Cyborg e Holm ganham bônus de Luta da Noite após UFC 219

C. Cyborg e H. Holm ganharam bônus (Foto: Reprodução Facebook ufc)

A luta principal do UFC 219 vinha sendo comercializada como a maior de todos os tempos do MMA feminino. E Cris Cyborg e Holly Holm não desapontaram. Aliando força, brutalidade e técnica, as duas fizeram cinco rounds de pura emoção e foram recompensadas com o prêmio de Luta da Noite no evento deste sábado (30). Com isso, ambas as atletas recebera um cheque extra de US$ 50 mil por seus esforços.

Veja Também

Khabib domina e Barboza fica no quase de novo no UFC 219

Cyborg tem luta dura, mas bate Holm e defende cinturão no UFC 219

Tradicionalmente, o Ultimate também distribui bônus para dois atletas que dão show individual dentro do evento. E um deles foi o russo Khabib Nurmagomedov. Após quase 14 meses fora do octógono, “Eagle” simplesmente atropelou o brasileiro Edson Barboza, e só não venceu por nocaute porque Júnior mostrou uma resistência fora do comum. Khabib também embolsou US$ 50 mil pelo prêmio de Performance da Noite.

O outro recipiente da honraria foi Tim Elliott. Lutando como peso galo algumas semanas após o suicídio de seu treinador Robert Follis, o norte-americanou o homenagou com uma excelente finalização sobre o estreante Mark De La Rosa. Após um primeiro round de domínio, mas em que quase foi finalizado por alguns momentos, Elliott virou o jogo e encaixou um triângulo de mão que fez De La Rosa bater em desistência. A exemplo de Cyborg, Holm e Nurmagomedov, o norte-americano também recebeu o valor extra de US$ 50 mil.

Source: Portal da Luta

Em luta de paciência, Cris Cyborg supera Holly Holm e mantém cinturão do UFC

Cyborg venceu após cinco rounds – Foto: Getty Images

Não foi uma vitória tranquila como de costume, mas Cris Cyborg defendeu com sucesso o cinturão peso-pena do UFC na luta contra Holly Holm no último sábado em Las Vegas-EUA.

A ex-campeã dos galos surpreendeu nos primeiros rounds e aproveitou um estilo mais cadenciado da brasileira para tentar imprimir seu próprio ritmo.

Embora a norte-americana, aparentemente, apresentasse um volume de golpes ligeiramente maior do que a campeã, esta bloqueava na guarda e contra-atacava com golpes mais contundentes.

Esta foi a tônica da maior parte da luta. Vale ressaltar que os momentos mais duros foram proporcionados por Cyborg, que acertou alguns socos em linha reta em cheio no rosto de Holm, que terminou a luta bastante ferida.

No final, a maior contundência de Cris Cyborg valeu a vitória por decisão unânime, que garantiu não somente o cinturão do UFC, como também uma incrível invencibilidade de 20 lutas.

Nurmagomedov freia Edson Barboza

Com um jogo manjado, porém extremamente eficiente, Khabib Nurmagomedov quebrou a sequência de vitórias de Edson Barboza, que até começou mais contundente, aplicando fortes chutes nas pernas do russo. Mas o combo de quedas mais ground and pound de Nurmagomedov minou o brasileiro ao longo dos três rounds de luta. No fim, vitória russa por decisão unânime.

O monólogo de Matheus Nicolau

Voltando ao octógono após cumprir suspensão por doping, o peso-mosca Matheus Nicolau não deu chances a Louis Smolka. Só no primeiro round foram pelo menos três knockdowns, além de quase definir com um katagatme. Nos rounds seguintes o amplo domínio seguiu, e além do veloz e preciso Boxe, outras tentativas de finalizações quase anteciparam o fim da luta. No fim, vitória por decisão unânime, a terceira em três combates pelo UFC.

UFC 219

Las Vegas-EUA

30 de dezembro de 2017

Cris Cyborg venceu Holly Holm por decisão unânime

Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza por decisão unânime

Dan Hooker venceu Marc Diakiese por finalização (guilhotina) no R3

Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime

Neil Magny venceu Carlos Condit por decisão unânime

Michal Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree por decisão unânime

Myles Jury venceu Rick Glenn por decisão unânime

Marvin Vettori e Omari Akhmedov empataram por decisão majoritária

Matheus Nicolau venceu Louis Smolka por decisão unânime

Tim Elliott venceu Mark De La Rosa por finalização (d’arce choke) no R2

O post Em luta de paciência, Cris Cyborg supera Holly Holm e mantém cinturão do UFC apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Cyborg tem luta dura, mas bate Holm e defende cinturão no UFC 219

C. Cyborg (dir) foi superior a H. Holm (esq) no UFC 219 (Foto: Reprodução Twitte ufc)

O UFC 219 serviu para que a campeã Cris Cyborg respondesse diversas perguntas sobre seu domínio no peso pena. Enfrentando Holly Holm, uma lutadora de nível mundial, a brasileira mostrou sua técnica e o poder de suas mãos para conquistar a vitória por decisão e passar pelo maior desafio de sua carreira.

Veja Também

Vídeo: Veja como foi a vitória de Cris Cyborg sobre Holly Holm

Khabib domina e Barboza fica no quase de novo no UFC 219

Matheus Nicolau volta com grande vitória sobre Smolka no UFC 219

Cyborg e Khabib são os maiores favoritos nas apostas para o UFC 219

Usando seu jogo de pressão, mas com muita paciência para não se submeter aos contra-ataques mortais da norte-americana, Cris mostrou toda sua técnica, variando ataques e brilhando com seu muay thai forjado a ferro e fogo na lendária Chute Boxe. À desafiante restou a honra de chegar na decisão com a mulher mais dominante da história do MMA.

Após a luta, Cyborg pediu para lutar na Austrália e nomeou sua próxima desafiante: Megan Anderson, australiana que a sucedeu como campeã peso pena do Invicta e uma das lutadoras mais fortes em atividade na categoria.

“Eu quero agradecer à Holly Holm por ter vindo lutar comigo, ela mostrou hoje que é uma grande lutadora. Agradeço a Deus, pois Ele está sempre em primeiro lugar. Aos meus fãs, eu pude mostrar um pouco mais da Cyborg, obrigado. E eu quero lutar na Austrália, com uma verdadeira peso pena, e a Megan Anderson é essa pessoa. Mas tudo depende do UFC. Luto contra quem o Dana White quiser”, declarou a brasileira.

A LUTA

O primeiro round começou com uma surpresa para Cyborg: Holm se movimentava muito bem e conectava com diretos de esquerda que incomodavam a campeã. A brasileira teve problemas para lidar com o jogo de pernas da adversária, mas já no fim do round mostrou ter decifrado o jogo de Holly e encontrou o queixo da norte-americana. No segundo assalto, Cris começou a dominar, soltando golpes cada vez mais duros e colocando a ex-campeã dos galos em apuros.

Mas foi no terceiro assalto que o duelo pendeu decisivamente para o lado do Brasil. Cyborg começou a ler bem os chutes que Holm soltava e conseguiu fechar o olho da norte-americana, que começava a ficar vulnerável aos contra-ataques com a mão pesada da campeã. No fim do round, Holly foi salva pelo gongo após sequência brutal de Cris.

O quarto e o quinto rounds foram parecidos. Cyborg pressionava, andava para frente variando seus golpes, entre chutes baixos e altos e ganchos e diretos, enquanto Holm seguia buscando conectar com seu direto de esquerda e o chute alto – àquela altura já decifrados pela campeã. No fim, mais uma pressão de Cris, que não conseguiu finalizar o combate, mas saiu gigante do octógono.

Resultados do UFC 219

Card principal

Peso pena: Cris Cyborg derrotou Holly Holm por decisão unânime (49-46, 48-47, 48-47)

Peso leve: Khabib Nurmagomedov derrotou Edson Barboza por decisão unânime (30-25, 30-25, 30-24)

Peso leve: Dan Hooker derrotou Marc Diakese por finalização (guilhotina) aos 42s do R3

Peso palha: Carla Esparza derrotou Cynthia Calvillo por decisão unânime (3x 29-28)

Peso meio-médio: Neil Magny derrotou Carlos Condit por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Card preliminar

Peso meio-pesado: Michal Oleksiejczuk derrotou Khalil Rountree Jr. por decisão unânime (3x 30-27)

Peso pena: Myles Jury derrotou Rick Glenn por decisão unânime (3x 30-27)

Peso médio: Marvin Vettori e Omari Akhmedov têm empate majoritário (28-28, 29-28 Vettori, 28-28)

Peso mosca: Matheus Nicolau derrotou Louis Smolka por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-25)

Peso galo: Tim Elliott derrotou Mark De La Rosa por finalização (triângulo de mão) a 1m41s do R2

Source: Portal da Luta

Confira os resultados dos bônus do UFC 219

O ano novo de Cris Cyborg será mesmo especial. Além de manter o cinturão peso-pena ao bater Holly Holm na luta principal do UFC 219, realizado neste sábado (30), a lutador faturou o bônus de “Luta da Noite” e levará para casa US# 50 mil, assim como sua rival.Mais UFC 219: Cyborg mantém o cinturão | Nurmagomedov domina Barboza | Matheus Nicolau venceOutros lutadores premiados com US$ 50 mil foram Khabib Nurmagomedov e Tim Elliot, pelo prêmio de “Performance da Noite”. Enquanto o russo dominou Edson Barboza por trê … Read the Full Article Here
Source: UFC

O espetacular ano de Cris Cyborg

A brasileira Cris Cyborg encerrou 2016 com nocautes sobre Leslie Smith e Lina Lansberg e deixou uma pulga atrás da orelha dos fãs: quando ela disputaria o cinturão dos penas? Após muita campanha nas redes sociais, a curitibana de 32 anos teve sua chance no UFC 214, em julho, e nocauteou Tonya Evinger no terceiro round.
Mais UFC 219: Nurmagomedov domina Barboza | Matheus Nicolau vence | Assine o Canal CombateEla já desceu do octógono pedindo para enfrenta Holly Holm, ex-campeã dos galos e a mulher que chocou o mundo ao nocautear … Read the Full Article Here
Source: UFC

Cyborg e Holm lideram o UFC 219 em embate histórico; co-main event define futuro nos leves

Fechando o ano do Ultimate em 2017, a organização desembarca em Las Vegas (EUA), neste sábado (30), onde acontece o UFC 219. Na luta principal da noite, a campeã peso-pena Cris Cyborg defende o seu cinturão contra Holly Holm, na considerada a “maior luta da história do MMA feminino” até agora. No co-main event, Edson Barboza e Khabib Nurmagomedov duelam em busca de um title shot na divisão dos leves.

Além de Cyborg e Barbosa, o Brasil terá outro representante no octógono da T-Mobile Arena, Matheus Nicolau, que entra em ação no card preliminar contra Louis Smolka.

Mulheres fazendo história

Maior nome do MMA feminino atualmente, Cris Cyborg terá diante de Holm, talvez, o maior desafio da sua carreira. Atropelando adversária atrás de adversária, a brasileira desta vez enfrenta uma multicampeã no Boxe, ex-campeã peso-galo e responsável por acabar com o reinado de Ronda Rousey.

Futuro do peso-leve em jogo

No co-main event, um embate promete definir o futuro da divisão dos leves do UFC, hoje liderada pelo campeão interino Tony Ferguson. Enquanto Conor McGregor – dono do cinturão linear – não volta ao octógono, Khabib Nurmagomedov e Edson Barboza se enfrentam para dar sequência à categoria. O vencedor provavelmente será o próximo rival de Ferguson, em combate já aguardado pelos fãs e pela mídia.

Khabib e Edson prometem um duelo empolgante no co-main event em Las Vegas (Foto Getty Images / UFC)

Outras lutas e um brasileiro

Além do título peso-pena feminino em jogo e de uma importante definição no peso-leve masculino, o UFC 219 também terá outros bons combates, com destaque para os retornos do ex-campeão Carlos Condit, contra Neil Magny, e do brasileiro Matheus Nicolau.

Sediado na T-Mobile Arena, o card tem início previsto para às 22h (horário de Brasília), enquanto as lutas principais começam 1h. Você, é claro, acompanha tudo na TATAME. Oss!

CARD COMPLETO:

UFC 219
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 30 de dezembro de 2017

Card principal
Cris Cyborg x Holly Holm
Khabib Nurmagomedov x Edson Barboza
Dan Hooker x Marc Diakiese
Cynthia Calvillo x Carla Esparza
Carlos Condit x Neil Magny

Card preliminar
Khalil Rountree x Michal Oleksiejczuk
Myles Jury x Rick Glenn
Marvin Vettori x Omari Akhmedov
Louis Smolka x Matheus Nicolau
Tim Elliott x Mark De La Rosa

Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Confira!

Source: Tatame

Com volta de Cro Cop e definições em três GPs, Rizin FF 9 fecha o ano de 2017

Após o evento da última sexta-feira (29), o Rizin Fighting Federation promete importantes definições e boas lutas para a sua última edição do ano, neste domingo (31), na Saitama Super Arena, no Japão. Sem perder uma luta desde 2013 e com quatro vitórias acumuladas pela organização japonesa, Mirko Cro Cop retorna para lutar contra o japonês Tsuyoshi Kosaka, em luta válida pela divisão dos pesados.

Outra boa atração será a lenda japonesa Takanori Gomi. O lutador, de 39 anos, que foi demitido do Ultimate após cinco derrotas consecutivas, vai estrear pelo Rizin encarando o compatriota Yusuke Yachi, que é 12 anos mais novo e vem embalado por quatro triunfos seguidos.

No aguardado GP dos galos, após as quartas de final do último dia 29, quatro nomes chegam em busca do título. Kyoji Horiguchi enfrenta Manel Kape, após boa vitória sobre o brasileiro Gabriel Oliveira, enquanto Shintaro Ishiwatari pega Takafumi Otsuka.

Além dos confrontos decisivos que serão realizados no GP peso-galo, outras duas categorias terão suas definições no formato de GP. Na categoria peso-mosca, já nas semifinais, Tenshin Nasukawa encara Yuta Hamamoto, enquanto Mitsuhisa Sunabe enfrenta Yamato Fujita. Já no peso-átomo feminino, também pelas semis, a brasileira Maria Oliveira vai medir forças com a japonesa Kanna Asakura, e Rena Kubota terá pela frente a espanhola Irene Cabello.

CARD COMPLETO:

Rizin FF 9
Saitama Super Arena, em Saitama (JAP)
Domingo, 31 de dezembro de 2017

Final do GP peso-galo: ***** x *****
Final do GP peso-átomo: ***** x *****
Final do GP peso-mosca: ***** x *****
Peso-pesado (até 120kg): Mirko Cro Cop x Tsuyoshi Kosaka
Peso-mosca (até 57kg): Shinju Nozawa-Auclair x Chelsea LaGrasse
Peso-leve (até 70kg): Takanori Gomi x Yusuke Yachi
Semifinal do GP peso-átomo: Rena Kubota x Irene Cabello
Semifinal do GP peso-átomo: Maria Oliveira x Kanna Asakura
Semifinal do GP peso-mosca: Tenshin Nasukawa x Yuta Hamamoto
Semifinal do GP peso-mosca: Mitsuhisa Sunabe x Yamato Fujita
Semifinal do GP peso-galo: Shintaro Ishiwatari x Takafumi Otsuka
Semifinal do GP peso-galo: Kyoji Horiguchi x Manel Kape

Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Confira!

Source: Tatame

Vídeo: reveja a pesagem e os melhores momentos das encaradas oficiais antes do UFC 219

Antes de a ação rolar no octógono neste sábado, para o UFC 219, na última sexta-feira (29), foi a vez de todos os lutadores subirem na balança e realizarem as tradicionais encaradas. Todos os duelos foram confirmados, e no main event, Cris Cyborg, campeã peso-pena, bateu 65,8kg, enquanto Holly Holm, a desafiante, atingou a marca de 65,3kg.

No co-main event, Khabib Nurmagomedov deixou a tensão sobre o seu peso para trás e, sem problemas, ficou dentro do limite da categoria dos leves, assim como seu adversário Edson Barboza. Outro brasileiro no card, Matheus Nicolau também não teve dificuldades.

Veja como foi abaixo:

Source: Tatame

Nicolau analisa luta contra Smolka e vibra com volta em evento de ‘peso’: ‘Importante ser visto e lembrado’

Por Mateus Machado

Após cumprir um ano de suspensão aplicada pela USADA ao testar positivo para um exame antidoping, Matheus Nicolau está pronto para voltar a fazer o que mais ama: lutar. O mineiro vai enfrentar Louis Smolka no card do UFC 219, que acontece neste sábado, dia 30 de dezembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Com duas vitórias contabilizadas no Ultimate e sem perder um duelo desde 2012, Nicolau terá pela frente um adversário que, apesar de estar em 13º no ranking peso-mosca do Ultimate, se encontra em má fase, já que vem de três derrotas consecutivas. Em entrevista exclusiva à TATAME, Matheus tratou de pregar o respeito e ressaltou a experiência do seu oponente.

“Olha, a pressão (pela vitória após uma série de derrotas) age de forma diferente em cada indivíduo. Tem quem goste, tem aqueles que se inibem… O (Louis) Smolka é um cara experiente e de um jogo muito solto, que tenta manter a intensidade da luta o tempo todo, dá bastante giro. Acredito que ele não vai entrar diferente do que já vimos ele anteriormente”, analisou o mineiro, que declarou que um triunfo sobre o experiente lutador deve marcar seu retorno ao Top 15 da categoria.

“Acredito que essa vitória me coloque no ranking, sim. Tanto por eu estar ranqueado anteriormente quanto pelo Smolka ser o 13º no ranking. Mas essa é a menor das preocupações. Meu foco é vencer o Smolka e, a partir disso, as coisas acontecem naturalmente”, salientou o jovem atleta, que ainda falou sobre a importância de fazer seu retorno em um evento numerado.

“Felizmente, tive a sorte de ser escalado em algumas semanas importantes do UFC, mesmo com pouco tempo de casa. Estreei em São Paulo, no retorno do Ultimate à cidade e cheio de nomes de impacto. Na sequência, participei de um dos eventos da UFC Fight Week, em Las Vegas, contra um adversário ranqueado. Agora, em um card que encerra o calendário do UFC em 2017. Lutar nestes eventos é importante para ser visto e lembrado. Os olhos do mundo estão voltados para aquele instante, é a oportunidade de mostrar a minha arte marcial e o porquê de eu estar lutando na elite do MMA mundial”, finalizou.

CARD COMPLETO:

UFC 219
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 30 de dezembro de 2017

Card principal
Cris Cyborg x Holly Holm
Khabib Nurmagomedov x Edson Barboza
Dan Hooker x Marc Diakiese
Cynthia Calvillo x Carla Esparza
Carlos Condit x Neil Magny

Card preliminar
Khalil Rountree x Michal Oleksiejczuk
Myles Jury x Rick Glenn
Marvin Vettori x Omari Akhmedov
Louis Smolka x Matheus Nicolau
Tim Elliott x Mark De La Rosa

Source: Tatame

UFC 219: Cris Cyborg x Holly Holm – Resultados

Siga os resultados do UFC 219 (Foto: Daniel Ramalho/Inovafoto/UFC)

O Ultimate encerra a temporada 2017 em grande estilo. O UFC 219, evento que acontece neste sábado (30), em Las Vegas, traz na luta principal a brasileira Cris Cyborg como principal estrela da noite. A curitibana coloca o cinturão da divisão de penas em jogo contra a norte-americana Holly Holm, ex-campeã do peso galo. O duelo marca a primeira defesa de título da brasileira e pode alçar Cyborg ao posto de estrela da franquia.

Veja Também

QUIZ: Você sabe o que aconteceu no mundo das lutas em 2017?

Retrospectiva de 2017: Doping, retornos triunfais e decepções

Além de Cyborg, o UFC 219 traz mais dois brasileiros em ação: Na segunda luta mais importante do show, Edson Barboza tenta carimbar a chance de lutar pelo título dos médios contra o russo Khabib Nurmagomedov. Já no programa preliminar, Matheus Nicolau encara Louis Smolka.

Fique ligado por aqui para acompanhar os resultados do UFC 219 AO VIVO e em TEMPO REAL

RESULTADOS DO UFC 219:

DATA E HORÁRIO: 30/12/2017, a partir das 21h45 (horário de Brasília)

LOCAL: T-Mobile Arena, Las Vegas, Estados Unidos

COMO ASSISTIR: Canal Combate

Card principal

Peso pena: Cris Cyborg x Holly Holm

Peso leve: Khabib Nurmagomedov x Edson Barboza

Peso leve: Dan Hooker x Marc Diakese

Peso palha: Cynthia Calvillo x Carla Esparza

Peso meio-médio: Carlos Condit x Neil Magny

Card preliminar

Peso pena: Myles Jury x Rick Glenn

Peso meio-pesado: Khalil Rountree x Michal Oleksiejczuk

Peso médio: Marvin Vettori x Omari Akhmedov

Peso mosca: Matheus Nicolau derrotou Louis Smolka por decisão unânime (30×26, 30×26, 30×25)

Peso galo: Tim Elliott derrotou Mark De La Rosa por finalização (triângulo de mão) a 1m41s do R2

Source: Portal da Luta