Lucas Hulk mantém boa fase, vence no México, em San Francisco, e distribui lições de Jiu-Jitsu

Lucas Hulk vive ótima fase – Foto: Divulgação/Fight Talk

Depois de brilhar no Europeu 2018, Lucas “Hulk” Barbosa voltou aos tatames de competição em dois torneios da IBJJF, no último fim de semana. Primeiro, no sábado, dominou o peso meio-pesado no México Open e depois, no domingo, brilhou novamente na divisão meio-pesado do San Francisco Open, na Califórnia.

Em ótima fase na carreira desde a temporada 2017, Lucas detalha o que mais evoluiu nos últimos meses e aproveitou para contar os benefícios de competir nos torneios de Jiu-Jitsu.

“Evolui muito, principalmente, no nível técnico. Quanto mais você luta, mais você desenvolve suas habilidades e seu nível aumenta. É possível ver onde você está errando.  Além disso, você ganha confiança e desenvolve melhor suas estratégias. Lutar campeonato de Jiu-Jitsu é sempre bom. Mas lembre-se: respeite o limite do seu corpo”, conta Lucas, que hoje ocupa o quinto lugar no ranking da IBJJF, antes de falar da experiência de lutar dois torneios seguidos.

“Teve um pouquinho de diferença entre o México e aqui na Califórnia, nos Estados Unidos. No México, eu tive um problema com a altitude, foi um pouco cansativo e já saí do aeroporto cansado. Porém, deu tudo certo e venci a divisão meio-pesado. Depois, saí direto para San Francisco para lutar outro torneio da IBJJF. Infelizmente, não pude lutar o absoluto no México por causa do voo. O absoluto ainda atrasou um pouquinho. Quando cheguei em San Francisco, eu já estava acostumado com o clima, e deu tudo certo no peso e no absoluto, pois fechei com os companheiros de equipe”.

Experiente competidor e um dos melhores professores da Atos Jiu-Jitsu, em San Diego, Lucas abriu o leque e deixou dicas preciosas de Jiu-Jitsu, especialmente, para os faixas-brancas e azuis. Leia, a seguir.

  1. Tenha uma rotina

“Não treine apenas por treinar. Treine para evoluir, treine para ser um praticante melhor. Vá todos os dias para academia e não reclame”.

  1. Aprenda o básico

“Treine bastante fuga de quadril, armlock da guarda, passagem de guarda e os fundamentos básicos. Todo o Jiu-Jitsu básico você deve aprender. Hoje em dia, eu vejo muito faixa-branca e faixa-azul que querem aprender a fazer guarda-lapela e berimbolo, mas nem sabe fazer uma reposição de guarda. Aí, se você passa guarda do cara, acabou e ele não faz nada. O básico é essencial para os praticantes da faixa-branca e azul evoluírem no Jiu-Jitsu”.

  1. Curta a jornada

“Geralmente, as faixas-branca e azul são as que mais demoram para serem trocadas. Tem muito faixa-azul hoje em dia e o nível é muito alto nos campeonatos. Eu acho que, a faixa-azul, é a faixa mais difícil no começo do Jiu-Jitsu. Você não pode desistir. Não pare de treinar, busque sempre evoluir, e encare os desafios. Curta sua jornada.”

  1. Não deixe a derrota abalar

“A derrota vai acontecer. Não vai ser a primeira e nem a última. Só perde quem luta. Aprenda a tirar proveito da derrota para evoluir”.

  1. Escute o seu professor

“Escute sempre o seu professor, ele sempre sabe o melhor caminho. O pior erro que você pode cometer é não ouvir o professor”.

O post Lucas Hulk mantém boa fase, vence no México, em San Francisco, e distribui lições de Jiu-Jitsu apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *