Belfort crava aposentadoria após o UFC St. Louis e desdenha de Borrachinha: ‘Quero os melhores’

Por Yago Rédua

Nesta quinta-feira, dia 11 de janeiro de 2018, a lenda Vitor Belfort confirmou, após cerca de vinte anos de carreira como profissional, que está se aposentando do MMA. Em teleconferência antes do UFC Fight Night 124, marcado para o próximo domingo (14), em St. Louis, Vitor cravou que realiza sua despedida contra Uriah Hall nos Estados Unidos.

“Isso é maravilhoso. Fiz grandes cards. O octógono é do mesmo tamanho. Não gosto de dar ‘tchau’, ‘festa de despedida’. Isso aqui não é futebol, que tem ‘jogo de despedida’. Não tem como ficar relaxado. Estou muito feliz. É um ótimo card. Estou me sentido especial”, afirmou o brasileiro, que ainda brincou sobre um possível retorno aos cages no futuro.

“Só por muito dinheiro. Bota milhões nisso (risos). Vou estar ajudando, me dedicando a muitas pessoas. O Cezar Mutante é um deles. Vou estar sempre preparado, é claro, mas (para seguir lutando) tem que ser muito interessante. Vamos de 10 milhões para cima. Esse é o valor. Aí, a gente começa a conversar (risos)”, exclamou o lutador de 40 anos.

Belfort luta MMA profissionalmente desde 1996, quando tinha apenas 19 anos de idade. Desde então, somou 26 vitórias, 13 derrotas e um “No Contest” (luta sem resultado), além de ter sido campeão do UFC por duas oportunidades. Um dos grandes nomes do esporte, o brasileiro celebrou o fato de realizar sua despedida contra Uriah Hall, segundo ele um grande rival, e desdenhou do compatriota Paulo Borrachinha, que vinha o provocando.

“O Rodrigo Minotauro estava querendo influenciar e colocar muitos brasileiros contra os brasileiros. Não estou de bobeira e sabemos o que é bom para os fãs e o que é bom para o Vitor Belfort. Estou aqui há muito tempo. Não sou bobo. Eu quero lutar com o melhor e o melhor é o Uriah Hall. Não tenho nada a dizer (sobre as provocações do Borracinha). Passa a borracha nisso (risos), é o que eu penso”, disse Belfort, colocando “panos quentes”.

Confira outros trechos da entrevista com Vitor Belfort:

– Luta de despedida contra o Uriah Hall

É um lutador talentoso, todo mundo sabe disso. Temos que colocar em prática o que treinamos. Que a noite seja minha e não dele. Nós temos um time que define como queremos caminhar. O Uriah Hall é ranqueado, tem mais história. Estou muito feliz de enfrentar os lutadores mais talentosos do UFC. Estou orgulhoso de lutar com ele.

– Principais características do seu adversário

Um lutador novo, talentoso, perigoso, que tem um arsenal muito bom. Estamos atrás de gente boa, quero lutar com gente boa. Você só pode ser julgado após verem contra as pessoas com quem você lutou. Esse sim é o grande troféu de um campeão, com certeza.

Vitor se preparou para enfrentar Hall na academia de St-Pierre, no Canadá (Foto reprodução Instagram)

– Camp de treinamento no Canadá

Eu acredito que, sem sacrífico, a gente não consegue nada. Foi muito bom (treinar no Canadá). Conheci gente nova. Eu estou em busca de conhecimento e não consigo fazer esse esporte, sem estar sem qualquer tipo de crescimento. Foi uma mudança ótima. Fiquei amigo do Georges St-Pierre, tem muita gente boa lá. A experiência foi incrível.

– Projeto futuro como embaixador do UFC

Por enquanto, já falaram algumas coisas. Com certeza eu vou ficar próximo ao esporte, ajudando. Tenho muito a contribuir. O contrato que o UFC tem com a Globo hoje, eu fui o pivô ao marcar a reunião com o Robertinho para isso acontecer. Sempre gostei desse mundo dos negócios, de empreender. O importante é ter foco também para fazer o meu.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 124
St. Louis, nos Estados Unidos
Domingo, 14 de janeiro de 2018

Card principal
Jeremy Stephens x Doo Ho Choi
Uriah Hall x Vitor Belfort
Paige VanZant x Jessica-Rose Clark
Kamaru Usman x Emil Meek

Card preliminar
Darren Elkins x Michael Johnson
James Krause x Alex White
Matt Frevola x Marco Polo Reyes
Thiago Alves x Zak Cummings
Kalindra Faria x Jessica Eye
Talita Bernardo x Irene Aldana
Danielle Taylor x JJ Aldrich
Mads Burnell x Michael Santiago
Kyung Ho Kang x Guido Cannetti

Source: Tatame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *