finalizou para sentir o “gosto” da luta.

“Quero agradecer a Deus. Meu filho nasceu hoje. Agora estou com 25-0. Sem lesão, posso enfrentar qualquer um. Posso lutar contra o Tony ou o Conor, não importa contra quem. Este cara (Edson Barboza) é um dos melhores trocadores do UFC e eu lutei com ele por 15 minutos. Podia tê-lo finalizado, mas queria sentir os 15 minutos inteiros porque não lutava há um ano. Eu não penso sobre esses dois babacas (Conor e Tony). Penso em mim. Quanto a minha próxima luta, o que você quer? Eu diria Tony Ferguson. Não acho que o McGregor voltará tão cedo porque ele tem que gastar o dinheiro que ele ganhou. Quando o dinheiro acabar, eu acho que ele vai voltar”, declarou o russo que agora registra um cartel de 25 vitórias e nenhuma derrota.

Khabib impôs o seu jogo, controlou a luta e derrotou o brasileiro Edson Barboza (Foto: Getty Images)

Ainda no card principal, Dan Hooker finalizou Marc Diakiese com uma guilhotina no terceiro round. Já Carla Esparza bateu Cynthia Calvillo por decisão unânime, assim como a vitória de Neil Magny sobre Carlos Condit. Único brasileiro no card preliminar, Matheus Nicolau, que retornou de suspensão após um ano e meio afastado, passeou contra Louis Smolka e levou a melhor na decisão dos árbitros.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC 219
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 30 de dezembro de 2017

Card principal
Cris Cyborg derrotou Holly Holm por decisão unânime dos jurados
Khabib Nurmagomedov derrotou Edson Barboza por decisão unânime dos jurados
Dan Hooker finalizou Marc Diakiese com uma guilhotina no 3R
Carla Esparza derrotou Cynthia Calvillo por decisão unânime dos jurados
Neil Magny derrotou Carlos Condit por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Michal Oleksiejczuk derrotou Khalil Rountree por decisão unânime dos jurados
Myles Jury derrotou Rick Glenn por decisão unânime dos jurados
Marvin Vettori e Omari Akhmedov empataram por decisão majoritária
Matheus Nicolau derrotou Louis Smolka por decisão unânime dos jurados
Tim Elliott derrrotou Mark De La Rosa por finalização no 2R

Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Confira!

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *