Com proposta inovadora, Copa Delfim de Boxe mostra incentivo ao esporte em terceira edição; confira

Por Mateus Machado

Realizado no último sábado (28) na Academia Delfim, localizada na Tijuca, Rio de Janeiro, a terceira edição da Copa Delfim de Boxe Olímpico promoveu, mais uma vez, a divulgação do esporte e a busca por possíveis novos talentos. Com equipamentos e ringue profissionais, o evento teve como diferencial a participação de atletas que são oriundos de outras áreas, como Muay Thai e MMA, que puderam testar suas habilidades na “Nobre Arte”.

Dono da Delfim, Gabriel Ribeiro comemorou o sucesso de mais uma edição do torneio e ressaltou justamente o fato de lutadores de modalidades diferentes da luta em pé terem a oportunidade de entrar em ação no Boxe.

“O evento foi muito bom e contou com lutadores promissores em ação. Foi aberto ao público e acho que o mais importante a se ressaltar é que foi um campeonato que serviu para que atletas de outras modalidades, como Boxe e Muay Thai, pudessem se testar no Boxe. A gente dá esse tipo de possibilidade, de abertura, então vimos atletas da Nova União e de outras equipes lutando no campeonato e fazendo bonito. É bom para se ambientarem ao Boxe e serve também para perderem o medo, principalmente os atletas que são de outro estilo de luta”, destacou Gabriel, que ainda citou os pontos fortes da realização do campeonato.

“O ponto forte do evento foi o incentivo ao Boxe sem ser da Federação, porque a Federação já é uma coisa a mais, algo mais oficial. Com esse evento, já tira o peso das lutas oficiais. Ao mesmo tempo, fica livre para entrar qualquer tipo de lutador, do MMA, do Muay Thai, então acaba sendo um teste para tudo isso. Além disso, acredito que aumenta mais o poder do Boxe no Rio de Janeiro, revelando possíveis novos talentos e divulgando o esporte, então a intenção é organizar essa competição todo mês”, concluiu.

RESULTADOS COMPLETOS:

Renan Silva (Marcus Machado) derrotou Leandro Garcia (Pejor)
Wesley Santos (ACMTERJ – LANGO) derrotou Guilherme Mendes (TeamGui)
Joanathan Gibi (MS – CBMEC) derrotou Andre Vasquez (Delfim)
Claudio Coutinho (Nova União) derrotou Marcelo Borges (Celeiro Cabo Frio)
Alessandro Soeiro (Centro Esportivo S. Marta) derrotou Natanael Silva (ACMTERJ)
Willame Barbosa (Delfim) derrotou Alan Coimbra (Pejor)
Fernando Abel (Pejor) derrotou Raphael Miranda (Delfim)
Mike Davidson (Nova União) derrotou Thiago Santos (Celeiro Cabo Frio)
Caio Henrique (Rossi Thai) derrotou Wendel Almeida (Nova União)
Matheus Goran (Nova União) derrotou Anderson Gonçalves (MS – CBMEC)
Clemente Jr. (Nova União) derrotou Carlos Daniel (TeamGui)
Max Alexandre (Delfim) derrotou Joanathan Silva (Delfim)
Felipe Froes (Nova União) derrotou Basílio Cica (Delfim)
Edwin Francês (Nova União) derrotou Cristiano Sousa (Marcus Guerra)
Fausto Ferro (Delfim) derrotou Maurício Matassolli (Delfim PG)
Francisco Sales (Delfim) derrotou Romilson Pobel (TeamGui)
Lucas Triveiro (Nova União) derrotou Victor Luis (MS – CBMEC)
Gabriel Ribeiro Silva Ismale Marmota (Nova União) – amistoso
Guilherme Pimentel (Delfim) derrotou Thiago Morgado (TeamGui)

Source: Tatame

Antes de derrotar Mir, Fedor foi interrogado pelo FBI

 

A visita seria sobre uma possível interferência da Rússia na eleição presidencial dos EUA em 2016. Foto: Reprodução / Instagram Fedor Emelianenko

Antes de subir ao cage circular do Bellator para enfrentar Frank Mir no último sábado (28), Fedor Emelianenko passou por uma situação diferente do habitual. Ele foi interrogado por agentes da Federal Bureau of Investigation (FBI). A revelação foi feita pelo empresário do lutador Jerry Millen.

Veja Também

Aldo diz que cogitou aposentadoria após derrotas para Max Holloway

Vídeo: Brasileiro finaliza luta em Servia com salto mortal

“O FBI veio ao hotel para conversar com o Fedor e eles foram muito legais, vieram falar com o Fedor por alguns minutos, falaram comigo, e isso é tudo que posso dizer sobre isso.”, disse Millen em entrevista à Associated Press.

Fedor espião?

Mesmo que Millen não tenha divulgado nenhum detalhe sobre o que foi discutido com o FBI, provavelmente há uma série de associações que podem ter levado os agentes a falarem com Fedor.

Fedor é presidente da “União Russa de MMA”, organização que tem ligações com presidente russo Vladimir Putin e com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Emelianenko também foi o principal lutador da promoção Affliction. O diretor de operações da Affliction Entertainment era Michael Cohen e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump foi um dos principais interessados ​​na empresa. Hoje, Cohen faz parte da investigação do FBI sobre uma possível interferência da Rússia na eleição presidencial dos EUA em 2016, na qual Trump foi eleito para o cargo.

Source: Portal da Luta

Jovens de comunidades cariocas dão show e conquistam dezenas de medalhas em um dos torneios de Jiu-Jitsu mais disputados do mundo

EGM Team/Nova União voltou para o Rio repleto de medalhas – Foto: Leonardo Fabri

Jovens das comunidades de Manguinhos, Jacaré, Mandela, Varginha e Conjunto dos Ex-Combatentes, do Rio, viajaram a Barueri-SP no último final de semana para participar do campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJ, um dos mais disputados de todo o mundo. O saldo foi bastante positivo, com a conquista de 28 medalhas, sendo seis de ouro, nove de prata e nove de bronze, além das de participação.

O projeto é tocado pelo faixa-preta da Nova União Erivan Gonçalves e conta com o apoio dos parceiros de boa vontade – Legião da Boa Vontade, Super Rádio Brasil, Prime Esportes e Boomboxe -, que auxiliam com tatame, quimonos e ajuda logística para viagens. Orgulhoso, o professor comemorou o resultado.

Quer apoiar o projeto? Colabore com a LBV e ajude a formar campeões

“É muito gratificante ver essa molecada empenhada em buscar os melhores resultados, em subir no pódio. Muitos conseguiram a conquista de medalhas, outros ganharam experiência para tentarem novamente no ano que vem. Enfim, todos que foram a Barueri voltaram com alguma coisa na bagagem, seja ela física ou não. Isso é possível graças aos parceiros de sempre, como LBV, Super Rádio Brasil e Prime Esportes. Somos muito gratos a essas instituições e ao nosso amigo e jornalista José de Paiva Netto, que através da LBV nos ajuda bastante”, disse Gonçalves.

As atenções agora se voltam para o campeonato Sul-Americano, previsto para julho no Rio de Janeiro. De acordo com o líder da EGM Team/Nova União, a meta é o campeonato por equipes e, para isso, haverá uma união de forças entre projetos.

“Nosso trabalho é resgatar a molecada da rua e dar um rumo a eles. O que eles precisam pé de oportunidade. A gente dá o caminho da luta, pois nas comunidades têm muitos talentos escondidos, que precisam conhecer a modalidade para descobrir que realmente são bons. Tenho certeza de que daqui sairão futuros ídolos mundialmente conhecido. Dois se tornaram bicampeões brasileiro este ano, agora a nossa meta é no Sul-Americano. Vamos agregar forças com outros projetos, com professores parceiros, como o Cleito de Jesus, Anderson Queiroz e Fabiano Samurai. Vamos unir forças para o bem”.

O post Jovens de comunidades cariocas dão show e conquistam dezenas de medalhas em um dos torneios de Jiu-Jitsu mais disputados do mundo apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Geração UPP conquista dois troféus e 73 medalhas no campeonato de Jiu-Jitsu mais importante do país

Mythis Richard foi um dos destaques do campeonato – Foto: Leonardo Fabri

Pelo quarto ano consecutivo a Geração UPP participou do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ), considerado o maior torneio da modalidade no país e um dos mais disputados em todo o mundo. Ao todo, 114 jovens atletas das mais variadas comunidades cariocas viajaram a Barueri, na grande São Paulo, para a disputa da competição. Na volta ao Rio de Janeiro, a bagagem veio com dois troféus por equipes (no infantil e no infanto-juvenil) e 73 medalhas, sendo 23 de ouro, 18 de prata e 32 de bronze.

Individualmente, um dos destaques foi o pequeno, porém muito forte, Mythis Richard Batista de Oliveira, de 11 anos de idade. Campeão faixa-amarela na categoria ultra-pesado Junior 2, o jovem atleta é aluno do projeto social da Cidade de Deus, liderado pelo cabo da Polícias Militar Flávio Soldado. Dono de um jogo agressivo, “Panda”, como foi apelidado pela mãe, tem grandes ambições no Jiu-Jítsu.

“O que eu quero ser quando crescer? Quero ser um famoso ‘Jiu-jiteiro’ e ganhar bastante dinheiro para ajudar a minha mãe”, planeja o jovem campeão, que também explicou o apelido recebido. “Minha mãe me chama de ‘Panda’ porque eu sou muito preguiçoso, mas quando entro no tatame eu viro uma fera, sou mortal, igual um urso”.

A mãe de Mythis é a designer de sobrancelhas Selma Batista. Moradora da comunidade Rato Molhado, no Jacarezinho, ela supera a distância de 20km até a Cidade de Deus para levar o filho para treinar no projeto. Feliz pelo desempenho do pupilo no esporte, ela lembra que ele é um lutador desde que nasceu.

“Nos primeiros dias após o nascimento ele teve que voltar ao hospital diversas vezes devido a paradas cardiorrespiratórias. Em uma das vezes eu cheguei a aceitar que perderia meu filho, tanto que levei à igreja para apresentá-lo, porque pensei que não daria tempo de batizá-lo. Mas ele sempre foi muito forte, superou as adversidades e hoje me orgulha sendo um campeão no esporte e na vida”, conta Selma, que ainda tem outros dois filhos que treinam Jiu-Jitsu. “Eu aprendi a gostar de Jiu-Jitsu pelos meus filhos. Vi que o esporte estava fazendo muito bem a eles, então passei a gostar também. Converso com eles todos os dias e digo para eles se dedicarem, pois no futuro eles podem tirar o pão deles do esporte, sejam como campeões ou como professores”.

Assim como outros pais e mães, Selma também viajou a Barueri com a delegação projeto, em um ônibus à parte, como tradicionalmente acontece em todas as edições do campeonato brasileiro. Para a mãe de Mythis Richard, todo o esforço é válido.

“É um sacrifício que vale a pena. Por conta dos meus filhos, passei a conhecer o projeto Geração UPP a fundo, e vi que o trabalho é sério, organizado e muito bem desenvolvido. Os professores, além de ensinarem as técnicas, também dão atenção, carinho e se preocupam com as nossas crianças, e a gente só tem que agradecer e ajudar no que estiver ao nosso alcance”.

Missão cumprida

Quer apoiar o projeto? Colabore com a LBV e ajude a formar campeões

Delegação saiu de Barueri com a bagagem repleta de medalhas – Foto: Leonardo Fabri

Com a conquista de 73 pódios nesta edição, a Geração UPP ultrapassou a marca de 200 medalhas conquistadas no mais importante campeonato de Jiu-Jitsu do país. Agora, somadas todas as participações, desde 2015, o projeto chega a 242 medalhas. Tudo isso é possível graças ao apoio dos “parceiros de boa vontade” –  Legião da Boa Vontade (LBV), Super Rádio Brasil, Prime Esportes, Boomboxe e Governo do Estado -, que juntos reformam salas, doam tatames, quimonos, lanches e ônibus para os projetos. Um dos professores, o cabo Thiago Diógenes comemorou o resultado obtido.

“Nossa proposta é sempre trazer as crianças para os grandes eventos, independentemente do resultado. Claro, ganhar é muito bom, motiva ainda mais nossos atletas, mas só a felicidade deles por esta confraternização já nos deixa muito felizes. O resultado foi bom, foi satisfatório, disputamos contra grandes equipes do mundo e mostramos, mais uma vez, a nossa força, mas o importante é as crianças voltarem para o Rio de Janeiro com o sorriso no rosto. Muitas dessas crianças nunca saíram do Rio de Janeiro e com o projeto têm a oportunidade dessa nova experiência”, disse o policial, que também revelou o próximo passo da equipe. “Vamos fazer um barulho no Sul-Americano. Será no Rio de Janeiro, nossa casa, então vamos fazer um esforço para inscrever o máximo de crianças possível”.

O post Geração UPP conquista dois troféus e 73 medalhas no campeonato de Jiu-Jitsu mais importante do país apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Ronaldo Jacaré afirma: ‘Serei campeão dos médios em duas lutas’

Jacaré afirma que é apenas confiança que chegará ao título. Foto: Reprodução / Instagram Ronaldo Jacaré

Depois de pensar em aposentadoria devido às lesões que o deixaram fora do octógono, Ronaldo Jacaré tem um objetivo em mente: conquistar o cinturão dos médios (até 84 kg.) do UFC. Escalado para encarar o o norte-americano, Kelvin Gastelum no UFC 224, dia 12 de maio, no Rio de Janeiro, o faixa-preta projeta o título em até duas lutas.

Veja Também

Vídeo: Brasileiro finaliza luta em Servia com salto mortal

Aldo diz que cogitou aposentadoria após derrotas para Max Holloway

McGregor se inspira em Rocky Balboa e quer treinar na neve russa para encarar Khabib

Em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, Jacaré revelou que, em caso de triunfo diante de Gastelum, ele não pensa em fazer outra luta que não seja a disputa do cinturão. “Não vou fazer outra luta. Eu tenho que vencer essa e depois esperar para ver o que acontece”, afirmou o brasileiro.

Jacaré é considerado um dos principais candidatos ao cinturão na categoria dos médios do UFC, onde teve apenas duas derrotas desde a chegada do Strikeforce em 2013. Ele soma um histórico de 26 vitórias e apenas cinco derrotas.

Por sua vez, Gastelum tem um cartel de 14 vitórias, três derrotas e uma luta sem resultado (No Contest).

UFC 224

O combate entre Jacaré e Gastelum será uma das atrações do UFC 224, evento que acontece dia 12 de maio no Rio de Janeiro. A luta principal do show será a disputa do cinturão peso galo feminino entra a campeã Amanda Nunes e a desafiante Raquel Pennington.  Confira abaixo o card completo do evento.

Programa de lutas do UFC 224

 

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes x Raquel Pennington

Vitor Belfort x Lyoto Machida

Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum

John Lineker x Brian Kelleher

CARD PRELIMINAR

Thales Leites x Jack Hermansson

Davi Ramos x Nick Hein

Alberto Miná x Ramazan Emeev

Júnior Albini x Alexey Oleynik

Cézar Mutante x Karl Roberson

Mackenzie Dern x Amanda Cooper

Warlley Alves x Sultan Aliev

Elizeu Capoeira x Sean Strickland

Source: Portal da Luta

Marcos Junior brilha na primeira etapa do Circuito Sul Fluminense e leva ouro duplo; saiba mais

No último domingo (29) foi dada a largada para o Circuito Sul Fluminense da FJJD-Rio. A Taça Rio Paty do Alferes aconteceu no ginásio Hugo Corrêa e teve uma grande participação do público. Um dos destaques da competição foi Marcos Junior, da GFTeam, que conquistou o ouro duplo na faixa-preta adulto.

Em entrevista à TATAME, Marcos Junior comentou sobre a conquista, a oportunidade de lutar perto de casa e a chance de conquistar o ranking e a passagem para a etapa do Grand Slam da UAEJJF em Londres ou Los Angeles. O lutador também concorre ao prêmio no Circuito Mineirinho Brasil Open, realizado na Tijuca, no Rio de Janeiro.

Confira todos os vencedores da primeira etapa, aqui

“A criação do ranking Sul Fluminense é uma oportunidade a mais para os atletas que estão em busca das passagens e largar na frente nesse evento tão disputado é muito bom. A organização estava muito boa, seguindo a tradição dos eventos da FJJD-Rio realizados na capital. Fiquei muito feliz em participar de um evento com essa estrutura na região onde moro, pois sou de Paulo de Frontin, que é praticamente vizinho de Paty do Alferes. A oportunidade de ganhar os dois rankings é uma grande motivação para treinar mais. Estarei brigando pra vencer os dois até o fim e conquistar as passagens”, projetou.

A segunda etapa do Circuito Sul Fluminense será no dia 10 de junho, com o Desafio de Inverno. A última e terceira etapa será nos dias 29 e 30 de setembro, com o Troféu Sul Fluminense, que terá pontuação em dobro. Rogério Gavazza, presidente da FJJD-Rio, comentou que a primeira edição e exaltou o alto nível técnico das disputas.

Gavazza, presidente da FJJD-Rio, entregando um quimono ao prefeito, ao lado do mestre Fernandes (Foto: Reprodução)

“Todos nós da FJJD-Rio e as autoridades locais de Paty estamos felizes com a realização da Taça Rio Paty de Alferes. O evento foi um verdadeiro sucesso, com um nível técnico altíssimo e uma incrível atmosfera no ginásio Hugo Corrêa. As disputas para passagens internacionais vão ser acirradas até o fim, principalmente com a pontuação em dobro na última etapa. Então, quem não foi bem agora, tem a chance de se recuperar. Gostaria também de agradecer ao Prefeito Juninho Bernardes, ao Espíndola (Secretário de Esporte), a Denilson Nogueira (Vereador), além da Prefeitura de Paty do Alferes, a Prime, a Akira e a Rede de Hotéis Montanhês”, disse.

Source: Tatame

Vídeo: Brasileiro finaliza luta em Servia com salto mortal

Michel acerta a cabeça de Laerte. Foto: Reprodução / Twitter FightFan_DC

O brasileiro Michel ‘Demolidor’ Pereira derrotou Laerte Costa em grande estilo no último sábado (28).  Ele finalizou a disputa com um salto mortal de costas no Serbian Battle Championship. Pereira defendeu o cinturão dos pesos meio-médio (até 77kg).

Veja Também

Aldo diz que cogitou aposentadoria após derrotas para Max Holloway

McGregor se inspira em Rocky Balboa e quer treinar na neve russa para encarar Khabib

Para finalizar o embate, Laerte surpreendeu com um mortal de costas, enquanto Laerte estava deitado. No momento da queda, o campeão acertou a cabeça do oponente (veja o vídeo abaixo).

Segundo as regras do MMA, é proibido golpes com os pés quando o adversário está no chão. O árbitro não parou a luta. Com o golpe inusitado, Michel conseguiu aplicar um mata-leão que finalizou a luta.

Com a vitória Michel mantem o cinturão e está com um cartel de 26 lutas, sendo: 18 vitórias e 8 derrotas.

Vídeo: Brasileiro finaliza luta com salto mortal de costas

https://platform.twitter.com/widgets.js

 

 

Source: Portal da Luta

Aldo diz que cogitou aposentadoria após derrotas para Max Holloway

J. Aldo cogitou em se aposentar do MMA (Foto: Reprodução Facebook Jose Aldo Junior)

José Aldo quebrou o silêncio com a imprensa no último sábado (28) durante o evento Shooto Brasil 82, disputado no Rio de Janeiro. Após sofrer duas derrotas consecutivas para Max Holloway, em 2017, ele disse que cogitou a parar de lutar MMA. O ex-campeão perdeu cinturão dos penas para havaiano, em junho, e volto a ser superado na revanche em dezembro. Os resultados negativos fizeram o lutador se afastar da mídia e repensar sua carreira.

Veja Também

McGregor se inspira em Rocky Balboa e quer treinar na neve russa para encarar Khabib

Com filho lutando contra hidrocefalia, Ray Borg deixa UFC Chile; Brasileiro é o substituto

Shooto Brasil 82 coroa Fabrício Negão e Leonardo Limberger como novos campeões

“Depois da luta, tirei um tempo para mim, para pensar e ficar com a minha família. Duas semanas depois me reuni com meus treinadores, sentei com todo mundo. Perguntei o que eles achavam, se era hora de parar ou não. Decidimos seguir em frente. No dia seguinte já estava na academia. Acho que eu tenho muita lenha para queimar ainda, total capacidade de ir lá e brigar pelo título de novo. Tenho quatro lutas ainda no contrato, quero fazer pelo menos três esse ano. Quero chegar na terceira já brigando pelo título, voltar a ser o campeão. Aí no futuro eu penso em me aposentar ou não” disse Aldo em entrevista ao site do canal Combate.

José Aldo volta ao octógono no UFC Calgary, dia 28 de julho no Canadá. Ele enfrenta o norte-americano Jeremy Stephens que vem de três vitorias consecutivas. O brasileiro coleciona um cartel com 26 vitórias e apenas 4 derrotas.

Source: Portal da Luta

McGregor se inspira em Rocky Balboa e quer treinar na neve russa para encarar Khabib

McGregor quer treinar na neve para encarar Khabib (Foto: Reprodução Facebook ConorMcGregor)

Após a confusão no UFC 223, no início de abril, Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov devem se enfrentar, dessa vez no octógono. O combate pode marcar a estreia no Ultimate na Rússia. E para encarar o rival em casa, o ‘Notório’ quer fazer um treinamento rigoroso, seguindo os passos de um grande personagem do cinema. Ele planeja fazer como Rocky Balboa na luta contra o russo Ivan Drago no filme ‘Rocky IV’ e treinar no temido frio russo.

Veja Também

McGregor invade Média Day do UFC 223 em busca de Khabib, ataca ônibus com lutadores e fere Chiesa

Com filho lutando contra hidrocefalia, Ray Borg deixa UFC Chile; Brasileiro é o substituto

Fedor lembra os velhos tempos, atropela Frank Mir e avança no GP do Bellator

A revelação sobre a preparação de McGregor foi feita pelo próprio técnico do lutador, Owen Roddy, em entrevista ao ‘The BBC MMA Show’.

“Conor é louco. Ele é muito engraçado. Logo depois de lutar com Mayweather, ele me disse: ‘Tem uma conversa para eu lutar com Khabib. Talvez eu faça na Rússia’. A ideia dele era imitar o Rocky. Ele queria ir para a Sibéria, treinar na neve. Ele queria colocar uma daquelas mantas no ombro. Eu chorei de rir, mas ele falava sério. É por isso que amamos ele”, disse o técnico.

Roddy ainda analisou o momento de Khabib. Ao estilo de McGregor, ele diz que o russo ‘fez por merecer’ encarar o irlandês.

“Muita gente tem falado sobre essa luta, e parece que ela está ganhando forma. A verdade é que você conquista a chance de enfrentar Conor McGregor. Você tem que merecer lutar com ele. Khabib vem desafiando Conor, e está indo muito bem até agora. Eu vejo falhas no seu jogo, mas ele está criando o clima para essa luta ao desafiar Conor. As pessoas estão começando a ficar do lado dele, e é assim que se constroi uma luta. Quando tudo estiver montado, com certeza eles vão se enfrentar”. completou.

A confusão entre Khabib e McGregor

A confusão teve início no dia 4 de abril quando Khabib Nurmagomedov, que fez a luta principal do UFC 223, dia 7 de abril, enquadrou o amigo de McGregor, Artem Lobov no hotel onde os atletas estão hospedados. O irlandês não gostou da atitude do russo e acompanhado de 10 parceiros, incluindo Lobov, invadiu a Barclays Center, onde seria realizado o Media Day do UFC 223. A procura de Khabib, McGregor e seus comparsas arremessaram vários objetivos contra a van que levava os atletas (veja o vídeo abaixo). Na confusão, Michael Chiesa e Ray Borg, que lutariam no UFC 223 e estavam no veículo se lesionaram e foram retirados do show.

Imediatamente, a Polícia de Nova York expediu um mandado de prisão contra McGregor, que se entregou as autoridades na madrugada de sexta-feira (06). Ele foi liberado na segunda-feira após pegar fiança (09).

Vídeo: McGregor e a confusão com Khabib Nurmagomedov

Source: Portal da Luta

Inácio Neto e Cláudia do Val faturam ouro duplo na disputa do Dallas Open de Jiu-Jitsu; veja

Realizado no último final de semana, nos Estados Unidos, o Dallas Spring International Open, organizado pela IBJJF, contou com feras do Jiu-Jitsu em ação, com destaques para Inácio Neto no masculino e Cláudia do Val no feminino. Os lutadores ganharam o ouro duplo no torneio ao vencerem em suas respectivas categorias e também no absoluto.

Representando a Gracie Barra, Inácio foi campeão primeiro em sua categoria, a dos pesados, que não contou com outros lutadores inscritos. Em seguida, conquistou o título também no absoluto, levando a melhor sobre Diogo Sampaio, da Soul Fighters, na grande final. Já Cláudia do Val levou a primeira medalha dourada na divisão dos pesados, sem oponentes inscritas, e concluiu sua participação com o título no peso aberto, superando Nathalie Ribeiro, da CheckMat.

As disputas seguiram e novos campeões foram conhecidos nos duelos por categoria. No masculino adulto faixa-preta, na divisão peso-galo, Carlos Perez foi o campeão, assim como Lucas Pinheiro no peso-pluma. Na sequência, Thiago Macedo, Rodrigo de Freitas, Dante Leon, Diogo Sampaio e Eduardo Ramos foram vencedores nas divisões pena, leve, médio, meio-pesado e pesadíssimo, respectivamente.

Já no feminino faixa-preta, além de Cláudia do Val como campeã no peso-pesado, apenas outra categoria esteve em disputa: a dos médios, que teve Andressa Cintra, da CheckMat, como vencedora ao vencer Amanda Alequin, da Marcio Cruz Brazilian Jiu-Jitsu.

Clique aqui e veja os resultados completos do Dallas Open de Jiu-Jitsu da IBJJF

Cláudia do Val foi campeã em sua categoria peso e no absoluto, voltando a se destacar na arte suave (Foto: Reprodução)

Source: Tatame