Nurmagomedov confirma favoritismo e conquista cinturão dos leves; Namajunas bate Joanna e mantém título dos palhas

Russo enfim tornou-se campeão – Foto: Getty Images/UFC

O UFC 223, realizado no último sábado em Nova York, consagrou dois campeões. Na luta co-principal, Rose Namajunas manteve o cinturão ao vencer Joanna Jedrzejczyk por decisão unânime num duelo muito equilibrado. Em seguida, foi a vez de Khabib Nurmagomedov bater Al Iaquinta num monólogo e, também por decisão unânime, conquistar o título dos leves.

O russo já era favorito antes mesmo de Tony Ferguson sair da luta, no início da semana. Em seu lugar, lutaria Max Holloway, que um dia antes do evento foi vetado pela Comissão Atlética local de seguir o processo de perda de peso. O UFC ainda cogitou escalar Anthony Pettis e Paul Felder para disputarem o cinturão contra Khabib, mas foi Al Iaquinta quem pegou a missão.

Sem dar sopa para o azar, Khabib Nurmagomedov fez o seu eficiente feijão com arroz. Em pé, nenhuma exposição. Nas quedas e no solo, um passeio. Foram giros, golpes e tentativas de finalização na maior parte do tempo. Guerreiro, Iaquinta suportou a pressão do russo, mas não teve forças para pará-lo. Com a vitória, Khabib chegou a 26 vitórias em 26 lutas disputadas e se tornou o primeiro russo a ser campeão do UFC.

Namajunas campeã de fato

Para alguns, a vitória de Rose Namajunas sobre Joanna Jedrzejczyk por nocaute em novembro do ano passado foi pura sorte. Na revanche, mesmo sendo considerado zebra, a campeã mostrou que não detém o cinturão por acaso. Foram cinco rounds de trocação, com uma técnica riquíssima. Enquanto a polonesa se movimentava de forma elétrica, a norte-americana contra-atacava usando sua maior envergadura. Para os jurados, a campeã foi mais eficiente e, por unanimidade, foi eleita vencedora, mantendo o título dos palhas.

Moicano de volta ao jogo

Em sua luta anterior, Renato Moicano amargou a primeira derrota da carreira, finalizado por Brian Ortega. Sem se abater, ele entrou no octógono do UFC 223 focado em se recuperar. Contra Calvin Kattar, uma atuação segura, baseada em muitas combinação de mãos e de chutes, que garantiu a vitória por decisão unânime.

UFC 223

Nova York, EUA

08 de abril de 2018

Khabib Nurmagomedov venceu Al Iaquinta por decisão unânime
Rose Namajunas venceu Joanna Jedrzejczyk por decisão unânime
Renato Moicano venceu Calvin Kattar por decisão unânime
Zabit Magomedsharipov venceu Kyle Bochniak por decisão unânime
Chris Gruetzemacher venceu Joe Lauzon por nocaute técnico (desistência) no R2
Karolina Kowalkiewicz venceu Felice Herrig por decisão dividida
Olivier Aubin-Mercier venceu Evan Dunham por nocaute técnico no R1
Ashlee Evans-Smith venceu Bec Rawlings por decisão unânime
Devin Clark venceu Mike Rodriguez por decisão unânime

O post Nurmagomedov confirma favoritismo e conquista cinturão dos leves; Namajunas bate Joanna e mantém título dos palhas apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *