Confira o rendimento das apostas do UFC 223

Nunca uma edição do Ultimate causou tanta apreensão e polêmica de véspera como o UFC 223, Até um dia antes do evento, realizado no último sábado (07), em Nova York, não havia uma definição sobre os headliners. No início, o russo Khabib Nurmagomedov enfrentaria Tony Ferguson na grande luta do card principal, mas o norte-americano se lesionou no início da última semana.

Confirmado como substituto, Max Holloway foi vetado pelos médicos. Anthony Pettis, por pouco, não entrou na disputa do título dos leves, mas o adversário de Nurmagomedov acabou sendo Al Iaquinta, que foi derrotado em decisão unânime dos juízes (50-43, 50-44, 50,43). Foi a 26ª vitória do russo, que conquistou seu primeiro cinturão desde que entrou para a organização, em 2013. De acordo com o Oddsshark.com, o triunfo garantiu o retorno de 20% aos investidores.

NURMAGOMEDOV CONQUISTA VITÓRIA INCONTESTÁVEL

No primeiro round, Iaquinta investiu no boxe, mas sofreu uma queda logo em seguida. Apesar de ter se livrado do estrangulamento, ele foi duramente atacado de cima pra baixo por Nurmagomedov, que deixou claro o seu domínio nos primeiros cinco minutos. Já no segundo assalto, ele foi em direção das pernas do norte-americano mais uma vez. De forma mais incisiva, Khabib não deixou o adversário se levantar e por pouco não conseguiu a finalização.

No terceiro round, Al Iaquinta pôde ficar mais tempo de pé, mas já encontrava-se bem desgastado. O russo aproveitou para exibir sua técnica de boxe e desferiu uma série de golpes retos, sendo que um deles causou um corte no rosto do adversário. Veio então o quarto assalto com o mesmo panorama. Cirúrgico, Nurmagomedov era o dono do combate e quem ditava o ritmo do show. Com ótimo preparo físico, ele seguiu acertando socos em profusão e não sofreu com as tentativas desesperadas de Iaquinta.

No quinto e último ato da luta, Khabib terminou de servir o “prato principal”. Com a vitória na mão, o russo mostrou seu repertório de MMA, com direito a uma sequência de socos, joelhada voadora e uma queda cinematográfica. O mata-leão não surtiu o efeito desejado porque Al Iaquinta foi um oponente dos mais resistentes e seguiu no combate até o gongo soar. Porém, todos já sabiam o que viria pela frente com o veredicto dos juízes.

COMEMORAÇÃO DO TÍTULO COM RECADO PARA MCGREGOR E DESAFIO A ST-PIERRE

Depois de receber o cinturão, Khabib Nurmagomedov não perdeu a oportunidade de provocar o irlandês Conor McGregor, responsável pela confusão, no media day, que causou o cancelamento de três lutas do UFC 223. Na ocasião, McGregor queria ir às vias de fato com o russo, que não perdeu tempo de tirar sarro do Notorious.

“Este é o verdadeiro gângster, o Iaquinta, que aceitou esta luta, não o Conor McGregor. Cadê ele? Agora, quero enfrentar Georges St-Pierre no Madison Square Garden! Vamos fazer isso acontecer em novembro”, prometeu.

NAMAJUNAS VENCE JEDRZEJCZYK MAIS UMA VEZ

Não há mais dúvidas sobre a melhor lutadora da atualidade no peso palha do UFC entre as mulheres. Pela segunda vez consecutiva, Rose Namajunas venceu a ex-campeão Joanna Jedrzejczyk e foi declarada vencedora na decisão unânime (49-46, 49-46, 49-46). O primeiro triunfo de Namajunas sobre a polonesa aconteceu no UFC 217, em novembro do ano passado.

Nas duas ocasiões, Jedrzejczyk era a favorita nas apostas. Quem confiou na segundo vitória da norte-americana ficou com o pagamento de R$ 2,20 sobre cada real, de acordo com o Oddsshark.com. O combate foi marcado pelo equilíbrio, mas o golpe derradeiro de Rose – que conseguiu derrubar a desafiante, no último minuto do round derradeiro, mantendo-a com as costas na grade até o fim – foi determinante para o resultado.

Já na terceira disputa mais importante da noite, o brasileiro Renato Moicano superou o norte-americano Calvin Kattar, também por decisão unânime.

COTAS PAGAS NO UFC 223, SEGUNDO O ODDSSHARK.COM
Khabib Nurmagomedov derrotou Al Iaquinta em decisão unânime dos juízes– R$ 1,20/R$ 1
Rose Namajunas derrotou Joanna Jedrzejczyk na decisão unânime dos juízes – R$ 2,20/R$ 1
Renato Moicano derrotou Calvin Kattar em decisão unânime dos juízes – R$ 2,30/R$ 1
Zabit Magomedsharipov derrotou Kyle Bochniak na decisão unânime dos juízes – R$ 1,14/R$1
Chris Gruetzemacher derrotou Joe Lauzon por nocaute técnico – R$ 2,37/R$ 1
Karolina Kowalkiewicz derrotou Felice Herrig na decisão dividida dos juízes – R$ 1,53/R$ 1
Ashlee Evans-Smith derrotou Bec Rawlings na decisão unânime dos juízes – R$ 1,53/R$ 1
Olivier Aubin-Mercier derrotou Evan Dunham por nocaute técnico – R$ 2,00/R$ 1
Devin Clark derrotou Mike Rodriguez na decisão unânime dos juízes – R$ 1,80/R$ 1

O post Confira o rendimento das apostas do UFC 223 apareceu primeiro em Portal do Vale Tudo.

Source: Portal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *