Com medo de confusão, Ultimate tira Rafael dos Anjos x Colby Covington do UFC Rio

dos Anjos (esq.) deve enfrentar Covington (dir.) pelo cinturão interino. Foto: Montagem SL MMAPress

A confusão envolvendo Conor McGregor no Media Day no UFC 222 trouxe problemas até o Brasil. O país iria receber a disputa pelo cinturão interino dos meio-médios (até 77,1 kg.) entre Rafael dos Anjos x Colby Covington no UFC 224, dia 12 de maio. no Rio de Janeiro. Mas após o norte-americano reclamar de ameaças de morte, somada a enorme confusão causada pelo irlandês nesta semana, o Ultimate resolveu se precaver. A organização transferiu a disputa para o UFC 225, evento que acontece dia 9 de junho, em Chicago (EUA).

Veja Também

Colby Covington revela ter sofrido ameaça de morte em retorno ao Brasil

Confusões de McGregor provocam mudanças no UFC 223. Saiba quem lutará no evento

Ataque de McGregor força cancelamento de três lutas do UFC 223

“Eu sou o rei do Brasil, gostaria de ir ao Brasil para dar um show para eles, mas os fãs brasileiros não estavam prontos para mim, então Dana colocou o show nos EUA”, provocou Covington.

Por sua vez, Rafael minimizou o fato de não lutar em casa e espera contar com a torcida de Chicago diante do falastrão. “Minha última luta no Brasil foi há 10 anos, adoraria lutar lá, mas o lugar não vai mudar o resultado. Vai ser ótimo vencer esse cara no seu próprio país, com seus compatriotas torcendo por mim”, afirmou RDA.

Entenda a confusão

A confusão envolvendo Covington e a torcida brasileira começou durante o UFC São Paulo, em outubro do ano passado. O norte-americano, que enfrentava Demian Maia no show, provocou a torcida durante toda a semana do evento e chegou a dizer que os ‘brasileiros eram animais sujos’ na entrevista ainda no octógono.

A polêmica causada pelo lutador teve troco. Na ocasião, a torcida paulista arremessou vários objetivos contra o atleta. Mas engana-se quem pensa que a confusão teve fim. Assim que os rumores sobre a luta contra Rafael dos Anjos surgiram, Covington começou a receber ameaças de morte.

O próprio atleta relatou as ameaças à ESPN norte-americana. “Foi meio difícil aceitar essa luta. Sei que as pessoas me querem morto lá (no Brasil). Recebi muitas ameaças de morte. Me falaram que estão oferecendo dinheiro pela minha cabeça, para me matarem antes que eu suba ao octógono”.

O receio de Covington somada a imensa confusão causada por McGregor no Media Day do UFC 223, onde três lutas foram canceladas, o Ultimate achou por bem mover a disputa pelo título interino dos meio-médios para Chicago.

Source: Portal da Luta

UFC 223: Khabib Nurmagomedov x Al Iaquinta – Resultados

Siga os resultados do UFC 223. Foto: Reprodução / Twitter / @ufc_brasil

Após chuvas e trovoadas, o Ultimate desembarca em Nova York (EUA), neste sábado (07), para as emoções do UFC 223. O card teve quatro baixas nas últimas 48 horas e terá apenas nove lutas. Na atração principal da noite, o russo Khabib Nurmagomedov entra no octógono com a responsabilidade de conquistar o cinturão dos leves contra Al Iaquinta.

Veja Também

Confusões de McGregor provocam mudanças no UFC 223. Saiba quem lutará no evento

Cinco motivos para assistir o UFC 223 neste sábado

Na segunda luta mais importante, válida pelo cinturão peso palha feminino, Rose Namajunas defende o reinado no peso palha contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk.

O Brasil estará representado no card por Renato Moicano. O brasileiro encara Calvin Kattar no card principal do show.

Fique ligado por aqui para acompanhar os resultados do UFC 223 AO VIVO e em TEMPO REAL

RESULTADOS DO UFC 223

CARD PRINCIPAL (23h, de Brasília):

Al Iaquinta x Khabib Nurmagomedov – luta pelo cinturão dos leves

Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk – luta pelo cinturão peso palha feminino

Renato Moicano x Calvin Kattar

Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher

CARD PRELIMINAR (20h, de Brasília):

Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig

Ashlee Evans-Smith derrotou Bec Rawlings na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Olivier Aubin-Mercier derrotou Evan Dunham por nocaute técnico a 53 seg. do R1;

Devin Clark derrotou Mike Rodriguez na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Source: Portal da Luta

Após semana turbulenta, UFC 223 acontece neste sábado com duas disputas de cinturão; saiba

Após uma semana conturbada, neste sábado (7), será realizado o UFC 223, no Brooklyn (EUA). O que era para ser um dos melhores card deste primeiro semestre de 2018, se esvaziou e de 13 lutas, restaram apenas nove combates. Três dos quatros duelos que caíram foram após o ataque de Conor McGregor ao ônibus que levava lutadores para o Media Day. Michael Chiesa e Ray Borg ficaram feriados e precisaram deixar o evento. Enquanto Artem Lobov, pivô da confusão e companheiro de treino do irlandês, foi retirado da edição pelo próprio Ultimate. “The Hammer” iria enfrentar Alex Caceres.

A saga de Nurmagomedov

Já no main event, Khabib Nurmagomedov iria inicialmente enfrentar Tony Ferguson, que se machucou no último fim de semana. Max Holloway, campeão dos penas, aceitou a missão de substituir “El Cucuy”, no entanto, teve problemas com o corte de peso e foi vetado pela Comissão Atlética de Nova York. O UFC tentou o ex-campeão Anthony Pettis, depois Paul Felder e encontrou a solução em Al Iaquinta, para duelar com o russo.

Iaquinta, que vem de cinco vitórias no UFC, iria enfrentar Paul Felder no card do UFC 223. Apesar de participar da luta principal, que terá cinco rounds, o nova-iorquino não está elegível para conquistar o cinturão dos leves, caso vença Khabib. Isso pelo fato de ter ficado 100g acima do limite da categoria – o que não é permitido para lutas que valem título. Por outro lado, o russo pode, enfim, se tornar campeão. “The Eagle” ainda não sabe o que é perder e registra 25 vitórias, em sua carreira como profissional de MMA.

Revanche no co-main event

A segunda luta mais importante do evento é a disputa de cinturão dos palhas. A campeã Rose Namajunas vai defender o título pela primeira vez, em uma revanche contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk. As duas se encontraram pela primeira vez no histórico UFC 217, em novembro do ano passado, também em Nova York (EUA). No entanto, naquela oportunidade, o embate aconteceu no Madison Square Garden. “Thug” levou a melhor a nocautear a então dona do cinturão ainda no primeiro round.

Rose Namajunas e Joanna Jedrzejczyk duelam pelo título dos palhas (Foto: Getty Images)

Para ficar de olho no UFC 223

Algumas importantes lutas prometem agitar a Barclays Arena. O brasileiro Renato Moicano vai encarar Calvin Kattar, em busca de uma reabilitação na organização. Já Karolina Kowalkiewicz mede forças com Felice Herrig, enquanto o experiente Joe Lauzon enfrenta Chris Gruetzemacher. Assim como Khabib, Zabit Magomedsharipov quer brilhar no UFC e mira a terceira vitória no Ultimate. Para isso, o russo precisa superar Kyle Bochniak.

CARD COMPLETO:

UFC 223
Brooklyn, em Nova York (EUA)
Sábado, 7 de abril de 2018

Card principal
Khabib Nurmagomedov x Al Iaquinta
Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Renato Moicano x Calvin Kattar
Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Card preliminar
Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Olivier Aubin-Mercier derrotou Evan Dunham por nocaute técnico no 1R
Ashlee Evans-Smith derrotou Bec Rawlings por decisão unânime dos jurados
Devin Clark derrotou Mike Rodriguez por decisão unânime dos jurados

Source: Tatame

Cinco motivos para assistir o UFC 223 neste sábado

Nurmagomedov (esq.) encara Iaquinta (dir.). Foto Reprodução / YouTube @ufc

Depois de chuvas, trovoadas e muita confusão, o UFC 223 desembarca em Nova York (EUA), neste sábado (07). O evento, que perdeu quatro duelos nos últimos dois dias, terá apenas nove combates em seu programa de lutas, com duas disputas de cinturão. Na atração principal da noite, o russo Khabib Nurmagomedov entra no octógono com a responsabilidade de conquistar o cinturão dos leves contra o norte-americano Al Iaquinta, que está sexta-feira, às 17h, estava escalado para lutar no card preliminar do show.

Veja Também

Confusões de McGregor provocam mudanças no UFC 223. Saiba quem lutará no evento

Iaquinta entra na vaga de Holloway encara Khabib Nurmagomedov na luta principal do UFC 223

Conor McGregor paga US$ 50 mil de fiança e está livre da cadeia

Khabib e Joanna são favoritos nas lutas por cinturão do UFC 223

Na segunda luta mais importante da noite, válida pelo cinturão peso palha feminino, Rose Namajunas tentará provar que o triunfo diante de Joanna Jedrzejczyk no UFC 217, em novembro, não foi obra do acaso. Por outro lado, a polonesa tenta a revanche contra sua única algoz e se firmar com a maior lutadora da categoria.

O Brasil estará representado no card por Renato Moicano. O brasileiro encara Calvin Kattar no card principal do show e busca a vitória para se firmar como um dos melhores pesos penas no mundo.

Para você entrar no clima do UFC 222, confira cinco motivos para você assistir o evento:

1 – Khabib: A consagração do melhor?

Khabib tem a chance de conquistar o cinturão no UFC 223. Foto: Reprodução / Facebook UFC

Durante anos, Khabib Nurmagomedov foi considerado por muitos o melhor peso leve do UFC, mesmo sem nunca ter lutado pelo título. Com vitórias dominantes sobre nomes como Rafael dos Anjos, Michael Johnson e Edson Barboza, o russo teve sua chance pelo cinturão atrasada por seguidas lesões.

Após esperar cinco anos como lutador do Ultimate, a chance chegaria no UFC 223, inicialmente contra Tony Ferguson. Porém, no dia 1º de abril, o campeão interino se lesionou e deixou a disputa. O evento manteve Khabib no card e convocou o campeão dos penas, Max Holloway, para disputar o cinturão dos leves.

Porém, durante o corte de peso, Hollloway foi retirado da disputa pela Comissão Atlética de Nova York. A situação deixou Nurmagomedov novamente sem rival. O Ultimate tentou Anthony Pettis, Paul Felder, mas apenas Al Iaquinta aceitou a disputa.

Com o adversário alterado novamente, Khabib carrega toda pressão do mundo de vencer a luta contra o ‘plano d’ do UFC e, enfim, conquistar o cinturão dos leves.

Uma ‘máquina no ground and pound’, o russo não costuma perdoar seus adversários. Ele derruba os rivais com enorme facilidade, amassa o rival no chão e golpeia de cim para baixo com contundência. Entre todos os rivais que passaram pela frente de Khabib nesta semana, Iaquinta é o que possui melhor defesa de quedas. Mas será que o norte-americano pode surpreender?

2 – Iaquinta e a chance de quebrar a banca

Iaquinta é o novo rival de Khabib no UFC 223. Foto: Reprodução / YouTube @ufc

Al Iaquinta estava escalado para encarar Paul Felder no card preliminar do UFC 223, mas com todo o caos causado pela lesão de Ferguson e a confusão criada por McGregor, caiu em seu colo a tão sonhada chance pelo cinturão.

O norte-americano ocupa a 11ª posição no ranking dos leves e é considerado como grande azarão no duelo contra o russo, com cotação de quase 6 pra 1.

Em seu favor, está o bom nível de wrestling para tentar evitar o excelente jogo de quedas do rival e uma pequena superstição: No dia 7 de abril de 2007, Matt Serra chocou o mundo e tomou o cinturão dos meio-médios do superfavorito Georges St. Pierre. E, acreditem, Iaquinta é pupilo de Serra, que estará em seu corner no combate de logo mais. Será que o raio cai duas vezes no mesmo lugar?

3 – Namajunas x Jedrzejczyk: A história do peso palha

R. Namajunas (esq) e Joanna (dir): fazem revanche no UFC 223.
(Foto: Reprodução Facebook UFC)

Joanna Jedrzejczyk parecia pavimentar o caminho para marcar seu nome na história do MMA feminino. Invicta, a polonesa vinha de cinco defesas de título e já pensava em subir a divisão de moscas para fazer história no UFC como a primeira mulher com dois cinturões. Até que apareceu Rose Namajunas em seu caminho.

A norte-americana, considerada como grande zebra, não se intimidou no duelo contra Joanna, nocauteou a campeã no primeiro round e mudou o rumo da história.

Agora, caberá a Rose provar que o nocaute no UFC 217, em novembro de 2017. não foi apenas obra do acaso, enquanto Joanna tentará passar uma borracha no único revés de sua carreira e voltar a pensar em subir de peso.

4 – Moicano de olho no topo dos penas

Moicano (foto) encara K. Cattar no card principal do UFC 223. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Revelação brasileira dos pesos penas, Renato Moicano chegou ao UFC e emendou três triunfos em série. Mas no duelo de jovens promessas contra Brian Ortega, em julho do ano passado, ele acabou finalizado no terceiro round. O algoz do brasiliense conseguiu a sonhada chance pelo cinturão, isso faz que o peso da derrota, em uma luta bastante equilibrada, seja menor para Renato e ele possa recomeçar sua caminhada rumo ao topo da categoria.

Na noite do UFC 223, Moicano encara um duro desafio: Calvin Kattar. O norte-americano teve uma rápida ascensão, com apenas duas lutas no octógono. Ele derrotou Andre Fili e Shane Burgos  e já se posiciona como um difícil adversário para o brasileiro.

Apesar do apelido “O Finalizador de Boston”, Calvin tem como principal habilidade o boxe, onde costuma ser eficiente nos contragolpes.

No combate entre Moicano, 11º no ranking, contra Kattar, 13º, o vencedor deve subir ao top-10 e se posicionar próximo de uma luta contra um top-5 dos penas.

5 – Magomedsharipov: Olho no russo

Com as baixas de última hora no card do UFC 223, o duelo entre Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak foi promovido ao card principal. Sorte do público que pode seguir com mais atenção o russo. Magomedsharipov, de 27 anos, tem 14 vitórias e apenas uma derrota. Ele vem de 10 triunfos em série, incluindo o último sobre o brasileiro Sheymon Moraes. Na abertura do card principal, Zabit encara Kyle Bochniak e uma vitória pode deixar o atleta no ranking dos penas.

Informações do UFC 223

DATA: 07/04/2018

HORÁRIO: 19:30

LOCAL: Barclays Center, Nova York, EUA

COMO ASSISTIR: SporTV 2 (card preliminar), canal Combate todo o evento

CARD PRINCIPAL (23h, de Brasília):

Al Iaquinta x Khabib Nurmagomedov – luta pelo cinturão dos leves

Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk – luta pelo cinturão peso palha feminino

Renato Moicano x Calvin Kattar

Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

CARD PRELIMINAR (19h30, de Brasília):

Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig

Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher

Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith

Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier

Devin Clark x Mike Rodriguez

Source: Portal da Luta

Confusões de McGregor provocam mudanças no UFC 223. Saiba quem lutará no evento

Lobov (esq.), Chiesa (c) e Borg (dir.) estão fora do UFC 223. Foto: Montagem SL MMA Press

O UFC 223, que acontece na noite deste sábado (07), em Nova York, teve mais uma reviravolta em relação à sua luta principal. Depois do corte de Tony Ferguson por contusão, o escolhido para enfrentar Khabib Nurmagomedov, valendo o cinturão dos pesos-pena, foi Max Holloway. No entanto, o havaiano foi vetado de última hora pela Comissão Atlética do Estado de Nova York, que julgou que o processo de perda de peso poderia colocá-lo em risco. Com isso, Al Iaquinta, que inicialmente enfrentaria seu compatriota Paul Felder,  será o novo adversário do russo.

O evento também foi prejudicado por um episódio lamentável envolvendo o irlandês Conor McGregor, atual campeão dos leves, que acompanhado por um grupo de cerca de dez pessoas atacou um ônibus que levava atletas para o media day. Michael Chiesa e Ray Borg, que enfrentariam respectivamente Anthony Pettis e Brandon Moreno, ficaram feridos com os estilhaços, e não poderão lutar. Artem Lobov, que participou de toda a celeuma ao lado do irlandês, foi suspenso por Dana White, e também não enfrentará Alex Caceres.

Confira como ficou a nova configuração do UFC 223, quem são os favoritos para os combates de acordo com a OddsShark .

CARD PRINCIPAL (23h, de Brasília):

Peso-leve:  (R$ 5,00) Al Iaquinta x Khabib Nurmagomedov (R$ 1,16)

Peso-palha: (R$ 1,90) Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk (R$ 1,83)

Peso-pena:  (R$ 1,95) Renato Moicano x Calvin Kattar (R$ 1,80)

Peso-pena:  (R$ 1,14) Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak (R$ 5,50)

CARD PRELIMINAR (19h15, de Brasília):

Peso-palha:  (R$ 1,47) Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig (R$ 2,70)

Peso-leve:  (R$ 1,57) Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher (R$ 2,45)

Peso-mosca:  (R$ 2,60) Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith (R$ R$ 1,50)

Peso-leve: (R$ 1,83) Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier (R$ 1,90)

Peso-meio-pesado:  ( R$ 1,87) Devin Clark x Mike Rodriguez (R$ 1,87)

Source: Portal da Luta

Ultimate divulga cenas inéditas do ataque de Conor McGregor a ônibus no UFC 223; assista

O Ultimate divulgou através de seus canais nas rede sociais, novas imagens do ato de vandalismo proporcionado por Conor McGregor e seus amigos, nos bastidores da Barclays Arena, no Brooklyn (EUA). O irlandês atacou um ônibus que transportava lutadores e treinadores para o Media Day do UFC 223, atrás de Khabib Nurmagomedov, que “enquadrou” Artem Lobov, companheiro de treino de “Notorius”.

Nas imagens é possível identificar o ferimento no rosto de Michael Chiesa, que precisou ser cortado do card. Além do peso-leve, Ray Borg também se feriu e teve que abandonar o evento. A polícia de Nova York, nos Estados Unidos, fez um mandado de prisão para o irlandês, que compareceu algemado ao Brooklyn Criminal Courthouse, na sexta-feira (6).

“Notorious” precisou pagar uma fiança estipulada em US$ 50 mil e vai ter que retornar ao estado de Nova York, no dia 14 de junho, para uma nova audiência.

Confira abaixo as imagens:

https://platform.twitter.com/widgets.js

Source: Tatame

Atual campeão europeu, Horlando Monteiro ensina cinco dicas para vencer a estagnação no Jiu-Jitsu

Horlando Monteiro, 23 anos, é um caçador de medalhas da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF). O faixa-preta coleciona e ostenta medalhas de ouro do Mundial, Europeu e diversos Opens da Federação. Atual campeão europeu, em janeiro deste ano, Horlando sabe o que fazer e o que não fazer para manter o progresso na arte suave. Afinal, o caminho é árduo e cheio de alternativas que sabotam sua evolução dentro dos tatames.

Diante deste cenário, a seguir, o faixa-preta, aluno de Gustavo Dantas e Jair Lourenço, lista cinco aspectos que prejudicam sua evolução no Jiu-Jitsu e como melhorará-los.

Confira abaixo:

1 Não falte aos treinos

“Com certeza, isso é um fato crítico em qualquer carreira no Jiu-Jitsu. Hoje em dia os faixas-azul já treinam como profissionais e o Jiu-Jitsu está em constante evolução, então devemos estar diariamente no tatame treinando e evoluindo. Evite faltar aos treinos. Sua evolução acontece nos treinos, então a sua presença neles é fundamental”.

2 Olho nas amizades negativas

“Devemos sempre ficar de olho em quem está à nossa volta no dia a dia. Muitas vezes temos aquele amigo que gostamos muito, mas ele só quer lhe levar para um caminho paralelo ao da evolução do Jiu-Jitsu. Nem sempre ele tem ideia de que está atrapalhando, mas está lhe levando para festas e afins, e fazendo você perder seu treino ou descanso”.

3 Evite a perda de sono

“Esse é um dos grandes fatores que atrapalha na evolução de qualquer atleta que seja, pois é durante o sono que nosso corpo se recupera e descansa para podermos estar bem no dia seguinte para treinar ou competir. Uma boa noite de sono é fundamental na evolução de qualquer atleta, de qualquer modalidade, e para todos de um modo geral”.

4 Diga não ao pessimismo

“A nossa maior e mais forte parte do corpo é o cérebro. Nossa cabeça deve estar sempre pensando em coisas positivas e soluções para as dificuldades que temos na vida em vez de ficar reclamando e só pensando no porque do problema ou da situação. Isso irá atrapalhar seu treino e evolução no Jiu-Jitsu ou em qualquer área de nossa vida, sem dúvidas”.

5 Não tenha descuido com lesões

“Lembre-se sempre de cuidar do seu corpo e tratar as lesões que aparecem durante sua jornada. Se você tem uma lesão e não procura cuidá-la, você sempre estará limitado. Devemos sempre buscar um médico ou fisioterapeuta para cuidar de nossas lesões para estar bem fisicamente, para poder sempre elevar seu nível de treino e de luta”.

Source: Tatame

Khabib e Jedrzejczyk são vistos como favoritos nas principais lutas do UFC 223, segundo site

Neste sábado (7), acontece UFC 223, no Brooklyn (EUA), e após diversas reviravoltas nesta semana, o Ultimate encontrou um adversário para Khabib Nurmagomedov, o norte-americano Al Iaquinta. “The Eagle”, que pode ser campeão dos leves do Ultimate, é visto com amplo favoritismo no site de aposta Betboo. No co-main event, que também vale cinturão, Joanna Jedrzejczyk é favorita na revanche contra a campeã Rose Namajunas.

Coloque seus palpites no UFC 223, aqui

Invicto no MMA com 25 vitórias, Khabib é favorito para conquistar o tão sonhado cinturão dos leves. Quem casar 10 reais no russo, vai receber, caso se confirme a vitória, apenas 11,60 reais. Por outro lado, Iaquinta iria enfrentar Paul Felder também no UFC 223. Mas, na busca por um oponente para Nurmagomedov, o Ultimate escalou o nova-iorquino após Max Holloway apresentar problemas durante o corte de peso, na manhã de sexta-feira (6). Quem colocar 10 reais no norte-americano, vai receber, em caso de zebra, 45 reais.

Apesar de ter conquistado o cinturão dos palhas justamente contra Joanna, Namajunas é vista como underdog para essa revanche. Quem colocar 10 reais na campeã, vai receber, em caso de triunfo, 20 reais. Já Jedrzejczyk vai proporcionar um retorno menor, em caso de vitória. Quem casar os mesmos 10 reais na polonesa, vai receber 17 reais.

CARD COMPLETO:

UFC 223
Brooklyn, em Nova York (EUA)
Sábado, 7 de abril de 2018

Card principal
Khabib Nurmagomedov x Al Iaquinta
Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Renato Moicano x Calvin Kattar
Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Card preliminar
Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Devin Clark x Mike Rodriguez

Source: Tatame

Ultimate tira ‘Dos Anjos x Covington’ do Rio e remarca para o UFC 225; confira

Na coletiva de 25 anos do Ultimate, Dana White, presidente da organização, anunciou a mudança de data para o confronto entre Rafael dos Anjos e Colby Covington. Ao invés de se enfrentarem no UFC 224, no Rio de Janeiro, os meio-médios vão disputar o cinturão interino da categoria no UFC 225, em Chicago (EUA), dia 9 de junho.

Em outubro de 2017, Covington esteve no Brasil para enfrentar Demian Mian no UFC São Paulo e chamou o país de “lixo” e a população de “animais imundos”. Nesta semana, em entrevista ao site BJPenn.com, o norte-americano contou que foi “ameaçado de morte” por um “líder de favela”. Na coletiva, “Chaos”, com deboche, comentou a remarcação.

“Eu sou o rei do Brasil, gostaria de ir ao Brasil para dar um show para eles, mas os fãs brasileiros não estavam prontos para mim, então Dana colocou o show nos EUA”, disparou Covington, que viu Dos Anjos responder de forma comedida e tranquila.

“Minha última luta no Brasil foi há dez anos, adoraria lutar lá, mas o lugar não vai mudar o resultado. Vai ser ótimo vencer esse cara no seu próprio país, com seus compatriotas torcendo por mim”, disse o brasileiro que é ex-campeão dos leves.

CARD PROVISÓRIO

UFC 225
Chicago, Estados Unidos
Sábado, 9 de junho de 2018

Robert Whittaker x Yoel Romero
Rafael dos Anjos x Colby Covington
Ricardo Lamas x Mirsad Bektic
Alistair Overeem x Curtis Blaydes
Claudinha Gadelha x Carla Esparza
Rashad Evans x Anthony Smith
Sergio Pettis x Joseph Benavidez
Rashad Coulter x Allen Crowder
Andrei Arlovski x Tai Tuivasa
Mike Santiago x Dan Ige
Mike Jackson x CM Punk

Source: Tatame

Rose Namajunas vence revanche com Joanna e defende cinturão no UFC 223

Thug Rose! A campeã peso-palha Rose Namajunas venceu mais uma vez a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk na luta co-principal do UFC 223 em Nova York, fazendo sua primeira defesa de título bem sucedida no Ultimate.
Mais UFC 223: Moicano supera Kattar | Resultados do card preliminar
Desta vez, no entanto, o duelo foi mais longo. Rose e Joanna fizeram um combate extremamente equilibrado por 25 minutos, com bons momentos para ambas. Ao final de um grande duelo, todos os jurados apontaram vitória de Namajunas em quatro rounds.
“A Joanna é muito boa, … Read the Full Article Here
Source: UFC