Cyborg exalta Holly Holm e volta a pedir Megan Anderson

C. Cyborg (esq) se rendeu a Holm (dir) (Foto: Reprodução Facebook ufc)

A brasileira Cris Cyborg chegou à decisão dos juízes pela primeira vez desde 2008 na vitória sobre Holly Holm no UFC 219. E a campeã peso pena fez questão de elogiar a postura da norte-americana, que entrou no octógono com uma estratégia bem traçada para neutralizá-la, mas não contava com a capacidade de adaptação de Cris.

Veja Também

Cyborg tem luta dura, mas bate Holm e defende cinturão no UFC 219

Cyborg e Holm ganham bônus de Luta da Noite após UFC 219

Vídeo: Veja como foi a vitória de Cris Cyborg sobre Holly Holm

Em entrevista nos bastidores do UFC 219, Cyborg falou sobre Holly Holm e voltou a pedir uma luta com “uma peso pena de verdade”, citando novamente a australiana Megan Anderson como uma possível adversária para sua próxima luta.

“Holly fez uma luta incrível e isso me deixa mais feliz de ser campeã. Ela fez uma luta boa, então não me surpreende que os juízes tenham dado um ou dois rounds para ela. Ela fez uma ótima estratégia, pois não me deixava encaixar sequências. Sabia se mover muito rápido, então eu acertava um golpe e quando ia dar o outro ela já tinha saído do meu alcance. No terceiro round, eu a acertei com um golpe duro, mas acabou o tempo. Ela foi um grande teste para mim (…) Agora quero enfrentar uma lutadora de fato da minha categoria. Quero a Megan Anderson na Austrália, mas espero que os fãs no Brasil não fiquem com ciúmes (risos)”, comentou a brasileira, que exaltou também o próprio preparo físico.

“Acho que mostrei que posso fazer cinco rounds. As pessoas não tinham fé no meu preparo físico, mas mostrei que posso chegar lá e lutar por 25 minutos no mesmo ritmo. Estou muito bem e aguentaria até mais cinco assaltos agora”, garantiu.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *