Holloway desdenha McGregor e espera luta contra Nurmagomedov: ‘Quero o melhor’

Holloway desdenha McGregor e mira em luta contra Khabib. Foto: Twitter @ufc

Primeiro homem a derrotar José Aldo em duas oportunidades, Max Holloway sonha alto. O havaiano, que conquistou o cinturão da divisão de penas (até 65,7 kg.) ao nocautear o brasileiro no UFC 212, no Rio de Janeiro, em em junho do ano passado, já mira no título da divisão de leves (até 70,3 kg.). Apesar da grande maioria dos atletas pensar em uma superluta contra Conor McGregor – o maior vendedor de pacotes pay-per-views do UFC – O ‘Abençoado’ quer unificar os títulos contra outro rival: o russo Khabib Nurmagomedov.

Veja Também

Sonhando com card estrelado, Wanderlei Silva quer luta contra Rampage em Curitiba

Zuluzinho enfrenta ex-TUF com esperança de voltar ao Japão

Filho de presidente do UFC estreia no Boxe com vitória

“Todos continuam falando sobre mim e um cara. Aquele irlandês (McGregor). Todo mundo quer nos ver correndo atrás do outro, todos parecem não falar sobre o Khabib. Eu quero o Khabib. Sabe, para ser o melhor você tem que bater o melhor e um desses caras é o Khabib. Muitos caras falam o nome do Tony (Ferguson), Eu lembro do Tony dizendo que ele queria descer para os penas, mas eles podem ficar todos por lá. Fiquem nos leves, sem desculpas, me deixe subir e lutar. Sou um cara grande e podemos subir. E os meio-médios não são tão longe depois daquilo”, disse Holloway, em entrevista ao canal ‘Cage Fanatic’.

Holloway tem um cartel profissional de 19 vitórias e apenas três derrotas como profissional. O havaiano acumula uma incrível sequência de 12 triunfos em série apenas no UFC. A última derrota de Holloway foi justamente para McGregor, quando o irlandês ainda estava na divisão de penas e começava sua ascensão no UFC. Na ocasião, em agosto de 2013, Conor venceu na decisão unânime dos juízes. Max estava escalado para defender seu reinado no UFC 222, no último dia 03, contra Frankie Edgar mas se lesionou as vésperas do evento e foi substituído por Brian Ortega.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *