Holloway revela o motivo por aceitar luta no UFC 223 em cima da hora: ‘Quero fazer história’

Holloway revela porque aceitou lutar contra Khabib no UFC 223. Foto: Twitter @ufc

Campeão dos penas após nocautear José Aldo em duas oportunidades, em 2017, Max Holloway parecia confortável na divisão de até 65,7 kg, mas o havaiano aceitou um desafio que parece loucura. Sem tempo de preparação, ele subiu a categoria de leves (até 70,3 kg.) para encarar o russo Khabib Nurmagomedov pelo cinturão vago dos pesos leves no próximo sábado (07), na luta principal do UFC 223. Apesar do desafio bastante complicado, o ‘Abençoado’ se mostrou bastante empolgado para o duelo diante do russo.

Veja Também

Ferguson sofre lesão bizarra e Holloway sobe de peso para encarar Nurmagomedov no UFC 223

Confiante, Darren Till projeta vitória sobre Thompson: ‘nocaute no terceiro’

UFC 226: apostas abertas para defesa de título de Stipe Miocic contra Daniel Cormier

“A notícia foi uma loucura. Meu empresário me ligou e disse que ‘Tony se lesionou e eles querem você contra Khabib’. Como você rejeita uma oportunidade dessas? Oportunidades assim aparecem só uma vez na vida, só um cara conseguiu fazê-lo. Estou feliz de ser o segundo cara, e vamos lá fazer história. Estou aqui para lutar, não sou o matchmaker (responsável pelo casamento de lutas). Tenho negócios a resolver no peso pena, mas eu disse, quando o UFC ligar, estou a uma ligação de distância. Eles ligaram para o cara certo. Estou aqui, e com seis dias de sobreaviso, 7 de abril, vai ser uma grande noite”, declarou Holloway ao canal de TV “KHON2”, do Havaí, a caminho de embarcar para Nova York.

Holloway revelou os motivos que o fizeram aceitar subir de peso e encarar Nurmagomedov. Para o havaiano, um triunfo diante do russo pode elevá-lo ao patamar de lenda.

“Quero ser o melhor. Quero que, quando as pessoas falarem de mim, depois de eu parar, eles digam que esse cara é uma lenda, e ele enfrentou qualquer um, a qualquer momento, em qualquer lugar. Mal posso esperar, estou muito empolgado. Mal posso conter minha empolgação. Estou focado, é uma luta grande e estar sob os holofotes é divertido”, completou.

O UFC 223 acontece no próximo sábado, 7 de abril, em Nova York, e, além da disputa pelo cinturão dos leves entre Khabib Nurmagomedov e Max Holloway, o show traz outra luta por título. A campeã dos palhas Rose Namajunas defende seu reinado contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk. O Brasil estará representado no show pelo brasiliense Renato Moicano que encara Calvin Kattar no card principal do show. Confira abaixo o card completo do evento.

Programa de lutas do UFC 223

Card principal

Max Holloway x Khabib Nurmagomedov – luta pelo cinturão dos leves

Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk – luta pelo cinturão peso palha feminino

Renato Moicano x Calvin Kattar

Michael Chiesa x Anthony Pettis

Al Iaquinta x Paul Felder

Card preliminar

Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig

Ray Borg x Brandon Moreno

Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher

Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier

Alex Caceres x Artem Lobov

Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith

Devin Clark x Mike Rodriguez

Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *