Comissão Atlética barra e Max Holloway está fora do UFC 223

M. Holloway foi retirado do UFC 223 (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Os problemas do UFC 223 parecem não ter fim. Max Holloway, que faria a luta principal da noite contra Khabib Nurmagomedov, pelo cinturão dos leves (até 70,3 kg.) foi removido do card e o show está sem atração principal. O campeão dos penas foi considerado incapaz de competir pela Comissão Atlética de Nova York, entidade que sanciona o evento. A informação foi divulgada pelo jornalista Ariel Helwani, do site MMA Fighting.

Veja Também

Khabib e Joanna são favoritos nas lutas por cinturão do UFC 223

Conor McGregor se entrega à polícia e passará a noite na prisão

Os médicos da comissão interromperam o corte de peso de Holloway para garantir a segurança do atleta. Inconformado, o campeão dos penas queria continuar o processo de desidratação, mas foi barrado pela entidade. De acordo com um membro da equipe do havaiano, ele estava perto de bater os 70,3 kg regulamentares para a disputa do título.

No final da manhã desta sexta-feira (06), Holloway usou o Twitter para enviar uma mensagem para Khabib. O havaiano contou o problema sobre o corte de peso e até anunciou que o ex-campeão Anthonny Pettis irá assumir seu lugar na luta principal da noite.

“Khabib meu irmão eu quero continuar, mas eles estão me impedindo. Desculpe a sua equipe e os fãs. Você não merece isso. Bom show para você e Anthonny Pettis. Dê aos fãs o que eles merecem”, escreveu Holloway.

O corte de Holloway e o cancelamento da luta contra Nurmagomedov marca o quarto combate retirado do UFC 223 nas últimas 24 horas. Antes, três duelos foram riscados pela confusão causada por Conor McGregor durante o Media Day.

Outras baixas

Michael Chiesa, que sofreu um corte na cabeça pela janela quebrada da van, foi retirado da luta Anthony Pettis; Ray Borg também foi removido do show por ter lesionado o olho com estilhaços de vidro e não enfrentará Brandon Moreno. Já Artem Lobov, que estava na confusão com McGregor, foi barrado do duelo contra Alex Caceres pelo próprio UFC.

Source: Portal da Luta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *